Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tux Chile

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

getaddrinfo: Name or service not known

Soft Libre Honduras

getaddrinfo: Name or service not known

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

Aeronáutica: caso de sucesso de implantação do Expresso Livre

7 de Julho de 2010, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1776 vezes

Com mais de 20 mil contas de e-mail no Expresso, Aeronáutica ratifica a robustez da solução de correio eletrônico que está sendo adotada por diversos órgãos da Administração Pública em todo país.

Em 2008, a Corporação começou a fazer testes de viabilidade para a adoção do Expresso. O Centro de Computação da Aeronáutica de Brasília - CCA-BR foi o responsável pelo projeto de migração e implantação do Correio Livre Expresso. Em fevereiro de 2009, o Centro finalizou este processo.

Anteriormente a instituição já utilizava uma solução livre, o Qmail, que havia substituído o Exchange da Microsoft, porém a mesma não atendia mais as necessidades dos usuários. Diante desta constatação, a equipe de tecnologia começou a trabalhar e pesquisar novas ferramentas de correio, desenvolvidas em plataformas livres.

A Aeronáutica abriu uma licitação para o desenvolvimento de um produto que envolvesse: Postfix, DNS, Squid, Apache, Samba, Cacti, Zabbix, PHP, Postgree e outros. "Tudo sendo gerenciado por uma interface web, e o principal, deveria ser em software livre e com transferência de código, conhecimento e treinamento", ressaltou o militar Humberto Moraes, gerente do CCA-BR. De acordo com ele, o valor apresentado pelas empresas era exorbitante, o que tornava o projeto inviável. 

Foi durante a Latinoware 2007 que a Aeronáutica encontrou a solução para o seu problema. A apresentação do Expresso pela Companhia de Informática do Paraná - Celepar despertou o interesse da corporação. Neste mesmo ano, o Serpro começou a implantação do Expresso, assim como outras instituições públicas, essa integração deu mais força e robustez a solução da Celepar. "O Expresso tornou-se a melhor opção em virtude de ter o respaldo de uma equipe de desenvolvimento comprometida. Além disso, ele não é apenas correio eletrônico, a ferramenta agrega outras facilidades como: workflow, stant messenger, calendário e outras", afirmou Moraes. 

A única alteração que a corporação teve necessidade de implementar foi alguns ajustes no módulo de agenda para adequar-se a realidade da Aeronáutica. Humberto completa que o intuito sempre foi utilizar a versão disponibilizada pela comunidade, no endereço www.expressolivre.org, para manter a linha do projeto original. 

O militar destaca que o fato do Expresso utilizar componentes como: Postfix, Apache, Open LDAP, Cyrus IMAP, entre outros, permite que a solução não fique aprisionada ao fornecedor e, consequentemente, a descontinuidade do produto. "Caso o projeto Expresso seja descontinuado pela comunidade, temos condições de manter o serviço em pleno funcionamento". Ele ressalta a importância do desenvolvimento de uma ferramenta livre de correio eletrônico para o Governo. "Esta iniciativa tornou possível uma economia de recursos, tendo como consequência o redirecionando para capacitação e fomento do uso do software livre", concluiu.

Compartilhe
Compartilhe exemplos de migração para ferramentas livres da sua instituição pública. Envie sugestões para cisl@serpro.gov.br.

* fonte: Serpro - Comunicação CISL - Brasília, 1º de julho de 2010


Tags deste artigo: serpro curitiba expresso cisl paraná aeronáutica celepar

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.