Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

"Ninguém é mais escravo do que aquele que se considera livre sem o ser."
(Goethe)

"Quando trabalhamos só com mira nos bens materiais, construímos nós próprios a nossa prisão. Encarceramo-nos, sozinhos com as nossas moedas de cinza, que não compram nada que valha a pena viver."
(Saint-Exupéry, Terra dos Homens)

"Não é possível libertar um povo, sem antes, livrar-se da escravidão de si mesmo. Sem esta, qualquer outra será insignificante, efémera e ilusória, quando não um retrocesso. Cada pessoa tem sua caminhada própria. Faz o melhor que puderes. Sê o melhor que puderes. O resultado virá na mesma proporção de teu esforço. Compreende que, se não veio, compete-te a ti (a mim e a todos) modificar as tuas (nossas) técnicas, visões, verdades, etc."
(Mahatma Gandhi)

 Voltar a Universidade...
Tela cheia

Apresentação

30 de Dezembro de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 480 vezes

 

Este blog será utilizado para documentação de um projeto pessoal realizado por mim, Alexandre Silva Parmindo, aluno do quarto ano do curso de graduação em Ciência da Computação da Faculdade de Ciêcias e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista (FCT - UNESP), localizada na cidade de Presidente Prudente - SP.

Este é um projeto criado com o intuito de elucidar os conceitos de liberdade de software, apresentar um breve histórico de como surgiram tais conceitos, as vantagens no uso de tais softwares (e desvantagens na manutenção dos softwares proprietários), estudar o atual estado da Faculdade de Ciências e Tecnologia acerca do uso de softwares, apresentar razões para uma possível migração usando softwares livres, criar uma metodologia para a migração nos setores cabíveis além de fomentar o debate nos órgãos colegiados sobre este que tornou-se um assunto crucial nos principais setores de nossa sociedade.

Existe hoje um quadro de dependência gigantesco nesta universidade, e acredito não ser apenas no campus de Presidente Prudente. Atualmente se encontra impossível a utilização de padrões de documentos abertos (ODF) pelos alunos da FCT, não ocorre nos órgãos colegiados uma discussão acerca do assunto, não são criadas propostas de contabilidade dos gastos com licenciamento de software, enfim, não existe qualquer tipo de atuação para tornar claras as implicações do uso de software proprietário em nossa faculdade.

Exporei as discussões realizadas com alunos, professores ou funcionários e seus resultados, além de demonstrar (se existirem) quais argumentos serão utilizados para inviabilizar este projeto.

Desde já agradeço àqueles que me ajudaram a iniciar este trabalho e aos futuros apoiadores.

 

"Não devemos acreditar na maioria que diz que apenas as pessoas livres podem ser educadas, mas sim acreditar nos filósofos que dizem que só as pessoas educadas são livres." (Epiteto)


Tags deste artigo: universidade faculdade unesp ciência tecnologia presidente prudente fct liberdade universidade pública

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.