Ir para o conteúdo
ou

12ª Oficina de Inclusão Digital e Participação Social

Patrocínio

Mídias Sociais

      

OID

Brasil

 Voltar a Últimas novi...
Tela cheia Sugerir um artigo

Oficina vai mostrar e ensinar a trabalhar com aplicativos multimídia em software livre

12 de Novembro de 2013, 17:33 , por Leonardo Foletto - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 682 vezes

 

 

Você sabia que não só é possível quanto fácil produzir conteúdo multimídia com software livre? Se não sabia, uma oficina em especial da vasta programação da 12º OID pode ser o seu destino: a de Aplicativos Multimídias Livres.

O objetivo da oficina, que vai ser realizada na quinta-feira, dia 12, das 15 às 19h, é compartilhar com os participantes uma série de ferramentas que são disponibilizados como Software Livre.  Gabriel Fedel, ministrante da oficina, vai trazer também a discussão da importância do uso do SL na sociedade e mostrar que é possível fazer vídeos, áudios e imagens de ótima qualidade de forma livre.

"Vou mostrar o Inkscape e o Gimp [que servem para editar imagens], o Audacity [para edição de áudio] e Kdenlive [vídeo], e se ainda tivermos tempo, o Darktable e Ardour [softwares mais avançados de edição de imagem e som]", diz. 

"Pelas minhas contas, essa oficina já foi ministrada mais de uma dezena de vezes. Desde em espaços mais formais, como os da rede SESC e Oficinas Culturais do Estado de São Paulo, até dentro de um ônibus (o Ônibus Hacker, durante o fisl12 em Porto Alegre, na foto que abre esse post)", diz Fedel, que é graduado em Ciências da Computação pela USP e mestre na mesma área pela Unicamp.

A oficina foi proposta inicialmente para ajudar pessoas que trabalhavam na área multimídia a migrarem para o SL, já que a área do vídeo, imagem e áudio é tradicionalmente tomada pelos aplicativos proprietários, notadamente os da Adobe. Com o tempo e a circulação por cidades como Campinas, São Paulo, Porto Alegre, São João da Boa Vista e Ouro Preto, a oficina foi se tornando uma introdução aos aplicativos multimídias livres para todos os públicos, do mais leigo ao mais avançado. 

Fedel desconstrói um dos mitos em relação ao SL, o de que é muito mais dificil trabalhar com eles e os resultados são piores que os realizados em softwares proprietários. "Quem nunca trabalhou com um aplicativo para edição de imagens vetoriais antes (como o Corel, por exemplo), vai se dar muito bem com o Inkscape, que é bem simples e leve. Quanto ao rendimento, não dá pra dizer que um ou outro é melhor ou pior, são apenas diferentes", finaliza. 

Aos poucos vamos divulgando neste espaço a programação completa da oficina, que está sendo finalizada nos próximos dias. Acompanhe!


Tags deste artigo: inclusão digital redes troca aprendizagem compartilhamento software livre multimidia gimp inkscape kdenlive ardour adacity gabriel fedel

Nenhum artigo selecionado ainda.