Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Tela cheia
 Feed RSS

Blog

27 de Maio de 2009, 0:00 , por Antonio Terceiro - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Licenciado sob GNU FDL

Enviando e recebendo email via Telnet (POP, IMAP e SMTP)

15 de Janeiro de 2018, 19:41, por Wellton Costa de Oliveira - 0sem comentários ainda

Aqui tem algumas funcoes para enviar e receber emails usando GNU Bash/TELNET para enviar e receber email.
 

POP3
telnet servidor 110
Conecta-se ao servidor pop3

user usuario
Isso envia seu nome de usuário para o servidor

pass suasenha
Isso envia sua senha para o servidor

list
Isso listará os e-mails na caixa de entrada, incluindo seu número de identificação e tamanho

retr
se você quiser ler um e-mail da lista, digite retr # onde # é o número do e-mail que deseja ler. Por exemplo, para ler o 2º messge na lista, retr 2

dele
Isso eliminará um e-mail. Depois de emitir o comando dele, você coloca um número. Este é o número do e-mail que deseja excluir. Então, por exemplo, para excluir a mensagem 1, digite dele 1

Depois de concluir, você precisa ter certeza de digitar sair, caso contrário não salvará as alterações feitas.

 

 

IMAP
telnet servidor 143
Isso abre a sessão para o servidor IMAP.

a login seuusuario suasenha
Isso envia o nome de usuário e a senha para o sistema (o "a" é uma parte necessária do comando)

a list "" "*"
Isso mostra uma lista de todas as pastas IMAP que a conta possui

a SELECT INBOX
Isso selecionará a pasta INBOX. Você pode repetir INBOX com qualquer pasta que você deseja usar.

a search 1: * flags
Isso listará todos os e-mails na pasta selecionada, e também lhe indicará as bandeiras como "visto" ou "Não-júnior".

a fetch 1 body[head]
Este comando lista as informações de cabeçalho da mensagem 1 na pasta selecionada.

a fetch 1 body[]
Isso listará o cabeçalho E o conteúdo da mensagem 1 na pasta selecionada.

a store 1 +flags deleted
Este comando definirá a mensagem 1 a ser excluída. (NOTA: não será excluído até que o comando de apagamento tenha sido executado)

a expunge
Isso eliminará todos os e-mails que você sinalizou para serem excluídos com o comando anterior

a logout
Desconecte do servidor IMAP

 

SMTP

telnet servidor 25
Isso abre uma conexão com o servidor SMTP

HELO servidor
Este deve ser o seu próprio nome de host (o nome do host do computador que você está conectando FROM)

MAIL from: <usuario@servidor>
Este é o endereço de e-mail que deseja enviar o e-mail de teste FROM

RCPT para: <recipient@example.com>
Este é o endereço de e-mail que você está enviando seu e-mail de teste para

DADOS
Inicia a entrada de dados para os cabeçalhos de e-mail

De: sender@example.com
Para: recipient@example.com
Assunto: Mensagem de teste
Depois de cada uma dessas linhas, pressione enter para iniciar a próxima linha. Após a 3ª linha, pressione enter duas vezes para que ele coloque uma linha em branco entre o assunto e o corpo do e-mail

Esta é uma mensagem de teste.
Este é o corpo da mensagem. Digite qualquer mensagem que você deseja aqui

.
Um período em uma linha por si só indica que é o fim do e-mail. Em seguida, tentará enviar este e-mail ao destinatário a partir do endereço de e-mail do remetente usando os dados fornecidos nos cabeçalhos acima.
Google Translate for Business:Translator Toolkit



HTTPS com Certificado Digital Grátis

11 de Janeiro de 2018, 13:57, por Wellton Costa de Oliveira - 0sem comentários ainda

Dica:

para vc que fez uma VPS (Virtual Private Server), instalou o Apache, configuou o OpenSSL e fez funcionar o HTTPS, mas ele continua vermelho e pedindo para confirmar a exceção e queria que ficasse verdinho (autenticado), entao isso é para você.

Saiba que nao precisa pagar 150 reais (para uma comodo da vida) para ter o certificado digital que possibilita ficar seguro o seu HTTP. Vc te-lo de graça usando o Let´s Crypt (https://letsencrypt.org). Para isso, siga os seguintes passos, é muito mais fácil do que você imagina:

 

1) entre na sua VPS;

2) sudo apt install python-pip letsencrypt python-certbot-apache

3) sudo certbot --authenticator standalone --installer apache -d seusite.com.br -d www.seusite.com.br --pre-hook "service apache2 stop" --post-hook "service apache2 start"

4) siga as instruções que pedir (eh bem intuitivo)

5) pronto, ja aparece verdinho la =)

6) esse certificado tem validade por 90 dias. depois disso, vc vai precisar renovar (sem pagar nada). Para isso, quanto tiver perto de acabar, faça: sudo letsencrypt renew

vlw, flw, obg, de nada.



A "nova" Revolução dos Sistemas Operacionais (Era do Microkernel)

8 de Novembro de 2017, 13:27, por Wellton Costa de Oliveira - 0sem comentários ainda

Hoje estava pesquisando sobre o novo sistema operacional do Google (FuchsiaOS) e este possui o Microkernel Magenta. Foi quando achei a matéria "O que aconteceu com o Hurd? - A história do Sistema Operacional GNU" http://qttr.at/1zru. E acabei fazendo o pequeno texto abaixo sobre minha visão sobre tudo isso.

só para contextualizar: o Hurd é o Kernel original do sistema operacional GNU. mas por conta da demora para a liberação da licença do Mach (microkernel), por conta da escolha da arquitetura microkernel (100% dificil de fazer), e por conta do processo do BSD pe09la AT&T e todos os esforços dos desenvolvedores de kernel foram para o pequeno projeto de um estudante lá da Finlandia chamado Kernel Linux, todos "abandonaram" o Hurd pela demora e o BSD por conta do processo. 

Kernel Linux utiliza a arquitetura do UNIX (1969), que é um kernel monolítico, e todos sabem que este tipo de arquitetura vai entrar em colapso num futuro nao tao longe... sabendo disso, o Google estará acabando com o projeto Android (kernel Linux) e o projeto ChromeOS (kernel Linux) e vão "unir" os dois em um novo projeto chamado FuchsiaOS (que usa um novo kernel com arquitetura microkernel chamado Magenta).

Futuro: Magenta (nao sei se será software livre), Minix (software livre) e Hurd (do GNU), até agora... talvez novos microkernels irão aparecer, mas colegas, estamos vivendo exatamente na transição de arquitetura de sistemas operacionais.

Microsoft e Apple já usam uma mistura de arquiteuras (parte Microkernel, parte Monolítico), é o que eles chamam de Kernel Híbrido.

Microsoft contratou um dos professores pesquisadores da CMU (Carnegie Mellon University) responsável pelo Microkernel Mach para fazer o Windows New Technology (NT) que é híbrido.

A então empresa NextComputer do Steve Jobs (in-memorian), empresa criada quando este foi expulso da própria empresa (Apple) contratou o outro professor pesquisador da CMU também responsável pelo Microkernel Mach para fazer o sistema operacional de kernel híbrido chamado NextStep (parte BSD, parte Mach), que posteriormente se transformou no MacOSX, quando Apple comprou a NextComputer e junto a recontratação de Steve Jobs.

Eles estão seguros, o Google sabe que não está seguro com kernel monolítico, encabeçada pela Linux Foundation.Eu particularmente aguardo com esperança o Hurd para completar 100% o Sistema Operacional GNU. Pretendo estudar sobre Microkernel de maneira mais aprofundada para tentar contribuir com alguma coisa no futuro com o Hurd.



Dividindo Terminal na mesma janela com Terminator

19 de Outubro de 2017, 13:53, por Wellton Costa de Oliveira - 0sem comentários ainda

O Terminator é um terminal que permite vc dividi-lo como quiser, na vertical ou na horizontal, fica mto bom para mostrar coisas na mesma janela.

Ele está no Debian, é só fazer: 

apt install terminator

Aqui estão alguns comandos que ajudam a utiliza-lo.

 

  • Ctrl-Shift-E: Divide o terminal verticalmente
  • Ctrl-Shift-O: Divide o terminal horizontalmente
  • Ctrl-Shift-W: Fecha o terminal ativo
  • Ctrl-Shift-P: Muda o foco para o terminal anterior
  • Ctrl-Shift-N: Muda o foco para o terminal seguinte
  • Ctrl-Shift-Q: fecha a janela do Terminator
  • F11: Põe o terminator em fullscreen.

att

 

 



SEARX entrou no Debian Buster =)

2 de Outubro de 2017, 21:10, por Wellton Costa de Oliveira - 0sem comentários ainda

O Metabuscador Searx (software Livre) (postei o que é o searx aqui: https://softwarelivre.org/wellton/blog/searx ) entrou no Debian Buster ( https://packages.debian.org/buster/searx ).

um pequeno tutorial de como instalar searx no debian Buster:

1) sudo apt install searx

2) sudo mkdir /etc/searx

3) sudo cp /usr/share/doc/searx/examples/settings.yml.gz /etc/searx/

4) cd /etc/searx

5) sudo gzip -d settings.yml.gz 

6) searx-run

7) no navegador: http://localhost:8888

8) pronto =) agora é só configurar para o que vc quer e usar: http://localhost:8888/preferences

observação: caso vc nao possa fazer isso, acesse a instância https://searx.me

observação2: se preferir, use os comandos juntos:

sudo mkdir /etc/searx && sudo cp /usr/share/doc/searx/examples/settings.yml.gz /etc/searx/ && cd /etc/searx && sudo gzip -d settings.yml.gz

abaixo tem algumas imagens. 

Até a próxima. Software livre te respeita.

 

Photo 2017 09 21 08 07 44

Photo 2017 09 21 08 18 41