Ir para o conteúdo
 

Blog RSS feed

ou

 Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

Software Livre, cultura colaborativa e ativismo marcam terceira edição do Conexões Globais

23 de Janeiro de 2014, 19:30 , por Matheus de Mendonça Sampaio - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 329 vezes

 

Foto: Divulgação/Conexões Globais

Nos próximos dias 24 e 25 de janeiro acontece na Casa de Cultura Mário Quintana, na cidade de Porto Alegre (RS), a terceira edição do Conexões Globais, evento que procura agregar diferentes atores da sociedade em rede para discutir temas como Democracia 2.0, ciberativismo, cultura digital e livre circulação do conhecimento. 

O evento reúne uma série de oficinas voltadas para capacitação de ativistas sociais, todas baseadas no uso de tecnologias livres. Diversos membros da Associação Software Livre.org participarão do evento, facilitando oficinas e compartilhando seus conhecimentos sobre edição de vídeo, edição de imagens e instalação de softwares GNU/Linux.

Além das oficinas, a programação do Conexões Globais ainda inclui os Diálogos Globais e o Encontrão Hacker. Os Diálogos Globais são momentos de debates que reúnem ativistas e pesquisadores de diversos países para discutir temas como mobilizações populares ao redor do mundo, as jornadas de junho de 2013 no Brasil e o direito à privacidade e à liberdade de expressão. Serão seis Diálogos Globais com os temas: As Jornadas de Junho e o Futuro da Democracia no Brasil, Cultura de Rede Colaborativa e Digital, Espaço Público e Sociedade em Rede, Soberania Digital e Vigilância na Era da Internet, Tecnopolítica dos #ProtestosBR e um Enfoque Global e Três Anos de Revoltas Interconectadas – de Túnis ao Brasil. Esses bate-papos serão transmitidos ao vivo via internet e divulgados através do Twitter, Google + e Facebook.

 

Encontrão Hacker

Pensado para ser um espaço para fomentar o ativismo e a luta pelos direitos civis em rede, o Encontrão Hacker inclui uma Criptoparty (festa de criptografia), momento que discute a importância do uso da criptografia para combater a vigilância na internet e garantir a privacidade das comunicações virtuais de ativistas. Outro momento do Encontrão Hacker é Hackatona, a maratona hacker, que tem foco na construção de tecnologias para facilitar a participação social e a transparência pública. A desenvolvedora da plataforma Noosfero e integrante da Colivre, Daniela Feitosa, também participará do evento como convidada da Hackatona.

No total, serão 32 horas de programação construída colaborativamente, entre debates, oficinas, hackatona e programação cultural. Confira aqui a programação completa do evento: http://okfnpad.org/p/ProgramacaoEncontraoHacker


Tags deste artigo: softwarelivre conexoesglobais criptoparty ciberativismo

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.