Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

 Voltar a Blog do Sady...
Tela cheia

Aos integrantes deste colégio eleitoral do Terceiro Setor, no Comitê Gestor da Internet no Brasil

24 de Abril de 2017, 3:34 , por Sady Jacques - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 343 vezes
Licenciado sob CC (by-sa)

Car@s integrantes deste colégio eleitoral do Terceiro Setor, no Comitê Gestor da Internet no Brasil:

Cgibr

Car@s integrantes deste colégio eleitoral do Terceiro Setor, no Comitê Gestor da Internet no Brasil:

Após as renúncias recentes de Carlos Eduardo Moreira, do IIDAC – Instituto Internacional para o Desenvolvimento da Cidadania, em favor de Thiago Tavares, da SaferNet Brasil e renúncia de Joana Varon Ferraz da Coding Rights, em favor de Flávia Lefèvre Guimarães, da PROTESTE - Associação de Consumidores, quero manifestar uma preocupação com relação a nossa frágil democracia: que ela precisa ser fortalecida com nomes e propostas.

As propostas parecem claras, consistentes e bem definidas pela Coalizão Direitos na Rede, signatária da "Plataforma para uma Internet Livre, Inclusiva e Democrática", com a qual temos integral acordo, não apenas conceitual, mas de defesa prática. Da mesma forma, os nomes apresentados estão entre os melhores e mais qualificados para a defesa em questão.

Nossa fraterna divergência, contudo, é em relação ao quórum: se de uma lado precisamos estar no CGI.Br para termos voz, de outro precisamos ser um grupo significativo, capaz de conseguir maiorias eventuais em favor de itens relevantes, ou contrários a ideias que não digam respeito ao interesse coletivo da sociedade brasileira.

A Associação Software Livre.Org foi uma das instituições que defendeu "com unhas e dentes" a rearticulação do CGI.Br a partir de 2003, inclusive neste novo formato que amplia a participação popular e tenta desburocratizar um debate árido porque complexo, sobre a tecnologia da informação que determina nosso presente e recomenda prudência sobre o nosso futuro.

Somos "braço executivo" de um movimento chamado Projeto Software Livre Brasil, enraizado nos 27 Estados da federação, mobilizado em favor do compartilhamento e da colaboração para a construção e fomento do conhecimento livre em todas as áreas humanas, pois todas demandam código e todas são a cada dia mais determinadas por ele.

Em nosso Fórum Internacional Software Livre, realizado a quase duas décadas, ano após ano desde 2000, fizemos e fazemos discussões formidáveis sobre temas que sequer são de domínio público, ainda. Foi lá que, em 2009, durante o FISL10, discutimos e lançamos a necessidade imperativa de construção do Marco Civil da Internet, na presença do então presidente da república Luís Inácio Lula da Silva, acompanhado da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff.

Por lá já circularam muitos milhares de profissionais, educadores, alunos, empreendedores, oriundos do país inteiro e dispersos por milhares de instituições relevantes que atuam de modo intenso e qualificado sobre a rede, como usuárias ou como provedoras de serviços qualificados em todos os níveis de aplicação das TICs.

Os tempos atuais são severos, e convocam à luta. Precisamos realizar mais um FISL, como um espaço de debate qualificado que contribui para a reflexão, entre outros temas, sobre qual a rede que queremos, qual a que dispomos e o que necessitamos fazer para viabilizá-la, enquanto movimento "tripartite", de modo a garanti-la como ferramenta para o desenvolvimento econômico e social do país, não apenas para alguns poucos grupos, mas para todos.

É nesse sentido que afirmamos nosso desejo de compor novamente o Conselho do CGI.Br (Mário Teza nos representou de 2008 a 2010), bem como nossa preocupação em constituirmos um grupo com tamanho suficiente para sermos ouvidos dentro e fora do Conselho, uma vez que sem o apoio da população teremos dificuldades para empreender a boa luta não só pela preservação, mas pela ampliação de direitos sociais que podem decorrer de uma infraestrutura adequada de internet.

Sady Jacques
Coordenador-geral

Associação Software Livre.Org


0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.