Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

NTE LIVRE

Espaço de registro do estudo sobre software livre e suas implicações nas escolas municipais de Florianópolis. Este estudo integra as ações de formação continuada dos auxiliares de tecnologia das salas informatizadas da Rede municipal de Ensino desenvolvida pelo Núcleo de Tecnologia Municipal (NTM).

0 comunidades

Nenhum(a)

0 amigos

Nenhum(a)

 Voltar a Retomando as...
Tela cheia

Direitos Autorais X História em Quadrinhos

28 de Julho de 2010, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 910 vezes

Grupo: Angélica, Catia, Laura e Mirian.

A atividade, nesse dia, inicia com a exibição do documentário "Rip a Remix: o manifesto" dirigido pelo ciberativista Brett Gaylor. O documentário trata de temas como direitos autorais, propriedade intelectual, compartilhamento de informação e a remissagem de músicas; assuntos polêmicos que nos fez refletir e discutir.

Em seguida construímos um mapa conceitual para organizar e visualizar com clareza as etapas a serem percorridas.

Nossa equipe, Miriam, Laura, Angélica e Cátia optou por pesquisar sobre o tema: Direitos Autorais e responder a questão: Por que devemos citar referenciais em uma pesquisa?

Através da pesquisa na internet obtemos e registramos muitas informações. E o desafio maior se concentrou no momento de transcrever a nossa pesquisa, ou seja, as nossas descobertas no formato de histórias em quadrinhos.

As principais dificuldades foram:

- Como elaborar diálogos curtos com tantas informações?

- Como escolher os personagens e os cenários adequados ao contexto?

- Como criar uma história interessante para o público alvo?

O ToonDoo, site sugerido para a construção da história em quadrinhos, nos forneceu as ferramentas adequadas e o grupo superou as dificuldades anteriormente levantadas e concluiu a tarefa.

Para ler a nossa história clique: HTTP://salainformatizadajoaogoncalves.blogspot.com

Conclusão

Consideramos o conteúdo estudado muito importante, pois muitas vezes não nos damos conta de que como educadores devemos ser mais exigentes e profissionalmente éticos. Devemos entender que quando nos apropriamos de um determinado conhecimento/conceito/trabalho/ciência , etc, estamos utilizando em benefício próprio e com isto utilizando para determinados fins que podem ser importantes ou não. Essas informações quando chegam até nós, devemos lembrar que muitas pessoas as utilizaram para estudos e pesquisas e, portanto, registrar essas fontes é senão nossa obrigação.

Percebemos que a  linguagem das HQs pode ser utilizada tanto para temas livres, como também, para temas dirigidos. E o que mais nos surpreendeu foi que os conteúdos aparentementes sérios podem ser apresentados no formato de uma HQ, sem perder o humor característico de uma boa HQ. Observamos ainda que foi de suma importância o planejamento na criação de uma HQ e destacamos os seguintes pontos:

   1. Pesquisar e conhecer o assunto.

   2. Planejar o percurso.

   3. Definir o público alvo.

   4. Selecionar: diálogos, cenários, balões, etc.

   5. Texto atrativo e informativo, com sequência lógica dos fatos.

   6. Imagens seguindo a sequência dos fatos.

   7. Revisão de texto/ contexto/ imagens..

   8. Avaliação do produto.

Referências Bibliográficas

www.wikipedia.org.br. Acesso 19 de junho de 2010. 

www.quatrocentos.com/tec_web/refere/index.html. Acesso 19 de junho de 2010.

http://web.utk.edu/~hokmamn/why.html. Acesso 19 de junho de 2010.

 


Tags deste artigo: direitos autorais hqs historia toondoo

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.