Gehe zum Inhalt
oder

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

404 Not Found

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Mein Netzwerk

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

getaddrinfo: Name or service not known

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

Linux Rep.Dominicana

404 Feed not found error: FeedBurner cannot locate this feed URI.

 Zurück zu FREE SOFTWAR...
Vollbild

A presença do Governo do Paraná na Internet, com Software Livre XOOPS

Dezember 6, 2011 0:00 , von Software Livre Brasil - 0no comments yet | Es folgt noch niemand diesem Artikel.
852 Mal angesehen:

Quando o governo brasileiro resolveu montar a espinha dorsal da Internet em nosso país, a ideia era instalar servidores nas Universidades Federais em cidades polo, por alguma razão, especificamente no Paraná, o computador acabou instalado na Companhia de Informática do Paraná - CELEPAR. O que veio facilitar a presença do Governo do Paraná desde muito cedo na Internet e confirma o pioneirismo da CELEPAR.

Em 1995 entrava em produção o site www.pr.gov.br, uma tela com fundo branco, alguns links de informações e de incipientes serviços prestados à cidadania e reunidos sob o título de "Rede Cidadão". Outra parte importante deste site era o serviço de ensino à navegação na Internet associado com alguns motores de busca.

http://www.celepar.pr.gov.br/arquivos/Image/ASCOR/logos_celepar/Logo_Celepar_2011.jpg

Naquele momento, a maioria das pessoas e boa parte das organizações não estavam familiarizadas com a Internet e sequer imaginavam suas vantagens ou possibilidades. Porém, com a explosão da rede em todo o mundo criaram-se novas demandas e consequentemente novas tecnologias para atendê-las.

Havia na CELEPAR uma organização interna centrada na criação de sites utilizando o formato HTML. Depois de construído o site e disponibilizado na web, a CELEPAR continuava com a responsabilidade pela manutenção. As solicitações eram enviadas pelos clientes através de correio eletrônico.

Na falta de ferramentas de mercado capazes de prover melhoria no processo, a CELEPAR desenvolveu um produto que possibilitava ao cliente publicar notícias e este passou a ser integrado em todo site produzido a partir de 1999. Optou-se pela utilização do Lotus Notes, um sistema cliente-servidor de trabalho colaborativo e de e-mail.

Devido o acréscimo de serviços e visto que a maioria dos órgãos do Governo necessitava dispor conteúdos diversos na web, tornou-se imprescindível um ambiente de maior organização, liberdade de publicação, agilidade e responsabilidade distribuída. Para isto, era preciso promover algumas modificações na CELEPAR: a) criar um setor específico, agrupando uma equipe com conhecimentos de desenvolvimento web focada na produção de sites e portais. b) abandonar o HTML, que tornava o cliente dependente da CELEPAR para a manutenção dos sites, além de ser um risco na segurança do ambiente web como um todo. c) distribuir a habilidade e o direito de postar conteúdos diretamente aos clientes proporcionando-lhes a autonomia desejada, sem perder o controle do ambiente e, sobretudo, distribuindo também responsabilidades pelo conteúdo publicado. d) buscar alternativas de plataforma tecnológica que garantissem eficiência a um ambiente em constante crescimento.

Diversas soluções foram examinadas, com suas vantagens e desvantagens. Todas, com a possível exceção do ZOPE (Z Object Publishing Environment), um servidor de aplicações web de código aberto, eram de tecnologia proprietária e tinham custos significativos, começando em patamares próximos a US$ 50.000 e indo além deste valor.

Em 2003, após testes e avaliações, a CELEPAR optou pelo desenvolvimento de uma ferramenta própria para a criação de sites, baseada no XOOPS (eXtensible Object Oriented Portal System), um sistema de gestão de conteúdo CMS (Content Management System) – em código livre que utiliza a linguagem de programação PHP (Hypertext Preprocessor) orientada a objetos e lançada sob os termos da Licença Geral Pública - GPL.

Trabalhando com o escopo de evolução para uma nova metodologia de desenvolvimento de sites e portais, aplicando e aprimorando a utilização dos princípios de legibilidade, usabilidade, navegabilidade, acessibilidade e padrões de interoperabilidade, em cada projeto, foi criada a Gerência de Serviços de Comunicação Multimídia - GSCM o que propiciou o modelo de uma Agência Digital para a gestão dos processos produtivos ligados ao desenvolvimento de sites e portais para o Governo do Estado do Paraná.

A meta de alcançar a excelência no desenvolvimento dos produtos fez com que o pacote da ferramenta fosse aprimorado, dessa forma surgiu uma nova versão, o XOOPSCelepar, sendo recentemente substituído por outra de nome XV3. Toda vez que um módulo é modificado, tal modificação é analisada e se pertinente, passa a integrar definitivamente a biblioteca de módulos padrão do XV3.


Implantado o GPcel, a partir do segundo semestre de 2005, iniciou-se um processo de migração em direção a esta nova tecnologia. Isso significou o empenho em passar todos os sites em produção de HTML para essa plataforma. Trabalho que se acelerou em 2006, quando a Justiça Eleitoral determinou inúmeras e urgentes modificações em todos os sites vinculados ao Governo do Estado.


A Agência de Notícias do Governo do Paraná foi uma das primeiras experiências na utilização do XOOPS. A demanda atendida apresentou as seguintes características: (a) publicação de conteúdos vinte e quatro horas por dia, sete dias por semana, (b) atualização geograficamente descentralizada, (c) conteúdos multimídia interligados (textos, fotos, vídeos, áudios), (d) múltiplos papéis (redator, editor, diretor,...). O resultado foi um portal dinâmico, estável e robusto que, dentro das exigências, superou expectativas. Na época a Secretaria de Comunicação Social adquiriu direitos e autonomia que romperam barreiras e paradigmas ao publicar conteúdos de qualquer local a qualquer momento.

Os ganhos se traduziram no sucesso da iniciativa e sinalizaram a troca definitiva de plataforma. Foi assim que a partir de 2006, todas as demandas passaram a ser construídas com o XOOPSCelepar (primeira evolução do GPcel).

A mudança do modelo redirecionou os esforços da GSCM agregando novas atividades importantes para apoiar a criação dos sites e portais. Exemplo disso é a tarefa de treinar usuários designados pelo cliente como administradores do site, como responsáveis diretos pela inclusão, exclusão e alteração de conteúdos apresentados de diferentes formas como texto, vídeos, imagens, áudios, etc.

Em março de 2009 foi lançado o novo Portal do Governo do Paraná (www.cidadao.pr.gov.br), projeto que se tornou reflexo do desempenho nos últimos anos. Na sua construção optou-se por um design mais ergonômico, com a segmentação por públicos: cidadão, empresas, turistas, governo e agência de notícias. Por trás deste foco, houve a implantação do inédito Catálogo de Serviços do Estado, um aplicativo que categoriza, pela exigência de CPF ou CNPJ, os principais serviços presentes nos mais de 400 sites e portais do Governo.

Outra iniciativa importante associada a gestão efetiva no desenvolvimento de sites e portais, foi a edição do Decreto Estadual nº 4.477 de 24/03/09, delegando à CELEPAR e à Secretaria de Comunicação do Estado a autoridade para estabelecer diretrizes, propor projetos integradores e definir padrões para todo o Governo do Estado do Paraná.

Em 2011 inaugurou-se o Novo Portal do Governo do Paraná estabelecendo padrões de comunicação inovadores, adotando-se uma gestão estratégica no desenvolvimento Web para todos os órgãos, autarquias e vinculadas da administração direta e indireta do Governo do Estado do Paraná.

De acordo com a filosofia do compartilhamento, a CELEPAR também se dispõe na disseminação do conhecimento, ministrando cursos, participando de eventos e sendo parceria de outras esferas de governo.

A CELEPAR tem buscado criar produtos inovadores de acordo com padrões de interoperabilidade e boas práticas mundiais, estabelecendo conceitos visuais e ergonômicos para as interfaces que resultem em produtos intuitivos, agradáveis e de fácil operação.

Assim, itens de acessibilidade também foram contemplados no desenvolvimento dos sites e portais, através da mudança de estrutura de linguagem e da arquitetura da informação, dessa forma os sites desenvolvidos pela empresa tem buscado propiciar a aproximação do Governo ao seu grande cliente , ou seja o cidadão.

por Christianne Steil

* fonte: Celepar


Tags zu diesem Artikel: celepar furusho xoops

0no comments yet

Einen Kommentar schreiben

Die Felder sind zwingend erforderlich.

Wenn Sie ein registrierter Nutzer sind, dann können Sie sich anmelden und automatisch unter Ihrem Namen arbeiten.