Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

pm@paulomarcos.com | msg: 74.9110 4596
Jornalismo no Rádio, TV e Internet

http://www.dotpod.com.ar/wp-content/uploads/2008/06/sonico-logo.jpg

 

 

http://static.wix.com/media/1ff96be45122890f6b04ceeaa7dbd2d3.wix_mp

PM no Twitter

404 Not Found

Este perfil não tem posição geográfica registrada.

Paulo Marcos

Paulo Marcos
Pintadas - Bahia - Brasil
 Voltar a Paulo Marcos...
Tela cheia

Prefeito de Coité diz que atitude da Filarmônica foi errada

10 de Novembro de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - 1Um comentário | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1074 vezes

"Não deveríamos estar falando em fechamento da Filarmônica, pois a mesma passou por dificuldades nas gestões anteriores, quando os atrasos desse repasse eram comuns', diz o comunicado.

ENTENDA O CASO AQUI

Comentário de Paulo Marcos* - Luto cultural II
Comentário de Paulo Marcos: A cultura coiteense está de luto
Coité: por falta de apoio da Prefeitura, Filarmônica Genésio Boaventura é desativada
O Secretário Geral de Gabinete do Prefeito de Conceição do Coité, Eudes R. Mateus, fez contato hoje (10) por e-mail (pmcc.gabinete@hotmail.com), e disse que "o governo municipal decidiu divulgar carta aberta à população a fim de esclarecer os fatos", comunicou Eudes.

A "carta aberta à população" é assinada pelo prefeito Renato Souza dos Santos e começa falando da dificuldade de governar o município. "Tem sido um verdadeiro desafio governar Conceição do Coité", diz a nota. O prefeito relata que a prefeitura passa por uma crise financeira nunca visto antes.

A surpresa. "Me surpreendi com o comunicado da Filarmônica Genésio Boaventura que, em uma atitude unilateral, resolveu encerrar suas atividades alegando falta de apoio por parte do governo municipal", explica Renato.

O prefeito também fala que deveria ter uma ampla discussão sobre o assunto com a sociedade civil. Até o momento nenhuma instituição do município se manifestou sobre o caso.

Por fim comunicou que a prefeitura não é a culpada pelo fechamento da Filarmônica. "Não assumimos o ônus pelo suposto encerramento das atividades da Filarmônica Genésio Boaventura por entendermos que os canais de comunicação estão completamente abertos por parte do governo municipal", argumentou o gestor.

Leia a íntegra do comunicado a seguir


CARTA ABERTA À POPULAÇÃO

 

Queridos (as) Coiteenses,

 

Desde que assumi o governo municipal em janeiro de 2009 tenho encontrado dificuldades e tem sido um verdadeiro desafio governar Conceição do Coité. Sei da confiança que foi depositada a mim por aqueles que me elegeram e também sei da expectativa de toda a população que espera do seu gestor todo esforço no sentido de resolver os problemas que afligem o município. Mas não tem sido fácil. Estamos enfrentando uma crise nunca vista e que atingiu em cheio as finanças de todos os municípios brasileiros, principalmente aqueles que mais dependem dos recursos estaduais e federais, como é o caso de nosso município. Temos feito um esforço tremendo para evitar aquilo que mais nos preocupa - a necessidade de demitir, o que já vem acontecendo com algumas prefeituras da região. Adotamos o regime de turnão na Prefeitura Municipal, reduzi o meu próprio salário, de meu vice-prefeito e de todo o primeiro e segundo escalão do governo e estamos nos esforçando para gastar só o que entendemos ser essencial.

No entanto, me surpreendi com o comunicado da Filarmônica Genésio Boaventura que, em uma atitude unilateral, resolveu encerrar suas atividades alegando falta de apoio por parte do governo municipal.

Temos um convênio com a entidade em questão e, mensalmente, nos comprometemos a auxiliá-la financeiramente. No entanto, por conta das dificuldades citadas acima, tivemos um pequeno atraso nos pagamentos do auxílio não só da Filarmônica, mas de várias outras entidades com as quais temos parceria. Nos comprometemos publicamente em quitar as parcelas já vencidas com a maior brevidade possível e normalizar o pagamento das parcelas a vencer. Além disso, temos buscado o entendimento, inclusive participando recentemente de reunião com a diretoria Filarmônica, apresentando nossas dificuldades e propondo alternativas. Entendo que o apoio da Prefeitura Municipal é importante para a a manutenção dessa instituição, mas é importante ressaltar que a Filarmônica Genésio Boaventura é uma organização e/ou entidade social e não um órgão do poder público municipal e, portanto, a prefeitura não deveria ser a única responsabilizada por seu citado fechamento.

Seria necessário uma discussão mais ampla a respeito, um debate com a sociedade civil organizada de Conceição do Coité visando a busca de soluções e não simplesmente a decisão da diretoria em fechá-la pegando a todos de surpresa. Estamos abertos ao diálogo e a busca de alternativas por reconhecermos a importância da Filarmônica Genésio Boaventura para Coité e para a cultura de nossos munícipes, mas discordamos da forma como o processo está sendo encaminhado.

Enfim, nos colocamos á disposição para buscarmos alternativas, mas não vamos nos render a postura pouco amistosa da diretoria da mesma. Não deveríamos estar falando em fechamento da Filarmônica, pois a mesma passou por dificuldades nas gestões anteriores, quando os atrasos desse repasse eram comuns. Por que agora esse problema parece maior do que era antes? Qual a motivação nesse caso para a tomada dessa atitude tão radical por parte da direção da mesma?

Não assumimos o ônus pelo suposto encerramento das atividades da Filarmônica Genésio Boaventura por entendermos que os canais de comunicação estão completamente abertos por parte do governo municipal.

 

Conceição do Coité, 10 de novembro de 2009.

 

RENATO SOUZA DOS SANTOS

Prefeito Municipal

 

 


Tags deste artigo: brasil bahia cultura filarmônica coité orquestra

1Um comentário

  • B78fcd96620b36b887025253f9e56dd3?only path=false&size=50&d=404José(usuário não autenticado)
    31 de Março de 2010, 23:48

    Ele está perdido.

    Caros amigos,

    Esse prefeito que está governando essa linda cidade está voando por lugares tortuosos, ele está totalmente perdido, inchou a folha de pagamento criando secretaria da mulher e de assuntos especiais e juventude so para dar dinheiro a Geninha e aosujeito da Cidade de Valente que ninguem absolutamente ninguem em COité o conhece ou sabe o que ele faz ou ja fez.
    Não se pode esperar de um prefeito sem cultura, sem educação, um traidor que está fazenddo o jogo dele pensando que é muito sabido e cuspindo no prato que ajudou-o a chegar onde está, o seu "amigo" VETINHO, vamos eperar para ver ate onde ele vai, esse incompetente.


Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.