Feed RSS Compartilhando idéias e informações que vão da economia, meio ambiente à tecnologia. Tudo isso com uma mistura de arte e política que são "remixadas" pelo meu universo particular .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Boas novas da Economia Solidária

2 de Abril de 2008, por Desconhecido

Nesta última semana, de 26 a 30 de março, aconteceu em Luziânia (GO) a IV Plenária Nacional do Fórum Brasileiro de Economia Solidária (FBES), organizada por todo um movimento nacional que visa a construção de outra economia e outro projeto de desenvolvimento para o país.



Mensagem Colivriana de fim de ano!

22 de Dezembro de 2007, por Desconhecido


Um novo Espaço em Salvador!

2 de Dezembro de 2007, por Desconhecido

Quem estiver aqui em Salvador na Bahia, não pode deixar de conhecer!

convite_digital.jpg

Além de toda a questão da bioarquitetura, o pessoal utiliza 100% software livre em todo este Espaço!! smile



Quais os limites da propriedade intelectual numa Universidade Pública?

15 de Novembro de 2007, por Desconhecido

No momento em que a UFBA - uma universidade Pública - está criando um núcleo especializado em PI - Propriedade Intelectual, mas com um nome momentâneo de "Núcleo de Inovação Tecnológica", sem nenhum tipo de debate com a comunidade acadêmica, a reflexão proposta abaixo surge como algo mais do que necessário....



Lançada a Versão 0.3.1 do Abelo!

4 de Outubro de 2007, por Desconhecido

logoAbelo.jpg

http://www.abelo.com.br

Com o Abelo, qualquer organização (empresa, instituição de ensino, cooperativa ou ONG), pode controlar seu estoque ou almoxarifado; cadastrar clientes, trabalhadoras/es, produtos e fornecedoras/es; além de poder realizar a gestão financeira com segurança e eficiência. Tudo isto com um sistema intuitivo, acessível e, simplesmente, belo.

O Abelo é uma tecnologia livre desenvolvida com "trabalho livre", ou seja, por meio de um empreendimento de economia solidária! Por isto, use, divulgue e colabore com este projeto! smile



IV Forum GNOME no Nordeste

26 de Setembro de 2007, por Desconhecido

bannerFixo_468x60.png



Especificação de Hardware para montar redes LTSP

10 de Agosto de 2007, por Desconhecido


redeslinux.png
Para quem interessar, segue AQUI no link da Web Tech da Colivre uma bela especificação (bem detalhada) de computadores (hardware) para se instalar uma rede LTSP...



A resposta da Natureza (em Salvador)...

8 de Agosto de 2007, por Desconhecido


PortoDaBarra.jpg



Os Argonautas da Internet

30 de Julho de 2007, por Desconhecido

Enfim...



2007 e uma escolha: Águia ou Galinha?

24 de Dezembro de 2006, por Desconhecido

Solaguia.jpg

“Era uma vez um camponês que foi à floresta vizinha apanhar um pássaro para mantê-lo cativo em sua casa. Conseguiu pegar um filhote de águia. Colocou-o no galinheiro junto com as galinhas. Comia milho e ração própria para galinhas. Embora a águia fosse o rei/rainha de todos os pássaros.

Depois de cinco anos, esse homem recebeu em sua casa a visita de um naturalista. Enquanto passeavam pelo jardim, disse o naturalista:

- Esse pássaro aí não é uma galinha. É uma águia.

- De fato – disse o camponês. É águia. Mas eu a criei como galinha. Ela não é mais uma águia. Transformou-se em galinha como as outras, apesar das asas de quase três metros de extensão.

- Não – retrucou o naturalista. Ela é e será sempre uma águia. Pois tem um coração de águia. Este coração a fará um dia voar às alturas.

- Não, não – insistiu o camponês. Ela virou galinha e jamais voará como águia.

Então decidiram fazer uma prova. O naturalista tomou a águia, ergueu-a bem alto e desafiando-a disse:

– Já que de fato você é uma águia, já que você pertence ao céu e não à terra, então abra suas asas e voe!

A águia pousou sobre o braço estendido do naturalista. Olhava distraidamente ao redor. Viu as galinhas lá embaixo, ciscando grãos. E pulou para junto delas.

O camponês comentou:
– Eu lhe disse, ela virou uma simples galinha!

– Não!! – tornou a insistir o naturalista. Ela é uma águia. E uma águia será sempre uma águia. Vamos experimentar novamente amanhã. No dia seguinte, o naturalista subiu com a águia no teto da casa. Sussurou-lhe:

Águia, já que você é uma águia, abra suas asas e voe!

Mas quando a águia viu lá embaixo as galinhas, ciscando o chão, pulou e foi para junto delas. O camponês sorriu e voltou à carga:
– Eu lhe havia dito, ela virou galinha!

– Não – respondeu firmemente o naturalista. Ela é águia, possuirá sempre um coração de águia. Vamos experimentar ainda uma última vez. Amanhã a farei voar.

No dia seguinte, o naturalista e o camponês levantaram bem cedo. Pegaram a águia, levaram-na para fora da cidade, longe das casas dos homens, no alto de uma montanha. O sol nascente dourava os picos das montanhas. O naturalista ergueu a águia para o alto e ordenou-lhe:

– Águia, já que você é uma águia, já que você pertence ao céu e não à terra, abra as suas asas e voe!

A águia olhou ao redor. Tremia como se experimentasse nova vida. Mas não voou. Então o naturalista segurou-a firmemente, bem na direção do sol, para que seus olhos pudessem encher-se da claridade solar e da vastidão do horizonte.

Nesse momento, ela abriu suas potentes asas, grasnou com o típico kau-kau das águias e ergueu-se soberana, sobre si mesma. E começou a voar, a voar para o alto, a voar cada vez para mais alto. Voou… voou… até confundir-se com o azul do firmamento…”

Fonte: http://alfabetizacaosolidaria.wordpress.com/a-aguia-e-galinha/