Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

Invalid feed format.

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

A VERDADE SOBRE A GREVE DA CELEPAR

9 de Novembro de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1834 vezes

O movimento paredista da CELEPAR está sendo um sucesso, aproximadamente 800 trabalhadores demonstraram para a direção da empresa que não estavam brincando, respeito é bom e todos gostam. Segue Moção de Repúdio encaminhada a Direção da Empresa

A VERDADE SOBRE A GREVE DA CELEPAR

MOÇÃO DE REPÚDIO

O SINDPD-PR em sua função precípua de defender os interesses dos Trabalhadores repudia veementemente nota publicada pela empresa em seu Sítio Oficial no dia 04/11/2009 e através dessa moção vêm a público esclarecer:

1-     Diferente do que está sendo divulgado, o motivo da GREVE não é a Redução das Horas extraordinárias determinada pela diretoria. Portanto, a empresa continua mentindo e demonstrando descompromisso com a imagem da Instituição e dos trabalhadores. O SINDPD-PR de forma alguma concorda com os abusos cometidos pela direção da empresa exigindo jornadas extenuantes e ilegais dos trabalhadores.

2-     Os itens, conforme a empresa divulga que foram atendidos (diminuição do intervalo de almoço para uma hora, fim das restrições para auxílio educação e o fim da grade de cursos graduação) eram flagrantemente ilegais e seriam consideradas nulas perante o judiciário em nosso entendimento.

3-     Reiteramos que, devido à falta de diálogo e a quebra de confiança perante os trabalhadores, faz-se necessário trazer a público que a GREVE continua por tempo indeterminado e se justifica pelos seguintes pontos:

a)     Cumprimento total do Acordo Coletivo de Trabalho firmado em junho do corrente ano.

b)    Retomada imediata das negociações Intra-Acordo, com cronograma definido para implementação do PCS (plano de cargos e salários), PLR (participação de lucros e resultados) e PDVA (plano de demissão voluntária para aposentados).

c)    Respeito à representação legal dos trabalhadores, o SINDPD-PR, respondendo a todos os ofícios protocolados em prazo razoável, dentre os quais, o que pede esclarecimentos sobre os assessores (quantos são, quais são as funções etc).

Ressaltamos mais uma vez que a consequência das atitudes truculentas e desrespeitosas da direção da Celepar culminou no movimento de greve que já conta com a adesão de mais de 80% dos trabalhadores.

Essa moção foi aprovada por unanimidade em assembléia realizada hoje (06/11/2009), às 10h00 pelos trabalhadores presentes.

Diretoria Colegiada do SINDPD-PR


Tags deste artigo: ariel greve celepar

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.