Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

getaddrinfo: Name or service not known

Software Libre Peru

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

getaddrinfo: Name or service not known

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

Para Mozilla, Firefox ultrapassará Explorer no Brasil antes que mundialmente

3 de Agosto de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1604 vezes

O diretor de Desenvolvimento de Comunidades da Mozilla, Asa Dotzler, concedeu uma entrevista ao Último Segundo sobre o avanço do navegador Firefox sobre o mercado do Internet Explorer, da Microsoft. Leia abaixo a íntegra da conversa e saiba mais no blog do diretor. Para Dotzler, "o Firefox certamente ultrapassará o Internet Explorer no Brasil bem antes que globalmente".

Explorer perde cada vez mais espaço para navegadores gratuitos e abertos

Último Segundo: A Mozilla acredita que poderá ultrapassar o Internet Explorer ainda em 2009?

Asa Dotzler: Medir a divisão do mercado é algo complicado. Medições variam de acordo com a fonte. Na Mozilla, observamos estatísticas de diversas fontes, como Net Applications, AT Internet Institute (antigo XiTi Monitor) e Gemius. Cada uma dessas organizações de alguma forma enxerga um cenário diferente. A principal razão é que o uso dos navegadores é bem diferente em regiões diferentes e essas companhias fazem as medições em diversas partes do mundo.

Em alguns lugares, o Firefox não somente ultrapassou a fatia de mercado do Internet Explorer como também se tornou o principal navegador, com mais de 50% do uso. Olhando a média global, no entanto, Internet Explorer ainda comanda cerca de dois terços do uso total de navegadores na rede, o que significaria que o Firefox não ultrapassará o IE neste ano.

US: Quando vocês esperam que isso aconteça mundialmente? E no Brasil?
 
Asa Dotzler, da Mozilla
Asa DotzlerDotzler: É realmente muito difícil prever se ou quando o Firefox irá ultrapassar o IE no mercado global. Há quase 5 anos o Firefox 1.0 foi lançado e durante esse tempo alcançamos quase 25% do uso de navegadores em todo o mundo. Os demais navegadores "modernos", Chrome, Safari e Opera, tiveram um crescimento conjunto abaixo de 10% no uso global. Isso significa que o IE tem cerca de 65%. Eles levaram 5 anos inteiros para cair de 95% para 65%.

Um medidor de sucesso mais importante para a Mozilla, no entanto, é avançar na plataforma web para torná-la mais capaz para os desenvolvedores e mais útil para os usuários. E isso nós não conseguimos alcançar tendo mais usuários que o IE, mas sim tendo um ambiente de navegação competitivo, em que browsers são construídos com ferramentas avançadas em JavaScript e aceitando padrões existentes e futuros padrões da rede. Os navegadores "modernos" estão fazendo isso e é a soma de seus mercados que é tanto ou mais importante do que a fatia da Firefox.

Dito isso, podemos influir diretamente apenas na fatia do Firefox, então, estamos sempre trabalhando para torná-lo um navegador melhor e tentando alcançar mais usuários. A maior parte desses usuários vem do Internet Explorer e isso é bom para a internet.

Se o IE continuar caindo na mesma velocidade que vem caindo pelos últimos cinco anos, cairá para abaixo de 50% em algum momento em 2011. Até lá, o Firefox não terá mais usuários que o IE, mas a soma dos usuários de navegadores "modernos" excederia os do IE.

Como eu disse, o Firefox está se saindo melhor em alguns países que em outros. O Brasil é um desses países em que observamos uma adoção fenomenal e, mesmo sendo cuidadoso ao fazer previsões, eu acho que veremos o Firefox ultrapassando o IE no Brasil em breve. O Firefox certamente ultrapassará o IE no Brasil bem antes do que globalmente. (últimas estatísticas no link http://www.netapplications.com/)

US: Esta é uma meta da Mozilla ou é uma consequência natural do crescimento da demanda por software livre? 

Dotzler: O objetivo da Mozilla é melhorar a web ao aumentar a competição e as escolhas dos usuários, e ao inovar e expandir as capacidades para a web. E fazemos isso através do Firefox. Quando fazemos do Firefox um navegador melhor para desenvolvedores e usuários, aumentamos o valor da rede. Quando mais pessoas usam o Firefox, a rede fica melhor. Isso não só porque mais pessoas terão uma experiência melhor na internet com o Firefox, mas também porque incentiva o outro navegador a melhorar seus produtos. Essa competição entre browsers, tão acirrada hoje, é um resultado direto da entrada do Firefox no mercado em 2004 e eu considero que o aumento da competição e de melhores browsers é um grande sucesso da Mozilla.

US: Quais são as principais estratégias para o avanço do Firefox?

Dotzler: Há dois lados óbvios no desenvolvimento de um navegador. Estamos construindo um produto que deve dar aos desenvolvedores de web aquilo que eles precisam para construir melhores aplicativos. Na prática, isso significa coisas como adicionar capacidades ao novo HTML 5 e fazer nossa ferramenta de JavaScript mais rápida. Estamos construindo, ainda, um produto que colocará os usuários mais no controle de sua própria experiência. Na prática, isso significa coisas como melhorar o controle de privacidade por meio do Private Browsing e ajudar os usuários a achar o que eles estão procurando na internet com ferramentas como o AwesomeBar.

Portanto, nossa estratégia deve considerar os dois públicos e temos que prover cada um desses grupos com o mais atrativo e entusiástico pacote de ferramentas do que de qualquer outro navegador disponível hoje. E não podemos parar porque estamos na liderança. A competição é muito forte, então nós temos que continuar melhorando as ferramentas de web para desenvolvedores e usuários. Nós fazemos isso fortalecendo os recursos da comunidade global de contribuintes que nenhum outro vendedor de navegador pode se igualar.

US: Há alguma pesquisa demonstrando qual é a motivação dos usuários que fazem o download do Firefox, em vez de utilizar outros navegadores? As pessoas escolhem Firefox pela usabilidade, preço ou por que acreditam nos ideais open source?

Dotzler: Eu não conheço nenhuma pesquisa científica, mas ouvi de muitos usuários, tanto cara a cara como lendo sobre a experiência deles em fóruns, blogs e Twitter, e eu acredito que quase sempre sobre o que eles conseguem fazer com o navegador do que como o navegador é feito. A habilidade de personalizar o navegador para servir a necessidades específicas é um fator muito importante. O Firefox sempre ofereceu características inovadoras e poderosas, desde o Table Browsing até o AwesomeBar. Se a funcionalidade não está disponível diretamente no Firefox, quase sempre está disponível como uma extensão do Firefox.

Há, é claro, muitas pessoas que gostam do processo open source do Firefox, mas a maioria dos 300 milhões de usuários prefere o Firefox porque tem funcionalidades que fazem sua experiência na rede ser melhor.

Fonte: Último Segundo

by mario luis teza


Tags deste artigo: firefox browser navegador

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.