Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

PSL Brasil

 Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

Mozilla quer que Microsoft trabalhe com desenvolvedores de navegadores

19 de Agosto de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1640 vezes

Para Mozilla, Internet Explorer ainda tem vantagem privilegiada em relação a outros navegadores. Comissão informal deveria discutir problema.

Executivos da Fundação Mozilla, desenvolvedora do navegador Firefox, estão questionando a proposta apresentada pela Microsoft para aumentar a competição no mercado de navegadores na Europa. Na semana passada, a companhia norte-americana sugeriu implementar um sistema de “votação” no Windows. Assim, o internauta escolhe qual será o navegador padrão do sistema operacional

A proposta foi apresentada para contornar uma reclamação feita pela Comissão Europeia (órgão que regulamenta a competição no bloco econômico europeu), que no começo do ano argumentou que a Microsoft leva vantagem competitiva ao atrelar seu navegador ao sistema operacional. Anteriormente, a companhia ofereceu remover o Internet Explorer do Windows, mas a oferta foi rejeitada pela Comissão.

Em mensagens separadas, porém, os executivos afirmam que o sistema proposto pela Microsoft tem algumas deficiências e que as outras empresas desenvolvedoras de browsers deveriam ser chamadas para negociar uma solução.

“Mesmo que tudo na atual proposta seja feito da maneira mais positiva possível, o Internet Explorer ainda terá uma vantagem única e privilegiada (em relação a outros browsers), disse Mitchell Baker, presidente da Fundação Mozilla.

Harvey Anderson, conselheiro-chefe da Fundação Mozilla, disse que a “votação” era ruim, pois não instala um navegador rival, mas leva o usuário a uma página de download. De acordo com dados da Mozilla, apenas 55% dos internautas que clicam em um link de download completam a instalação do browser.

“Obviamente, isso vai exigir bastante esforço para funcionar de verdade”, disse Anderson. “Por isso nós recomendamos fortemente que a proposta inclua um comprometimento da Microsoft em trabalhar com outras desenvolvedoras de software”, afirmou.

Além de um certo esforço, a Mozilla - e outras empresas - também precisará lutar contra o tempo. Espera-se que a Comissão Europeia e a Microsoft cheguem a um acordo até o fim de outubro, quando o Windows 7 será lançado mundialmente.


Fonte: IDG Now


Tags deste artigo: mozilla microsoft navegador

Eventos de Software Livre no Brasil