Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

getaddrinfo: Name or service not known

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

getaddrinfo: Name or service not known

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

Governo de São Paulo libera uso de redes sociais nas repartições

20 de Julho de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1428 vezes

Objetivo é integrar a administração às novas ferramentas e oferecer mais informações aos cidadãos

O governo de São Paulo liberou, no fim de junho, o acesso de todos os servidores públicos a redes sociais como Orkut, Facebook e Twitter. Antes da permissão, cada órgão tinha uma regra própria. O objetivo da mudança é aumentar a participação do poder público nos espaços virtuais e assim melhorar a comunicação com os cidadãos.

A decisão foi tomada no dia 27 de junho pela Secretaria de Gestão Pública e amplia a política estadual de disseminação de informações pela internet. As secretarias de Comunicação, Agricultura e Abastecimento, Cultura e Meio Ambiente já estavam presentes em sites de relacionamento, mas agora a orientação é para que todas façam parte do universo virtual.

"As ferramentas sociais de comunicação usadas pelo governo paulista são um canal interativo de prestação de contas ao cidadão e de divulgação dos serviços a ele oferecidos. Permitir o uso livre das novas ferramentas da internet nos órgãos públicos vai proporcionar um ambiente mais eficiente e favorável de relacionamento com o cidadão", afirmou o secretário de Gestão Pública, Sidney Beraldo.

A liberação segue uma tendência de o governo estar mais presente na internet para se comunicar com os cidadãos. Em São Paulo, os órgãos públicos estão bastante adiantados nesse caminho. Desde abril, o governo paulista divulga suas ações no Twitter [canal de micronotícias, cujo limite é de 140 caracteres por mensagem] e divulga vídeos no Youtube, além de manter perfis no Orkut  e no Facebook e postar fotos no Flickr. Os endereços do governo de São Paulo são: Twitter (@governosp); Orkut, Facebook e Flickr.

De acordo com a Secretaria de Comunicação, responsável pela manutenção e atualização dos sites corporativos do governo, “o objetivo da iniciativa é prestar contas das ações de governo do Estado à sociedade e, por meio dessas ferramentas, manter o cidadão atualizado sobre as políticas públicas”. Em todos os canais, é possível fazer comentários.

Outro órgão que tira proveito das redes sociais para divulgar suas ações é a Secretaria do Meio Ambiente, que disponibiliza informações sobre seu trabalho via wap, tecnologia utilizada para veicular notícias em celulares. A Secretaria de Agricultura e Abastecimento e a Fundação CASA também possuem perfis no Twitter (agriculturasp e FundacaoCASA), por meio do qual liberam informações sobre eventos, feiras e medidas tomadas.

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), por sua vez, tem um podcast (notícias em áudio) semanal em seu site (www.sabesp.com.br) e divulga suas ações por meio do Youtube. Já a Secretaria de Saúde optou por divulgar campanhas e notícias por meio de um blog, o “Saúde em Ação” (http://www.saudeemacao.blogspot.com).

O Programa Emprega São Paulo, vinculado à Secretaria de Emprego e Relações do Trabalho (SERT), decidiu entrar em contato direto com quem está em busca de emprego. A iniciativa envia mensagens de texto para o celular de pessoas cadastradas na secretaria. Desde 1º de março, foram enviadas mais de 100 mil mensagens. A mesma tecnologia foi escolhida pelo Instituto do Coração (Incor) do Hospital das Clínicas para informar pacientes sobre suas consultas.

O governo de São Paulo afirma que a segurança dos sites está garantida para que não haja invasões e as informações transmitidas pelas redes sejam seguras e verdadeiras. A liberação de uso de redes sociais por servidores faz parte da Política de Gestão do Conhecimento e Inovação lançada em janeiro e que visa melhorar o serviço público no estado ao torná-lo mais dinâmico, interativo e inovador.

Data: 16 de julho de 2009
Autor: Marcelo Medeiros

* fonte: Guia das Cidades Digitais


Tags deste artigo: facebook orkut são paulo twitter cidades

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.