Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

Linux Magazine

getaddrinfo: Name or service not known

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

Invalid feed format.

Linux.com

SSL_connect returned=1 errno=0 state=error: certificate verify failed

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

Guia do Hardware

HTTP redirection loop: http://www.guiadohardware.net/erro/

Convergência Digital

503 Backend fetch failed

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Software Libre Peru

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

getaddrinfo: Name or service not known

Soft Libre Honduras

redirection forbidden: http://preguntaslinux.org/syndication.php -> https://preguntaslinux.org/syndication.php

Linux Rep.Dominicana

404 Not Found

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

Em Portugal, segundo MP, é legal baixar arquivos de mídia via redes P2P

28 de Setembro de 2012, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 2222 vezes

Enviado por Sorig (sorigΘnonono·com):

“Vi primeiro no Slashdot, mas a notícia (em português) é do Jornal de Negócios.

A seguir um trecho do texto original: O Ministério Público (MP) considera que é lícito descarregar músicas e filmes na internet através de redes de partilha de ficheiros (P2P), desde que essa partilha não se destine a fins comerciais. A notícia é avançada pela “Exame Informática”, depois de o Ministério Público ter decidido arquivar uma queixa apresentada em 2011 pela Associação do Comércio Audiovisual de Obras Culturais (ACAPOR) contra 2.000 pessoas que descarregavam cópias de produtos culturais em redes de partilha de ficheiros (PSP) em Portugal.” [referência: jornaldenegocios.pt]




Fonte: http://br.linux.feedsportal.com/c/34277/f/623547/s/23e9f927/l/0Lbr0Elinux0Borg0C20A120Cem0Eportugal0Esegundo0Emp0Ee0Elegal0Ebaixar0Earquivos0Ede0Emidia0Evia0Eredes0Ep2p0C/story01.htm

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.