O Dia do Marketing Digital

22 de Agosto de 2011, por Desconhecido - 0sem comentários ainda
DigitalisYeltsin Lima | DicasWP

Vai rolar em Recife, no dia 27 de agosto de 2011, o “Dia do Marketing Digital” com o profissional gaúcho Rafael Comin, para apresentar ao mundo corporativo local as novidades da era digital e as novas mídias aplicadas aos negócios. É uma oportunidade única para empresários, publicitários e blogueiros que atuam neste segmento.

Os objetivos do curso são: Capacitar o aluno a planejar, executar, controlar e monitorar campanhas de marketing digital; Proporcionar ao aluno conhecer e dominar as principais ferramentas e técnicas existentes na área; Introduzir e desenvolver conceitos sobre internet, comunicação interativa, marketing digital e métricas para web; Desenvolver habilidades de planejamento estratégico de campanhas digitais; Possibilitar ao aluno conhecer o funcionamento dos principais mecanismos de busca do mercado; Apresentar procedimentos, técnicas e ferramentas atuais para o desenvolvimento de projetos de marketing digital; Desenvolver habilidades de inteligência analítica em projetos web.

O público alvo são estudantes de Graduação e Pós-Graduação em Publicidade, Propaganda, Comunicação ou Administração com ênfase em Marketing; Empresários, Agências/Consultores de PP, Marketing e Negócios; Gerentes de eCommerce e de sites; Editores de conteúdo de sites e Blogs; Blogueiros.

Conteúdo Programático
  • A nova era digital
    • A internet no Brasil
    • Perfil do consumidor atual
      • Consumidor on-line x consumidor off-line
    • Novos meios de comunicação
    • Comunicação interativa
    • A transformação do plano de marketing
    • Novos modelos de negócios
  • Marketing Digital
    • Marketing Digital x Marketing Atual
    • Conceitos do marketing digital
    • Plataformas, ferramentas e tecnologias
    • Casos de sucesso
  • Planejamento Estratégico Digital
    • Diferença entre marketing e planejamento digital
    • Principais conceitos
    • Perfil do profissional
    • Tipos de análises
    • Mapeamento público-alvo
    • Organizando informações
    • Planejando na prática
    • Cases de Sucesso
  • Marketing de Conteúdo
    • Porque marketing de conteúdo
    • Planejamento e criação de conteúdo
    • A relevância do conteúdo para o marketing digital
    • Blogs
      • Estrutura
      • Blogs profissionais e empresariais
    • Plataformas
    • Implementação e divulgação
  • Mídias e Redes Sociais
    • Mídias Sociais x Redes Sociais
    • Marketing em Mídias Sociais
    • As principais mídias sociais
      • Orkut
      • Facebook
      • YouTube
      • MySpace
      • LinkedIn
      • Twitter
    • Como utilizar de forma correta as mídias sociais
    • A correta utilização das mídias sociais
  • Email-Marketing
    • Definições
    • Email Marketing x News
    • SPAM
    • Estratégias para criar um banco de dados de emails
    • Vantagens e desvantagens
    • Otimizando resultados
  • Marketing Viral
    • Definições marketing viral
    • Estruturas e regras de uma ação viral
    • Estudos de caso
  • Pesquisas Online
    • Como elaborar uma pesquisa-online
    • Ferramentas para pesquisa
    • Estrutura de uma pesquisa online
    • Tipos de pesquisa
  • SEM (Serach Engine Marketing)
    • Funcionamento dos Mecanismos de Busca
      • Classificação
      • Rastreamento
      • Indexação
      • Publicação
    • Principais Mecanismos de Busca
      • Google
      • Bing
      • Yahoo!
    • O mercado de Mecanismos de Busca
    • Porque investir em MOB?
    • SEO x Links Patrocinados
  • SEO
    • O que é SEO?
    • Definições e Conceitos
    • Técnicas SEO
    • Planejamento
      • Identificação do Problema
      • Mapeamento Público Alvo
      • Definindo palavras-chaves
      • Definindo conteúdo
      • Estruturando o conteúdo
    • Usabilidade
    • Programação
    • Títulos
    • Meta Tags

O curso será realizado no Auditório da Faculdade de Ciências Humanas – ESUDA, localizada na Rua Bispo Cardoso Ayres, s/n, no bairro de Santo Amaro, Recife. Acontecerá no dia 27 de agosto de 2011, das 08h às 12h e das 14h às 18h, com duração de Carga Horária de 8 horas. O investimento é:

  • R$250,00 para a inscrição individual e
  • R$150,00 para estudante.

À Vista, em 1+2 no Cheque para 30/60 dias ou em até 3X no Visa, Master, Dinners ou Cabal.

Mais informações no site da Digitalis Consult e pelos telefones (81) 3038-1069 e (81) 3038-9006

Termos que originaram visitas para esse artigo:



Groupon tem prejuízo e reduz investimentos em Marketing

10 de Agosto de 2011, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Como havia dito alguns meses atrás, creio que diversos sites de compras coletivas terão fim. O Groupon registrou um prejuízo de US$102,7 milhões de dólares para o segundo trimestre de 2011 (veja que falamos de trimestre, não semestre), bem mais do que o prejuízo do mesmo período no ano de 2010, que foi de US$36,8 milhões de dólares. Com o prejuízo, a empresa reduziu bastante o número de investimento em Marketing, caindo quase US$100 milhões de dólares. O faturamento da empresa, contanto, saltou de US$644,7 milhões para US$878 milhões, tendo em vista o constante crescimento no número de assinantes. O faturamento, contanto, mesmo após o crescimento, não supera o débito, que cresce cada vez mais.

Acredito que com o crescimento exagerado, a empresa não tenha sabido lidar com a administração… E não vamos dizer que isso é normal, 100 milhões de dólares de prejuízo, para mim, é bastante coisa. Houve uma contratação de mais de mil funcionários em todo o mundo, e isso representa um investimento cada vez maior. Existem sites de compras coletivas grandes, que conseguem operar com um número bem menor de funcionários e gerar conseqüentemente um débito muito menor.

Enfim, não creio que o Groupon vá, em tese, falir. Haverá sim, futuramente, uma quitação desse débito, e conseqüentemente, poderá haver demissões em massa. Mas, por enquanto, ele vai indo…

Termos que originaram visitas para esse artigo:



O Marketing sobreviverá a 2012?

10 de Agosto de 2011, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Interessante a abordagem feita pela Vera Costenaro, ao blog Amo Marketing sobre o “fim do mundo do ano 2012″ e sobre como será o futuro do marketing tendo em vista essa mudança no modo de vida, se tornando menos materialista para se tornar mais humano. Sinceramente, creio que o consumo perderá força nos próximos anos, compramos cada vez mais, sem fundamento. Se tornamos vítimas do capitalismo, e sim, isso está saindo da mente de um futuro publicitário. O marketing futuro será algo bem mais focado nos nossos sentimentos do que na nossa necessidade de ter algo. Inclusive, na verdade, já está sendo. Estamos nos sentindo tocados cada vez mais pelas propagandas, e aquelas que insistem no modelo “compre, compre, compre”, passam a se tornar peças chatas, que ao vermos, mudamos de canal.

Termos que originaram visitas para esse artigo:



Como usar o media uploader do WordPress para adicionar arquivos a meta boxes

10 de Agosto de 2011, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Pouco tempo atrás, para adicionar informações extras a um post ou a uma página (a fonte de um texto ou um link para um vídeo do YouTube que se queira destacar, por exemplo), usávamos diretamente os custom fields, os campos personalizados do WordPress. Bastava atribuir uma chave e um valor para esta chave e depois trata-los dentro dos arquivos do seu tema. Em 2008, a versão 2.5 apresentou as meta boxes, as caixas arrastáveis já conhecidas do WordPress, que permitem a adição de novas informações a posts, custom post types, páginas e links. E elas funcionam perfeitamente com os custom fields.

Surge a ideia: você quer, além de publicar o post, permitir que seus leitores façam o download de algum material relacionado. Há algumas soluções possíveis para esse problema:

  1. Você pode fazer o upload do arquivo, copiar a URL e criar um link manual (Faça o download do arquivo, ou algo parecido) dentro do seu post;
  2. Fazer o upload, copiar a URL e joga-la dentro de um custom field (com uma chave chamada upload_file, por exemplo) e criar, dentro do tema, uma área para download do arquivo, usando as funções dos campos personalizados;
  3. Criar uma meta box e nela inserir a URL do arquivo;

Só que você não quer copiar links de um lado pro outro. Isso é chato e, para muitos clientes, complicado. O interessante seria criar uma meta box com um botão que leve diretamente para o media uploader padrão do WordPress, e assim evitar que você e o seu cliente percam tempo com coisas desnecessárias. E é isso que faremos.

Criando a meta box

Em primeiro lugar, vamos criar a meta box de upload. Ela vai conter um campo de texto, onde será mostrada a URL do arquivo, e um botão que levará ao media uploader do WordPress. Para isso, criamos uma ação dentro do hook add_meta_boxes, responsável por chamar a função my_meta_box(). Dentro dela, a função add_meta_box() cria a nova seção do nosso post / página.


<?php

/*
 * Adiciona a meta box para upload do arquivo
 */
add_action( 'add_meta_boxes', 'my_meta_box' );

function my_meta_box()
{
	add_meta_box( 'my_meta_uploader', 'Upload de arquivo', 'my_meta_uploader_setup', 'post', 'normal', 'high' );
}

/*
 * Adiciona os campos para a meta box de upload
 */
function my_meta_uploader_setup()
{
	global $post;

	// Procura o valor da chave 'upload_file'
	$meta = get_post_meta( $post->ID, 'upload_file', true );
	?>

	<p>
		Clique no botão para fazer o upload de um documento. Após o término do upload, clique em <em>Inserir no post</em>.
	</p>

	<p>
		<input id="upload_file" type="text" size="80" name="upload_file" style="width: 85%;" value="<?php if( ! empty( $meta ) ) echo $meta; ?>" />
		<input id="upload_file_button" type="button" class="button" value="Fazer upload" />
	</p>

	<?php
}

?>

A nossa meta box ficará da seguinte forma:

A meta box, já implementada, como vocês podem ver nesta enorme imagem

Salvando os dados

Agora, precisamos fazer três coisas: procurar se há algum valor dentro da chave upload_file, atualizar este valor quando o campo for modificado e salvar estes dados dentro do post através da função my_meta_uploader_save(), que será executada quando na chamada do hook save_post:


<?php

/*
 * Salva os dados da nossa custom meta box
 */
add_action( 'save_post', 'my_meta_uploader_save' );

function my_meta_uploader_save( $post_id ) {

	if ( ! current_user_can( 'edit_post', $post_id ) ) return $post_id;

	// Recebe o valor que foi enviado pelo media uploader
	$arquivo = $_POST['upload_file'];

	// Adiciona a chave upload_file ou atualiza seu valor
	add_post_meta( $post_id, 'upload_file', $arquivo, true ) or update_post_meta( $post_id, 'upload_file', $arquivo );

	return $post_id;
}

?>

A integração com o media uploader do WordPress

Enfim, o media uploaders. A ideia é simples: duplicamos a função original e chamamos a sua cópia apenas quando o botão Fazer upload for clicado. Dessa forma, quando fizermos o upload ou procurarmos algum arquivo, o botão Inserir no post preencherá o campo da meta box com a URL do arquivo, e não o editor de texto padrão do WordPress. É necessário avisar no código que usaremos o script quando a área de administração for chamada, representada aqui pelo hook admin_init:


<?php

/*
 * Adiciona o script que replica o uploader padrão do WordPress
 */
add_action( 'admin_head', 'my_meta_uploader_script' );

/*
 * O novo media uploader, baseado no post e nas discussões do site abaixo
 * http://www.webmaster-source.com/2010/01/08/using-the-wordpress-uploader-in-your-plugin-or-theme/
 */
function my_meta_uploader_script() { ?>
	<script type="text/javascript">
		jQuery(document).ready(function() {

			var formfield;
			var header_clicked = false;

			jQuery( '#upload_file_button' ).click( function() {
				formfield = jQuery( '#upload_file' ).attr( 'name' );
				tb_show( '', 'media-upload.php?TB_iframe=true' );
				header_clicked = true;

				return false;
			});

			// Guarda o uploader original
			window.original_send_to_editor = window.send_to_editor;

			// Sobrescreve a função nativa e preenche o campo com a URL
			window.send_to_editor = function( html ) {
				if ( header_clicked ) {
					fileurl = jQuery( html ).attr( 'href' );
					jQuery( '#upload_file' ).val( fileurl );
					header_clicked = false;
					tb_remove();
				}
				else
				{
			  		window.original_send_to_editor( html );
			  	}
			}

		});
  </script>
<?php
}

?>

Por último, filtramos o the_content utilizando a função get_post_meta(). O objetivo é criar uma pequena área de download dentro do nosso tema:


<?php

/*
 * Download do arquivo
 * Adiciona um parágrafo com um link para o arquivo salvo na meta box
 */
add_filter( 'the_content', 'insert_meta_data' );

function insert_meta_data( $content ) {

	global $post;

	$meta = get_post_meta( $post->ID, 'upload_file', true );

	if ( $meta ) {
		$content .= '<p class="download-revista">';
		$content .= '<a href="' . $meta . '" title="Clique para iniciar o download">';
		$content .= 'Faça o download do arquivo';
		$content .= '</a>';
		$content .= '</p>';
	}

	return $content;

}

?>

E, finalmente, a nossa singela área de download:

O post, já com o link para download

Mais informações



Como usar o media uploader do WordPress para adicionar arquivos a meta boxes

10 de Agosto de 2011, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Pouco tempo atrás, para adicionar informações extras a um post ou a uma página (a fonte de um texto ou um link para um vídeo do YouTube que se queira destacar, por exemplo), usávamos diretamente os custom fields, os campos personalizados do WordPress. Bastava atribuir uma chave e um valor para esta chave e depois trata-los dentro dos arquivos do seu tema. Em 2008, a versão 2.5 apresentou as meta boxes, as caixas arrastáveis já conhecidas do WordPress, que permitem a adição de novas informações a posts, custom post types, páginas e links. E elas funcionam perfeitamente com os custom fields.

Surge a ideia: você quer, além de publicar o post, permitir que seus leitores façam o download de algum material relacionado. Há algumas soluções possíveis para esse problema:

  1. Você pode fazer o upload do arquivo, copiar a URL e criar um link manual (Faça o download do arquivo, ou algo parecido) dentro do seu post;
  2. Fazer o upload, copiar a URL e joga-la dentro de um custom field (com uma chave chamada upload_file, por exemplo) e criar, dentro do tema, uma área para download do arquivo, usando as funções dos campos personalizados;
  3. Criar uma meta box e nela inserir a URL do arquivo;

Só que você não quer copiar links de um lado pro outro. Isso é chato e, para muitos clientes, complicado. O interessante seria criar uma meta box com um botão que leve diretamente para o media uploader padrão do WordPress, e assim evitar que você e o seu cliente percam tempo com coisas desnecessárias. E é isso que faremos.

Criando a meta box

Em primeiro lugar, vamos criar a meta box de upload. Ela vai conter um campo de texto, onde será mostrada a URL do arquivo, e um botão que levará ao media uploader do WordPress. Para isso, criamos uma ação dentro do hook add_meta_boxes, responsável por chamar a função my_meta_box(). Dentro dela, a função add_meta_box() cria a nova seção do nosso post / página.


<?php

/*
 * Adiciona a meta box para upload do arquivo
 */
add_action( 'add_meta_boxes', 'my_meta_box' );

function my_meta_box()
{
	add_meta_box( 'my_meta_uploader', 'Upload de arquivo', 'my_meta_uploader_setup', 'post', 'normal', 'high' );
}

/*
 * Adiciona os campos para a meta box de upload
 */
function my_meta_uploader_setup()
{
	global $post;

	// Procura o valor da chave 'upload_file'
	$meta = get_post_meta( $post->ID, 'upload_file', true );
	?>

	<p>
		Clique no botão para fazer o upload de um documento. Após o término do upload, clique em <em>Inserir no post</em>.
	</p>

	<p>
		<input id="upload_file" type="text" size="80" name="upload_file" style="width: 85%;" value="<?php if( ! empty( $meta ) ) echo $meta; ?>" />
		<input id="upload_file_button" type="button" class="button" value="Fazer upload" />
	</p>

	<?php
}

?>

A nossa meta box ficará da seguinte forma:

A meta box, já implementada, como vocês podem ver nesta enorme imagem

Salvando os dados

Agora, precisamos fazer três coisas: procurar se há algum valor dentro da chave upload_file, atualizar este valor quando o campo for modificado e salvar estes dados dentro do post através da função my_meta_uploader_save(), que será executada quando na chamada do hook save_post:


<?php

/*
 * Salva os dados da nossa custom meta box
 */
add_action( 'save_post', 'my_meta_uploader_save' );

function my_meta_uploader_save( $post_id ) {

	if ( ! current_user_can( 'edit_post', $post_id ) ) return $post_id;

	// Recebe o valor que foi enviado pelo media uploader
	$arquivo = $_POST['upload_file'];

	// Adiciona a chave upload_file ou atualiza seu valor
	add_post_meta( $post_id, 'upload_file', $arquivo, true ) or update_post_meta( $post_id, 'upload_file', $arquivo );

	return $post_id;
}

?>

A integração com o media uploader do WordPress

Enfim, o media uploaders. A ideia é simples: duplicamos a função original e chamamos a sua cópia apenas quando o botão Fazer upload for clicado. Dessa forma, quando fizermos o upload ou procurarmos algum arquivo, o botão Inserir no post preencherá o campo da meta box com a URL do arquivo, e não o editor de texto padrão do WordPress. É necessário avisar no código que usaremos o script quando a área de administração for chamada, representada aqui pelo hook admin_init:


<?php

/*
 * Adiciona o script que replica o uploader padrão do WordPress
 */
add_action( 'admin_head', 'my_meta_uploader_script' );

/*
 * O novo media uploader, baseado no post e nas discussões do site abaixo
 * http://www.webmaster-source.com/2010/01/08/using-the-wordpress-uploader-in-your-plugin-or-theme/
 */
function my_meta_uploader_script() { ?>
	<script type="text/javascript">
		jQuery(document).ready(function() {

			var formfield;
			var header_clicked = false;

			jQuery( '#upload_file_button' ).click( function() {
				formfield = jQuery( '#upload_file' ).attr( 'name' );
				tb_show( '', 'media-upload.php?TB_iframe=true' );
				header_clicked = true;

				return false;
			});

			// Guarda o uploader original
			window.original_send_to_editor = window.send_to_editor;

			// Sobrescreve a função nativa e preenche o campo com a URL
			window.send_to_editor = function( html ) {
				if ( header_clicked ) {
					fileurl = jQuery( html ).attr( 'href' );
					jQuery( '#upload_file' ).val( fileurl );
					header_clicked = false;
					tb_remove();
				}
				else
				{
			  		window.original_send_to_editor( html );
			  	}
			}

		});
  </script>
<?php
}

?>

Por último, filtramos o the_content utilizando a função get_post_meta(). O objetivo é criar uma pequena área de download dentro do nosso tema:


<?php

/*
 * Download do arquivo
 * Adiciona um parágrafo com um link para o arquivo salvo na meta box
 */
add_filter( 'the_content', 'insert_meta_data' );

function insert_meta_data( $content ) {

	global $post;

	$meta = get_post_meta( $post->ID, 'upload_file', true );

	if ( $meta ) {
		$content .= '<p class="download-revista">';
		$content .= '<a href="' . $meta . '" title="Clique para iniciar o download">';
		$content .= 'Faça o download do arquivo';
		$content .= '</a>';
		$content .= '</p>';
	}

	return $content;

}

?>

E, finalmente, a nossa singela área de download:

O post, já com o link para download

Mais informações