Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Leandro Nunes dos Santos

Nuvem de Marcadores

Tela cheia
 Feed RSS

Blog

27 de Maio de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.

Ele é o cara…

14 de Novembro de 2009, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Começou hoje a etapa da baiana da Confecom – Conferência Nacional de Comunicação.

As discussões que acontecerem no evento estavam bastante acalouradas e contou com a presença de grandes personalidades do cenário político da Bahia, como o governador Jaques Vagner.

Não resisti ao meu impulso de tiete e tirei uma foto com ele :)

Leandro e Paulo Henrique Amorim na COFECOM

Paulo Henrique Amorim e eu



Ele é o cara…

14 de Novembro de 2009, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Começou hoje a etapa da baiana da Confecom – Conferência Nacional de Comunicação.

As discussões que acontecerem no evento estavam bastante acalouradas e contou com a presença de grandes personalidades do cenário político da Bahia, como o governador Jaques Vagner.

Não resisti ao meu impulso de tiete e tirei uma foto com ele :)

Leandro e Paulo Henrique Amorim na COFECOM

Paulo Henrique Amorim e eu



Solidariedade ao Nassif

15 de Outubro de 2009, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Também estou participando da campanha de solidariedade ao Nassif.

do blog do Nassif

A Abril consegue a primeira condenação

Ainda não tenho os dados à mão. Mas, pelo que sou informado, fui condenado a pagamento de 100 salários mínimos pelo juiz Vitor Frederico Kümpel, da 27ª Vara Cível, em processo movido por Mário Sabino e pela revista Veja. No primeiro processo – de Eurípedes Alcântara – fui absolvido.

Pode haver apelação nas duas sentenças.

Ao longo dessa longa noite dos celerados, a Abril lançou contra mim os ataques mais sórdidos que uma empresa de mídia organizada já endereçou contra qualquer pessoa. Escalou dois parajornalistas para ataques sistemáticos, que superaram qualquer nível de razoabilidade. Atacaram a mim, à minha família, ataques à minha vida profissional, à minha vida pessoal, em um nível só comparável ao das mais obscenas comunidades do Orkut.

Não me intimidaram.

Apelaram então para a indústria das ações judiciais – a mesma que a mídia vive criticando como ameaça à liberdade de imprensa. Cinco ações – quatro em nome de jornalistas da Veja, uma em nome da Abril – todas bancadas pela Abril e tocadas pelos mesmos advogados, sob silêncio total da mídia.

Não vou entrar no mérito da sentença do juiz, nem no valor estipulado.

Mas no final do ano fui procurado por um emissário pessoal de Roberto Civita propondo um acordo: retirariam as ações em troca de eu cessar as críticas e retirar as ações e o pedido de direito de resposta. A proposta foi feita em nome da “liberdade de imprensa”. Não aceitei. Em nome da liberdade de imprensa.

Podem vencer na Justiça graças ao poder financeiro que lhes permite abrir várias ações simultaneamente. Quatro ações que percam não os afetará. Uma que eu perca me afetará financeiramente, além dos custos de defesa contra as outras quatro.

Mas no campo jornalístico, perderam para um Blog e para a extraordinária solidariedade que recebi de blogueiros que sequer conhecia, de vocês, de tantos amigos jornalistas que me procuraram pessoalmente, sabendo que qualquer demonstração pública de solidariedade colocaria em risco seus empregos. Melhor que isso, só a solidariedade que uniu minhas filhas em defesa do pai.



Movendo banco de dados mysql corretamente

2 de Junho de 2009, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

<p>Algumas vezes eu preciso rodar um banco mysql que eu copiei de um computador para outro e existem alguns detalhes que se você não prestar atenção você pode acabar perdendo muito tempo em pequenas besteiras.</p> <p>Primeiro só utilize as dicas deste post caso você tenha um banco de dados muito grande, onde dump do banco leve bastante tempo para ser gerado. </p> <p>Caso contrário basta você digitar o comando:</p> <p><code><br /> mysqldump -u user -p password database_name > database_dump.sql<br /> </code></p> <p>no computador que você quer extrair o <em>dump</em> e depois o comando abaixo:</p> <p><code><br /> mysql database_name &lt; database_dump.sql<br /> </code></p> <p>no computador que você deseja armazenar o novo banco de dados.</p> <p>Mas se este não é o seu caso e você possui uma base de 10gb ou mais, gerar o dump de uma bases dessas é muito complicado, pois demora muito e as vezes copiar todo o banco num pendrive e substituir os arquivos no novo computador vale mais a pena.</p> <p>Então para isso basta copiar a pasta '/var/lib/mysql' para um pendrive, e tem que ser um pendrive grande já que isso só é aconselhável quando se está manipulando bases muito grandes <img class="wp-smiley" src="http://www.leandronunes.net/wp-includes/images/smilies/icon_wink.gif" alt=";)" /> , e depois substituir a pasta '/var/lib/mysql' do servidor no qual você quer que o banco de dados rode por esta pasta copiada.</p> <p>É aconselhável fazer um bakcup da pasta /var/lib/mysql antes de substituir os arquivos. Assim você poderá repetir este processo e rodar o antigo banco de dados novamente.</p> <p>No meu caso ficou assim:</p> <p></code><code></p> <p>No computador 1<br /> root@barker:~/$ cp -r /var/lib/mysql /media/disk-1</p> <p>No computador 2<br /> root@smurf:~/$ mv /var/lib/mysql /var/lib/mysql.orig<br /> root@smurf:~/$ cp -r /media/disk-4/mysql /var/lib</p> <p></code></p> <p>Antes de rodar este comando no &#8216;Computador 2&#8242; pare o apache.</p> <p><code><br /> /etc/init.d/apache stop<br /> </code></p> <p>Observe que para fazer a cópia dos arquivos você terá que ter acesso ao <em>root</em> do computador.</p> <p>Ao realizar a cópia, as pastas terão permissão somente para o usuário root, então rode o comando:</p> <p><code><br /> chown mysql.mysql /var/lib/mysql -R<br /> </code></p> <p>Agora o usuário mysql terá permissão para acessar os arquivos.</p> <p>Se você tentar inicializar o apache novamente terá o seguinte problema:</p> <p><code><br /> root@smurf:/var/lib# /etc/init.d/mysql start<br /> Starting MySQL database server: mysqld ..<br /> Checking for corrupt, not cleanly closed and upgrade needing tables..<br /> /usr/bin/mysqladmin: connect to server at 'localhost' failed<br /> error: 'Access denied for user 'debian-sys-maint'@'localhost' (using password: YES)'<br /> root@smurf:/var/lib# ERROR 1045 (28000): Access denied for user 'debian-sys-maint'@'localhost' (using password: YES)<br /> </code></p> <p>Este erro ocorre pois você copiou a pasta do mysql de um outro computador que possuía configurações específicas daquele computador. Neste caso a configuração em questão é a senha do usuário do banco debian-sys-maint que é o usuário que o sistema operacional utiliza para realizar algumas operações no banco.</p> <p>O usuário debian-sys-maint é como se fosse o usuário root do banco. Ele é utilizado para realizar executar certos scripts de manutenção no Debian.</p> <p>Abaixo segue uma breve descrição deste usuário encontrada no arquivo README.Debian:</p> <blockquote><p> * MYSQL WON&#8217;T START OR STOP?:<br /> =============================</p> <p>You may never ever delete the special mysql user &#8220;debian-sys-maint&#8221;.<br /> This user together with the credentials in /etc/mysql/debian.cnf are used by the init scripts to stop the server as they would require knowledge of the mysql root users password else. </p></blockquote> <p>Então para que o banco possa inicializar corretamente eu preciso dar acesso ao usuário debian-sys-maint ao banco. O Debian utiliza este usuário com a senha definida no arquivo &#8216;/etc/mysql/debian.cnf&#8217;.</p> <p><code><br /> [client]<br /> host = localhost<br /> user = debian-sys-maint<br /> password = ********************<br /> socket = /var/run/mysqld/mysqld.sock<br /> [mysql_upgrade]<br /> user = debian-sys-maint<br /> password = ********************<br /> socket = /var/run/mysqld/mysqld.sock<br /> basedir = /usr<br /> </code></p> <p>Então precisamos modificar a senha do usuário &#8216;debian-sys-maint&#8217; pela senha contida neste arquivo.</p> <p>Se você não tiver nenhum acesso ao banco, ou seja, nenhum login e senha de usuário para poder modificar a senha do usuário debian-sys-maint então continue lendo o post caso contrário leia também <img class="wp-smiley" src="http://www.leandronunes.net/wp-includes/images/smilies/icon_wink.gif" alt=";)" /> .</p> <p>Reinicie o mysql com o comando:</p> <p><code><br /> /usr/bin/mysqld_safe --skip-grant-tables &#038;<br /> </code></p> <p>Logue no console mysql:</p> <p><code><br /> root@smurf:# mysql<br /> </code></p> <p>E modifique as permissões do usuário &#8216;root&#8217; e do usuário &#8216;debian-sys-maint&#8217;. Assim você terá acesso ao banco com o usuário &#8216;root&#8217; também.</p> <p><code><br /> mysql> UPDATE mysql.user SET Password=PASSWORD('password') WHERE User='root';<br /> mysql> FLUSH PRIVILEGES;<br /> mysql> GRANT ALL PRIVILEGES ON *.* TO 'debian-sys-maint'@'localhost' IDENTIFIED BY 'password' WITH GRANT OPTION;<br /> mysql> FLUSH PRIVILEGES;</p> <p></code></p> <p>Substitua a palavra password pelo password que você encontrou no arquivo &#8216;/etc/mysql/debian.cnf&#8217;</p> <p>Agora basta derrubar o servidor e carregá-lo novamente.</p> <p><code><br /> /etc/init.d/mysql stop<br /> /etc/init.d/mysql start<br /> </code></p> <p>Não use o comando &#8216;/etc/init.d/mysql restart&#8217; pois o mysql poderá iniciar com a opção &#8216;&#8211;skip-grant-tables&#8217; e você não quer isso <img class="wp-smiley" src="http://www.leandronunes.net/wp-includes/images/smilies/icon_wink.gif" alt=";)" /> </p> <p>E tudo funcionará bem agora, pelo menos em teoria <img class="wp-smiley" src="http://www.leandronunes.net/wp-includes/images/smilies/icon_wink.gif" alt=";)" /> </p>



Configurando o git depois do import

28 de Maio de 2009, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Eu utilizo o gitosis para gerenciar os meus repositórios git e dei os meus primeiros passos para configurá-lo da forma correta seguido o tutorial hosting-git-repositories-the-easy-and-secure-way.

Antigamente ao adicionar um repositório novo eu tinha um problema.

Eu seguia todos os passos descritos no tutorial para adicionar um novo repositório, e ao dar um pull eu recebia a seguinte mensagem de erro:


smurf@smurf:~/safernet/projetos/snscripts$ git pull
You asked me to pull without telling me which branch you
want to merge with, and 'branch.master.merge' in
your configuration file does not tell me either. Please
name which branch you want to merge on the command line and
try again (e.g. 'git pull ').
See git-pull(1) for details on the refspec.

If you often merge with the same branch, you may want to
configure the following variables in your configuration
file:

branch.master.remote =
branch.master.merge =
remote..url =
remote..fetch =

Abrindo o arquivo de configuração do git (.git/config) eu notei que não existiam as informações do branch master que eu estava trabalhando no momento.

[core]
repositoryformatversion = 0
filemode = true
bare = false
logallrefupdates = true
[remote "origin"]
url = git@host.com.br:project_name.git
fetch = +refs/heads/*:refs/remotes/origin/*

Então eu editei o arquivo .git/config adicionando as informações do branch master:


[core]
repositoryformatversion = 0
filemode = true
bare = false
logallrefupdates = true
[remote "origin"]
url = git@host.com.br:project_name.git
fetch = +refs/heads/*:refs/remotes/origin/*
[branch "master"]
remote = origin
merge = refs/heads/master

Pronto.

Agora será possível dar um pull normalmente.


smurf@smurf:~/safernet/projetos/snscripts$ git pull
Already up-to-date.

Não sei se esta é a melhor forma de resolver o problema, mas é a que eu utilizo.

Espero que seja útil para alguém ;)