Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

Linux Magazine

getaddrinfo: Name or service not known

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Software Libre Peru

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

getaddrinfo: Name or service not known

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

Bish: uma linguagem com sintaxe típica deste século, que compila para scripts Bash

30 de Março de 2015, 9:30 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 772 vezes

Quem já domina as formas típicas das shells derivadas da Bourne Shell (incluindo o Bash) pode não sentir necessidade nenhuma disso, mas quem está acostumado a linguagens de programação de uso geral, com suas formas estritas de separar parâmetros, interpolar variáveis, definir e chamar funções, separar blocos de código, etc., pode vir a gostar da ideia do Bish, que implementa uma linguagem nova (e com sintaxe que lembra linguagens de programação populares) que, ao compilar, gera scripts Bash correspondentes. (via github.com - “Home · tdenniston/bish Wiki · GitHub”)

O artigo "Bish: uma linguagem com sintaxe típica deste século, que compila para scripts Bash" foi originalmente publicado no site BR-Linux.org, de Augusto Campos.


Fonte: http://br-linux.org/2015/01/bish-uma-linguagem-com-sintaxe-tipica-deste-seculo-que-compila-para-scripts-bash.html

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.