Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

 Voltar a Ajude a resp...
Tela cheia Sugerir um artigo

Questão 2

10 de Maio de 2012, 0:00 , por Software Livre Brasil - 99 comentários | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1018 vezes

Quais são as vantagens e desvantagens encontradas pelos usuários de computador, sejam eles usuários domésticos, empresas, órgãos públicos, entre outros, na utilização de Sistemas Operacionais, Aplicativos para Escritório (processador de texto, planilhas eletrônicas, ferramentas de criação de slides, gerenciadores de bancos de dados, entre outros tipos de software), navegadores de Internet, dentro outros programas, baseados na concepção de Software Livre ?

 

Responda nos comentários e não deixe de incluir fontes e links que comprovem as informações.


55 comentários

Enviar um comentário
  • Aa17b1161fb94d27311e2187a3513571?only path=false&size=50&d=404Diogo Fernandes(usuário não autenticado)
    11 de Maio de 2012, 11:30

    Segurança e Simplicidade

    Um computador, seja ele servidor ou desktop para usuários, é sabidamente mais seguro quando rodando software livre, essencialmente por causa do seu ecossistema e filosofia de controle de acesso. Enquanto os produtos da Microsoft são visados por desenvolvedores de malwares que hoje são essencialmente utilizados para capturar dados sensíveis dos usuários para depois lesá-los financeiramente devido à forma monolítica com que o sistema operacional foi escrito (todas as aplicações dependem das mesmas bibliotecas e dos mesmos softwares de base, como o navegador Internet Explorer para rodarem), além de uma estrutura de permissões de execução mal projetada e susceptível a falhas e explorações, que torna o desenvolvimento e disseminação desses malwares mais simples, sistemas de software livre e código aberto voltados à plataformas Unix valem-se das características de produtos projetados de dentro para fora, para serem seguros e evitarem que usuários comuns possam fazer coisas que danifiquem o sistema. O sistema operacional Windows foi pensado para ser utilizado por somente um usuário, enquanto sistemas operacionais Unices (nos quais os sistemas operacionais livres se baseiam) foram pensados para serem utilizados por vários usuários rodando vários processos ao mesmo tempo.

    Enquanto é muito mais simples administrar, instalar programas e manter atualizado um SO livre, graças a seus repositórios e gerenciadores de pacotes e a toda uma comunidade que os mantém, eventuais falhas de segurança em um produto são rapidamente corrigidas. Uma correção de falha leva semanas para ser disponibilizada pela Microsoft. Uma correção de falha de algum software livre leva apenas algumas horas. Uma falha de segurança de um sistema Microsoft afeta o sistema operacional inteiro. Uma falha de segurança num sistema de software livre afeta apenas aquele produto.

    Para instalar algo em um sistema Microsoft Windows você deve adquirí-lo ou encontrá-lo, efetuar seu download, executar sua instalação e sanar eventuais problemas de atualizações e então utilizar o programa. Para instalar algo em um sistema Linux com um gerenciador de pacotes e repositórios, basta a execução de um comando, e tudo é resolvido.


  • Gus2 1 minorgusrubin
    11 de Maio de 2012, 12:17

    Liberdade e transparência

    Além dos diversos itens apresentados pelo Diogo Fernandes, eu considero que a garantia de liberdade de escolha e conhecimento integral da tecnologia que o software livre dispõe para os usuários de computador seja uma das suas características mais importantes.


  • A963f1e05e1db716371063a95208fef8?only path=false&size=50&d=404Jorge De Araujo(usuário não autenticado)
    13 de Maio de 2012, 22:55

    Identidade

    O principal atributo do SL é a liberdade. Liberdade de escolha, liberdade de correr riscos, liberdade de não correr riscos, etc. Com SL, independente da sua segurança e desempenho, o indivíduo tem autoridade sobre o seu equipamento. Ele pode executar a tarefa que desejar, no momento que desejar e não ficar sujeito à regras de uma ou outra empresa, seja estrangeira ou nacional. Não poder fazer algo por que o "software não quer que tu faça" é a coisa mais, insuportavelmente, angustiante que existe em termos de uso de tecnologia. Tu teres um equipanto "capaz" e ser impedido por interesses de uma empresa é o fim! É um atentado contra minha propriedade, minha liberdade, minha autonomia.


  • 5866ef29a16276247c289d645e28a213?only path=false&size=50&d=404Bremm(usuário não autenticado)
    13 de Maio de 2012, 23:38

    Código aberto

    A grande sacada do software livre é o fato de seu código ser aberto. Ter acesso aos fontes do programa permite que sejam feitas auditorias e melhorias em sua implementação. Existe uma gama de licenças livres que podem ser usadas em softwares de código aberto.

    E por fim, mas não menos importante, o código aberto fomenta pesquisa e desenvolvimento no meio acadêmico.


  • Avatar192x192 minorAlexandre Haguiar
    18 de Maio de 2012, 13:30

    SL no Governo

    Diversas instancias do governos se tornaram reféns de algumas empresas de informática. Não licitam mais a compra de desenvolvimento de softwares os quais ao final ficam ao menos com o código fonte. Em diversos contratos o estado entra somente como assinante de um conjunto de serviços que não tem nem ideia de como funcionam. Este tipo de relacionamento cria uma dependência inexorável com estas entidades privadas que se tomam a maquina pública como refém podendo extorquir dinheiro a vontade. Observe por exemplo o grupo de empresas e-governe.com, eles quarterizam diversos tipos de serviços como serviços de saúde, pregão eletrônico, segurança... serviços que não eram para estar no controle de empresas privadas.


Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.