Ir para o conteúdo
ou

Thin logo

Divulgação

MiniDebConf

COMCET

.

ASL

 Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

11ª OID foi um sucesso!

4 de Dezembro de 2012, 0:00 , por Software Livre Brasil - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1377 vezes

 

11ª Oficina para Inclusão Digital e Participação Social discutiu políticas públicas e reivindicou mais diálogo entre governo e movimento social

 


O movimento social da Inclusão Digital deu um grande passo rumo ao desenvolvimento de um futuro justo em relação à garantia do direito básico de gerar e compartilhar conhecimentos. A 11ª Oficina para Inclusão Digital e Participação Social, realizada em Porto Alegre pela ASL.Org em parceria com outras sete entidades da sociedade civil, provou que é possível discutir políticas públicas envolvendo os mais diversos setores da sociedade.

O coletivo de ONGs formado por Província Marista (RS), Programando o Futuro (DF), Coletivo Digital (SP), Instituto NUPEF (RJ), Cidadania Digital (RS), Projeto Saúde & Alegria (PA) e Sampa.org (SP), em parceria com a Associação Software Livre.Org (RS), assumiu a organização do evento, tradicionalmente de responsabilidade do Ministério das Comunicações, que este ano seria descontinuado. A iniciativa resultou em um encontro que reuniu cerca de 700 pessoas, de todo o país, em três dias de intensa atividade.

Este ano, pela primeira vez, o termo “participação social” foi incluído oficialmente no nome do evento. Os debates, mais uma vez, seguiram esta linha e valorizaram a participação ativa das comunidades no processo de gestão da tecnologia.

Reabrindo o canal: diálogo governo e sociedade civil

Um dos pontos altos da 11ª OID foi programação extra-oficial: uma reunião com o representante do Ministério das Comunicações, Gilberto Macedo, que veio participar da abertura. Durante o encontro, que reuniu cerca de 30 militantes da ID presentes no evento, o governo sofreu fortes críticas do movimento social, principalmente no momento em que Macedo informou que o Ministério iria começar uma “rota de recolhimento” dos equipamentos não instalados em locais que deveriam abrigar telecentros que não possuem estrutura básica. A principal reivindicação do movimento social foi de que o governo não vem cumprindo suas metas de instalação, infra-estrutura e repasse de recursos. Assista o vídeo da reunião aqui.

O Grito da Exclusão Digital

O evento encerrou com a redação e leitura do “Grito da Exclusão Digital”, uma carta aberta direcionada à presidenta Dilma Rousseff solicitando atenção e uma mudança de visão em relação às políticas públicas de inclusão digital no país, além de empenho na solução de dificuldades administrativas. Veja a carta completa aqui.

 

 


Tags deste artigo: inclusão digital redes troca aprendizagem compartilhamento telecentros ongs software livre participação social