WordPress 3.8.2 – Versão de Manutenção

April 13, 2014, by Unknown - 0no comments yet

A versão 3.8.2 do WordPress já está disponível para download! Essa versão corrige diversos bugs de segurança das versões anteriores, é recomendável que você atualize imediatamente.

Essa versão corrige uma brecha de segurança que permitia um atacante acessar o site forjando um cookie. O bug foi descoberto por Jon Cave da equipe de segurança do WordPress.

Também corrige uma falha onde permitia que um usuário com nível de acesso Contribuidor publicasse posts. A falha foi alertada pelo edik.

Além dos bugs acima a versão corrige mais nove falhas e contém três alterações no sistema de segurança:

  • O processamento de pingback agora passa informações adicionais para ajudar os hosts a identificar qualquer potencial abuso de requests.
  • Corrige um SQL-Injection de baixo impacto. Reportado por Tom Adams da dxw.
  • Previde possíveis cross-domain scripting através do Plupload em bibliotecas de terceiros que usam o WordPress para fazer upload. Relatado por Szymon Gruszecki.

Para mais informações sobre todas as alterações veja a nota de lançamento (em inglês) ou consulte a lista de alterações (em inglês).

Baixe o WordPress 3.8.2 ou aventure-se até o “Painel → Atualizações” e clique em “Atualizar agora”.

Os sites que permitem atualização em background terão a versão atualizada em até 12hs após o lançamento oficial. Se você ainda está usando o WordPress 3.7.1 você deve atualizar para a versão 3.7.2, ela contém algumas correções de segurança que estão presentes na versão 3.8.2. Nós não damos suporte para versões antigas, então por favor atualize para a 3.8.2 ou a versão mais nova.

Já está testando a versão 3.9? O primeiro release candidate está disponível para download (zip) e contém correções de segurança. A versão 3.9 deverá ser lançada em breve!

Artigo originalhttps://wordpress.org/news/2014/04/wordpress-3-8-2/



WordCamp St. Louis 2014 – O que temos a ver com isso?

March 14, 2014, by Unknown - 0no comments yet

Olá Comunidade!

Eu como membro da comunidade WordPress Brasil vivendo nos EUA, assim como prometido, vou apresentar nesse post um pequeno resumo informativo do que rolou no WordCamp Saint Louis 2014 nos Estados Unidos. Apresento também a minha análise criítica do evento, algumas dicas que foram passadas no dia, além de listar os próximos eventos tanto no Brasil como nos exterior. Vamos lá?

WordCamp na Universidade de Washington!

No dia 1 de Março (Sábado), desenvolvedores locais e regionais, designers, blogueiros, usuários casuais e 1 membro da comunidade WordPress Brasil (eu!) se reuniram no campus da Universidade de Washington em St. Louis para discutir, compartilhar idéias, aprender, ensinar e conhecer pessoas que vivem e/ou trabalham com WordPress.

IMG_20140301_084021335_HDRA primeira palestra que assisti, que na minha opinião deveria ter sido a de abertura, aproveitando todos os participantes no maior auditório do local, foi feita pelo palestrante Chris Koerner com o título “How to get involved on the WordPress community” (Como se envolver com a comunidade WordPress). Um cara que tive o prazer de conversar e apresentar um pouco da comunidade brasileira, mesmo tendo que correr pra lá e pra cá durante todo o evento.

O evento contou com a cobertura via Twitter e Facebook, com atividades promocionais acontecendo em paralelo as 4 salas onde ocorriam os 60min de apresentação dos mais de 25 palestrantes do evento. Além de contar com o clássico mural com a “hashtag” #wcstl para integrar ainda mais o pessoal.

Organização

Como todo WordCamp, este também foi regido e se integra ao WordCamp Central para acompanhamento e divulgação.

WCSTLA estrutura deste WordCamp foi interessante, pois abordava temas de níveis Básico e Intermediário/Avançado tanto para Desenvolverdores como para Usuários. Como possuíam 4 salas no total, as palestras foram divididas nas categorias: Desenvolvedor I, Desenvolverdor II, Usuário I e Usuário II. Sendo que as salas de número I eram utilizadas para palestras de nível Basico/Intermediario e as de número II para palestras de nível Intermediário/Avançado.

Essa abordagem permitiu um compartilhamento muito maior de conhecimento e uma abertura muito maior para discussões nos minutos finais de cada palestra, pois a grande maioria dos participantes tinham um nível equivalente de conhecimento e experiência. Basicamente compartilhavam das mesmas necessidades de informação, se mostrando interessados no conteúdo durante toda a palestra.

Algumas dicas e palestras

Aqui vão algumas dicas que obtive no evento, bem como algumas das palestra que na minha opinião foram muito boas. Infelizmente voce precisará de um inglês intermediário para poder usufruir da maioria das dicas aqui em baixo. Mas não se preocupe se você não sabe inglês, pois a comunidade BR está aqui pra isso e vamos ajuda-los a obter muita documentação em Português!

WordPress Ideas: http://www.wordpress.org/ideas/
Basicamente um repositório de idéias que ainda não chegaram a ser desenvolvidas ou estão em processo de serem.

Codex IRC: http://codex.wordpress.org/IRC
Chat com pessoas do mundo inteiro 24h por dia. Útil para tirar aquela sua dúvida que não conseguiu solucionar no Codex e ninguém soube te ajudar nos fóruns ou suporte.

WordPress Answers: http://wordpress.stackexchange.com/
Um tipo de gerenciador de perguntas, onde as melhores respostas são ranqueadas e você pode contruir sua reputação como “ajudante”.

WPBeginner: http://www.wpbeginner.com/
Um dos mais bem conceituados blogs sobre WordPress para iniciates.

Palestra: “How to get involved in the WordPress community – Chris Koerner”

Palestra: “Anatomy of WordPress – Ben Gathard”

Palestra: “The WordPress Loop Demystified – Randy Hicks”

Palestra: “Speeding up theme development with automation – Joshua Ray”

Você pode ter acesso a todas as apresentações através da pagina do WordCamp STL 2014

Como a comunidade se mantem?

Uma característica muito interessante da comunidade WP em St. Louis é a integração. Existiam um pouco mais de 30 pessoas envolvidas na organização do evento. No entanto, percebia-se que muitos do que alí estavam usufruindo do ambiente e assistindo as palestras, conheciam os organizadores e aproveitavam a oportunidade pra conversar e discutir assuntos que não poderiam fazer via e-mail ou por chat.

Conversando com um dos participantes, descobri que eles possuem uma frequencia alta de Meetups (2 por semana), e que inclusive existem Meetups “Patrocinados” por empresas que trabalham no ramo. Proporcionando integração entre diversos profissionais, construindo assim uma rede forte e consistente de pessoas com conhecimento, experiência e que vivem o WordPress no dia-a-dia.

BhrjCctCUAEDPsJ-500x372

Os Meetups “Patrocinados” funcionam da seguinte maneira: a empresa que “Patrocina” o Meetup sede um local no próprio escritório da empresa ou aluga um espaço para que o evento ocorra. Ela então cria a agenda do evento, apresentando os tópicos de discussão e desenvolvimento. Isso direciona o encontro para necessidades daquela empresa em específico, mas não perde seu valor, já que compartilha conhecimento com todos os envolvidos.

Existem varios outros tipos de Meetups em St. Louis. Voce pode conferir na pagina da comunidade: http://www.meetup.com/stlwordpress/

Proximos WordCamps

No Brasil:
WordCamp Belo Horizonte – 17 de Maio

No Exterior:
WordCamp Atlanta – 14 e 15 de Março

WordCamp Mumbai – 15 e 16 de Março

WordCamp Maiami – 10 e 11 de Maio

Este ano ainda poderemos contar com o WordCamp São Paulo, Bahia, Porto Alegre e Brasília. Todos ainda em estágio inicial de planejamento. Participe!

Lucas Lima



WordPress 3.8.1 Versão de Manutenção

January 25, 2014, by Unknown - 0no comments yet

Depois de seis semanas e mais de 9,3 milhões de downloads do WordPress 3.8, temos o prazer de anunciar WordPress 3.8.1 já está disponível.

Versão 3.8.1 é uma das versões de manutenção que aborda 31 bugs da versão 3.8 , incluindo várias correções e melhorias para o novo design do painel e tela de novos temas de administração. Um problema com consultas de taxonomia em WP_Query foi resolvido. E se você foi frustrado por apresentar botões que não vai fazer nada quando você clicar sobre eles (ou pensou que estava ficando louco, como alguns de nós ) , nós encontramos um fixed para esta “zona morta” de botões .

Ele também contém uma correção para incorporar os tweets (colocando a URL para o tweet em sua própria linha ), que foi quebrado devido a uma recente mudança na API do Twitter . ( Para mais informações sobre como incorporar , consulte o Codex ).

Para obter uma lista completa de mudanças , consulte a lista de tickets e o changelog . Há também um resumo detalhado para desenvolvedores no blog de ​​desenvolvimento.

Se você é um dos milhões já utilizando WordPress 3.8, vai começar a rolar atualizações automáticas de background para WordPress 3.8.1 nas próximas horas. Para os locais que lhes dão suporte , é claro.

Baixe WordPress 3.8.1 ou aventure-se até o PainelAtualizações e basta clicar em ” Atualizar agora “.

Obrigado a todos estes indivíduos finos para contribuir para a 3.8.1 :

Aaron JorbinAllan CollinsAndrew NacinAndrew OzzAubrey PortwoodBen DunkleConnor JenningsDion HulseDominik SchillingfboenderJanneke Van DorpejanrennJoe DolsonJohn BlackbournJosé PinoKonstantin Kovshenin,Matias VenturaMatthew Haines-YoungMatt ThomasMel ChoyceMohammad JangdaMorgan EstesnivijahScott TaylorSergey Biryukovundergroundnetwork, e Yuri Victor.

Artigo original: http://wordpress.org/news/2014/01/wordpress-3-8-1/



Repositório Git oficial está disponível para ajudar no Desenvolvimento do Core do WP

January 19, 2014, by Unknown - 0no comments yet

Andrew Nancin divulgou na última semana no Make que o WordPress.org manterá um mirror oficial de desenvolvimento em Git. Serão repositórios só leitura correspondentes aos repositórios SVN. Para fazer seu clone use o comando:

git clone git://develop.git.wordpress.org/

O formato não é extremamente fácil para contribuir, assim com seria via GitHub, mas o próprio Andrew cita no post um tutorial da Scribu.net “Contribuindo para o WordPress usando Git” (em inglês). Também foram lançados repositórios correspondentes do BBPress, do BuddyPress e outros.

Essa decisão não significa uma tendência do projeto WordPress de deslocar o controle de seu desenvolvimento para o Git e abandonar o SVN, na verdade a idéia é de manter as duas formas de contribuir para sempre. O objetivo da fundação é aumentar a abrangência do voluntariado que está disposto à ajudar no Core.

A próxima pretensão dos desenvolvedores é o lançamento de repositórios correspondentes de Temas e Plugins, mas serão precisos mais investimentos e mais equipes para tal. Essa semana o repositório ainda estará como Beta, provavelmente com alguns bugs, mas a tendência é de que isso se estabilize rapidamente.

A notícia saiu no mesmo dia do post do Andrew no WpTavern, para quem não conhece, um dos mais importantes blogs que acompanham o desenvolvimento do WP ao redor do mundo, a casa do podcast WordPress Weekly. Por trás dele estão, a Audrey Capital e o próprio Matt Mullenweg.



Glossário de traduções em desenvolvimento

December 30, 2013, by Unknown - 0no comments yet

Gerenciar traduções não é uma tarefa fácil. Para ter uma referência de termos e também para garantir a colaboratividade é comum que sejam mantidos os glossários de traduções — uma referência de como cada coisa deve ser traduzida. Assim temos um “padrão normativo” que ajuda na boa consistência das traduções.

Identificamos a necessidade de ter uma ferramenta para gerenciar o nosso glossário de traduções, hoje um pouquinho abandonado e feito simplesmente como uma página de conteúdo. A Comunidade Portuguesa de WordPress também possui esta necessidade para o glossário deles, que foi iniciado no P2 e acabou se bagunçando com o tempo.

Então decidimos iniciar um projeto juntos, o Glossário. O plugin já está funcional no Github em sua versão ‘alpha’, e poderá ser utilizado por qualquer projeto de tradução colaborativa que utilize o gettext — assim como o WordPress, seus plugins e temas.

O plugin recebe um cadastro dos termos e passa a procurar pelas ocorrências destes termos nos arquivos de tradução, mostrando a forma como ele é traduzido em cada projeto. Esperamos com isso facilitar o trabalho de traduções e tornar esta tarefa mais colaborativa.

Você já pode baixar e testar o plugin, assim como reportar erros e sugerir novas funcionalidades.