Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Tela cheia

Programação

22 de Agosto de 2012, 0:00 , por Software Livre Brasil - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1088 vezes

Grade de palestras

 

# Título da Palestra Palestrante
10h00min Beholduino (Monitoramento) Angelo Cnop
11h00min Drupal: Muito mais que um CMS Luiz Henrique Canet Filho
12h00min intervalo para almoço
14h00min Nós somos piratas! O Capitalismo é selvagem Alberto J. Azevedo
15h00min Por Que a Wikipédia Funciona Edilson Cremonini Takano Filho
17h00min WordPress: instalação, setup e temas Vinícius Massuchetto

 

Resumos

1) Título: Beholduino (Monitoramento)

O sistema aínda possui limitações, mas já conta com uma interface pronta. A proposta do trabalho é desenvolver um dispositivo eletrônico que após a conexão irá trabalhar como servidor web e fonte de dados à um software, que irão atuar como sistema de monitoria de funcionários e ambientes. Serão utilizados componentes eletrônicos que irão interagir com um micro controlador PIC e também com o computador, abstraindo e refinando esses dados, transformando-os em informação, para que o usuário enxergue esta mesma informação de forma transparente e compreensível. O micro controlador funciona como um transmissor/filtro de informações que estabelece essa interconexão do software para o hardware, ou seja, caso a requisição “acender” ou “acelerar” seja solicitada, o hardware irá responder de acordo com o que foi pré-programado. Quanto aos componentes utilizados, serão em sua maioria sensores de digitais e analógicos, que trabalhando em conjunto, obterão as informações, e irão enviar ao micro controlador. O micro controlador após uma decodificação e filtragem, enviará ao computador a informação. O software exibirá estes resultados ao usuário após uma abstração mais detalhada, e fará a atualização desta informação no banco de dados. O processo descrito tem, como base, o envio e recepção de dados via porta serial pelo protocolo SPI(Serial Protocol Interface). E por meio de conexão direta ou sem fio, bytes de um determinado valor serão enviados ao dispositivo; Este ao recebê-los irá dar início à uma série de ações, estas as que foram atribuídas à recepção do byte de um determinado valor. O processo acontecerá tendo como base em sua maioria, estruturas condicionais e de repetição. Como aplicação deste projeto pode-se citar a utilização do mesmo com finalidades de segurança, para inspeção, ou a observação e estudo em ambientes trabalhistas por exemplo, visando neste ultimo caso, a obtenção de dados à longa distância, via internet.

Palestrante: Angelo Cnop

Graduado no curso Sistemas de Informação pela faculdade Redentor em Itaperuna-RJ. Experiência(acadêmica e profissional) em análise de requisitos, diagramação e modelagem(UML). Proficiência em robótica e automação com microcontroladores AVR(ATmega8, 128, 328, e Attiny86) na plataforma de prototipação arduino. Conhecimentos sólidos em metodologias ágeis, foco em: Scrum(experiência em ambiente de trabalho) e XP(experiência à nível acadêmico). Membro dos grupos: “Arduino-Brasília”, “ArduinRio”.

Arquivo da apresentação

2) Título: Drupal: Muito mais que um CMS

Apresentação sobre o Sistema Drupal: histórico, comunidade, casos de uso e seu futuro. Benefícios de sua utilização em vários âmbitos do Desenvolvimento Web, desde a fase de planejamento, Arquitetura da Informação e Planejamento Visual, até a Otimização para Mecanismos de Busca, passando também pelo Desenvolvimento de Interfaces e Programação. O porquê dele poder ser considerado mais que um CMS, além de ser uma excelente plataforma para disponibilização de informação para os mais diversos dispositivos.

Palestrante: Luiz Henrique Canet Filho

Mais de seis anos trabalhando com web, passou por agências de web como Magic Webdesign e Mídia Digital. Foi coordenador da equipe de web do Grupo Educacional Uninter. Há quatro anos trabalha com Drupal para desenvolvimento de sites, tendo como exemplos de trabalhos realizados: ComStop, InventeAqui e Amora Mia. O Luiz é Sócio e Gerente Mercadológico da Amana Tykyra e professor da Amana Training.

 

3) Título: Nós somos piratas! O Capitalismo é selvagem

Esta palesta é uma continuação da palestra Sim, eu sou um pirata, e você? disponível em http://bit.ly/eusoupirata e nela irei explicar porque somos piratas e que por maior que seja o desejo e combate da indústria do copyright, a pirataria irá continuar sempre, pois ela mesma é culpada pela sua existência. É um ciclo vicioso, que se retroalimentará, até que algo mude. Também mostrarei alguns detalhes desconhecidos do passado da indústria do copyright, e algumas novas reflexões a esse respeito. Novos estudos conduzidos por diversos orgãos ao redor do mundo são unânimes ao afirmar que a existência da pirataria esta diretamente ligada aos preços praticados pela indústria do copyright. Ao mesmo tempo, com o passar dos anos, a forma de entrega/consumo/acesso ao conteúdo mudou, entretanto a indústria não alterou sua fórmula original de comercialização, visando sempre obter lucros exorbitantes, e agora acusa pessoas de bem de serem criminosos,eles se recusam a aceitar a mudança nos tempos. Esta palestra é uma continuação da palestra feita no ano passado, que já possui mais de 2700 acessos no youtube. Quero aproveitar esse momento de interesse do público nesse assunto para conscientizar o maior número de pessoas possível do que realmente é pirataria e que não é preciso abri mão do direito a liberdade e de compartilhar por isso. Pretendo contar mais detalhes sórdidos e desconhecidos do público em geral a respeito do passado da indústria do copyright e demonstrar que a pirataria só existe porque o método de cobrança e a chamada defesa do copyright foram pervertidos por organizações poderósissimas que não dão a mínima para nossa liberdade, nem para a cultura, mas somente ao lucro e ao dinheiro.

Palestrante: Alberto J. Azevedo

Cursou Tecnologia em Informática no CEFET-PR. Com mais de 15 anos de experiência em TI é especialista em segurança de redes corporativas e normas de segurança. Foi Diretor Geral na Nova Era Informática e Telemática e criador da Metodologia de Segurança ESP-h. Hacktivista entusiasta do Movimento Software Livre é lider do Projeto Security Experts Team e palestrante em eventos internacionais. Atualmente atua como consultor de segurança para grandes empresas em todo o Brasil.

 

4) Título: Por Que a Wikipédia Funciona

Tal qual o software livre é uma forma de fazer programas dando a liberdade ao usuário e ao desenvolvedor de modificar e distribuir a produção, o mesmo pretende a Wikipédia: uma enciclopédia licenciada livremente. Esta palestra pretende explicar como (e por que) ela funciona.

Palestrante: Edilson Cremonini Takano Filho

Voluntário do Movimento Wikimedia Brasil, graduando em Comunicação Social pelo Centro Universitário Internacional de Curitiba.

Arquivo da apresentação

4) Título: WordPress: instalação, setup e temas

 

Palestrante: Vinícius Massuchetto

Analista de sistemas, formado em Ciência da Computação pela Universidade Federal do Paraná, trabalha intensamente com Web, e ajudou a organizar o primeiro WordCamp em Curitiba em 2010. Defensor do software livre e ativista da Bicicletada, está a frente da organização de mais este WordCamp.