Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

getaddrinfo: Name or service not known

Software Libre Peru

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

getaddrinfo: Name or service not known

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

Está no ar o novo beta do Firefox 4.0 b8 para testes

23 de Dezembro de 2010, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1242 vezes

http://www.baixaki.com.br/imagens/68232/111744.jpg

A Mozilla é, possivelmente, uma das empresas com melhor estratégia para beneficiar o usuário final do navegador alternativo mais utilizado atualmente. O Firefox tem conquistado uma legião de usuários e programadores justamente por oferecer segurança, velocidade e novos recursos.

De tempos em tempos a Mozilla lança versões do tipo “Developer Preview” (Prévia para o desenvolvedor). Essas versões ganham o nome de Minefield, pois são aplicativos que não possuem estabilidade perfeita, fator que as torna verdadeiros “campos de minas”.

O Minefield é um navegador bem interessante para desenvolvedores, pois traz os recursos da nova versão. Apesar de ele ainda não ser estável, os programadores podem utilizar as novidades da Mozilla para criar novos aplicativos e conteúdos para o navegador.

A mais recente versão do Mozilla Firefox Developer Preview chamou muita nossa atenção, pois traz algumas mudanças bem significativas, tanto visuais como em relação ao seu desempenho. Como nosso foco é sempre trazer os melhores conteúdos para o público interessado em tecnologia, resolvemos compartilhar esta versão com todos os usuários do Baixaki.

Atenção! Versão para testes

Este software NÃO DEVE substituir seu navegador padrão e recomendamos que você NÃO ACESSE contas de email ou de banco usando este software. Apesar de não ocasionar erros, o Minefield não é recomendado para uso diário, porque ainda existem algumas brechas e falhas no código do programa.

Visual renovado

Se você acompanha o Baixaki constantemente, deve ter visto o artigo sobre o Firefox 4. Caso você não tenha lido, talvez se surpreenda com algumas alterações que a Mozilla está planejando. Uma das grandes novidades é a possibilidade de usar as abas no topo. Obviamente, o recurso não vem ativado por padrão, por isso você deve efetuar os seguintes passos para visualizar as abas na nova posição:

1) Clique no menu “View” (Visualizar);

2) Acesse a opção “Toolbars” (Barras de Ferramentas);

3) Marque a opção “Tabs on Top” (Abas no Topo).

Abas no   topo

Além dessa novidade, a Mozilla incluiu o novo menu na mais recente versão do Minefield. Vale salientar que este recurso também não é ativado por padrão e não há uma opção específica para habitá-lo, todavia, há um pequeno truque que possibilita o uso do menu “Minefield” (nome temporário que será alterado na versão final do navegador).

Retirar   a Menu Bar

Centralizado em um botão

Se o visual do navegador promete uma interface mais limpa e despoluída, isso pode ser percebido na centralização de muitas funções no botão “Minefield”, que depois do lançamento oficial deverá se chamar Firefox.

Caso isso não agrade ao usuário, acessando a opção “Customize” e clicando em “Menu bars” você ativa os menus na parte superior da tela, como sempre foi utilizado no browser da Mozilla.

Visualização de complementos

Antes alguns usuários – principalmente novatos no Firefox – tinham problemas em gerenciar os complementos e, muitas vezes, acabavam não tirando o máximo possível da função pelo fato de simplesmente não conseguirem.

Firefox 4.0b2 pre

Nesta nova versão os complementos são expostos em uma aba separada, chamada de “Add-ons Manager”, e não numa janela popup como antigamente. O menu lateral do gerenciador facilita muito o acesso a quaisquer complementos, demonstrados separadamente e com informações a seu respeito.

Mais leveza e velocidade na navegação

Um dos problemas antigos e brutalmente atacados pelos seus críticos sempre foi o consumo de memória do Firefox. Nesta nova versão, ele caiu dos 200 MB de RAM, habituais no uso do Firefox 3.6, para em média 175 MB, mesmo com algumas oscilações.

Firefox 4.0b2 pre

Como um dos pontos-chave mais importantes para os navegadores, a velocidade de navegação também mudou, e ficou mais rápida. Isso se deve principalmente à utilização do Direct2D, um recurso que acelera o processo de carregamento quando existem imagens e diversos elementos na página. Esta ferramenta não significa um “peso” a mais para o navegador, pois funciona perfeitamente em quaisquer máquinas, até mesmo em computadores com configurações mínimas.

Vídeos com o novo codec WebM

Há algumas semanas o Baixaki anunciou a chegada do novo K-Lite Codec Pack, o qual trazia suporte para o codec WebM. Todavia, até então os conteúdos que o usavam estavam escassos e usuários comuns não podiam visualizar vídeos na internet com o WebM.

Com a versão atual do Mozilla Firefox Developer Preview já é possível conferir vídeos no YouTube utilizando o WebM em conjunto com o HTML5. O navegador já vem com o codec habilitado, sendo que o usuário precisa realizar algumas etapas no próprio YouTube para acessar vídeos com o novo codec. Confira:

1) Acesse o YouTube;

2) Realize sua busca. Preferencialmente busque por conteúdos internacionais (o termo “trailers” resulta em diversos vídeos compatíveis), pois não há muitos vídeos convertidos para HTML5;

3) No campo de endereços acrescente o seguinte ao final da URL: “&webm=1”

4) Clique no vídeo desejado;

5) O vídeo deve aparecer como na imagem abaixo, com o logo “HTML5 + WEBM” na parte inferior da player de vídeo.

Vídeo em   reprodução com HTML5 e WebM

Análise completa

Os recursos acima são apenas alguns dos tantos elementos surpresa que a Mozilla pretende inserir na versão 4 final do Firefox. Se quiser saber maiores informações, leia o artigo Firefox 4: primeiras impressões e fique ligado no Baixaki para conhecer mais sobre as novidades acessíveis na mais recente versão do Mozilla Firefox Developer Preview.

Faça download aqui

* fonte: Baixaki


Tags deste artigo: navegador open source firefox mozilla software livre web internet browser

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.