Como Instalar o Adobe Reader no Ubuntu 14.10

28 de Outubro de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Mesmo estando defasado e até sem suporte oficial, algumas pessoas ainda podem querer usar o leitor de pdf da Adobe no Linux. Para esses, basta seguir esse tutorial, para conseguir instalar o programa no Ubuntu 14.10, versões anteriores e seus derivados.
adobe reader ubuntu
Adobe Reader para Linux não está mais disponível para download no site da Adobe. A Adobe removeu recentemente o suporte ao Linux, a partir de sua página oficial de download. Mas felizmente, ainda é possível instalar o programa no Ubuntu através do velho repositório Canonical Partners para a versão 12.04. Resumindo, o pacote mais recente do Adobe Reader para Linux “AdbeRdr9.5.5-1_i386linux_enu.deb” ainda está disponível no repositório oficial, mas pode ser removido em futuro próximo.

Portanto, se você ainda quer este leitor de PDF, abaixo será mostrado como instalar o Adobe Reader (Acroread) 9 no Ubuntu 14.10 a partir do repositório Canonical Partners Ubuntu 12.04.

Conheça melhor o Adobe Reader

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar o Adobe Reader no Ubuntu e seus derivados

Para instalar o Adobe Reader no Ubuntu e ainda poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório Canonical Partners para a versão 12.04, com este comando:

sudo add-apt-repository "deb http://archive.canonical.com/ precise partner"

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install acroread 

Passo 5. Será exibida uma tela para definir o Adobe Reader como leitor padrão de arquivos PDf. Se você quiser isso, use as teclas de direção para selecionar a opção “Sim” e confirme com a tecla “enter”. Se não quiser, escolhe a opção “Não”;
definir-adobe-reader
Passo 6. Depois de ter instalado o Adobe Reader, não se esqueça de remover o repositório Canonical Partners para a versão 12.04, com este comando:

sudo add-apt-repository -r "deb http://archive.canonical.com/ precise partner"

Passo 3. Por fim, atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Pronto! Agora, quando quiser iniciar o programa, digitando acroread no Dash (ou em terminal, seguido da tecla TAB), ou simplesmente abra um arquivo PDF.

Via UbuntuHandbook

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service - if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Como Instalar o Adobe Reader no Ubuntu 14.10

28 de Outubro de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Mesmo estando defasado e até sem suporte oficial, algumas pessoas ainda podem querer usar o leitor de pdf da Adobe no Linux. Para esses, basta seguir esse tutorial, para conseguir instalar o programa no Ubuntu 14.10, versões anteriores e seus derivados.
adobe reader ubuntu
Adobe Reader para Linux não está mais disponível para download no site da Adobe. A Adobe removeu recentemente o suporte ao Linux, a partir de sua página oficial de download. Mas felizmente, ainda é possível instalar o programa no Ubuntu através do velho repositório Canonical Partners para a versão 12.04. Resumindo, o pacote mais recente do Adobe Reader para Linux “AdbeRdr9.5.5-1_i386linux_enu.deb” ainda está disponível no repositório oficial, mas pode ser removido em futuro próximo.

Portanto, se você ainda quer este leitor de PDF, abaixo será mostrado como instalar o Adobe Reader (Acroread) 9 no Ubuntu 14.10 a partir do repositório Canonical Partners Ubuntu 12.04.

Conheça melhor o Adobe Reader

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar o Adobe Reader no Ubuntu e seus derivados

Para instalar o Adobe Reader no Ubuntu e ainda poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório Canonical Partners para a versão 12.04, com este comando:

sudo add-apt-repository "deb http://archive.canonical.com/ precise partner"

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install acroread 

Passo 5. Será exibida uma tela para definir o Adobe Reader como leitor padrão de arquivos PDf. Se você quiser isso, use as teclas de direção para selecionar a opção “Sim” e confirme com a tecla “enter”. Se não quiser, escolhe a opção “Não”;
definir-adobe-reader
Passo 6. Depois de ter instalado o Adobe Reader, não se esqueça de remover o repositório Canonical Partners para a versão 12.04, com este comando:

sudo add-apt-repository -r "deb http://archive.canonical.com/ precise partner"

Passo 3. Por fim, atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Pronto! Agora, quando quiser iniciar o programa, digitando acroread no Dash (ou em terminal, seguido da tecla TAB), ou simplesmente abra um arquivo PDF.

Via UbuntuHandbook

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service - if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Como instalar o GNOME 3.14 no Ubuntu GNOME 14.10

28 de Outubro de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Já está disponível a nova versão estável do GNOME. Se você quiser experimentar essa versão, veja aqui como instalar o GNOME 3.14 no Ubuntu GNOME 14.10.
Gnome 3.14
O GNOME 3.14 inclui várias melhorias para suportar Wayland, uma melhor experiência de usuário para dispositivos com tela sensível ao toque (cada vez mais presentes no mercado) e novos recursos. A atualização traz consigo importantes mudanças que vão tornar o ambiente de trabalho, mais completo e confiável.

Como o lançamento da versão estável do Gnome 3.14 veio poucas semanas depois da estreia do Ubuntu GNOME 14.10 Utopic Unicorn, a nova atualização não foi incluída no sistema (por padrão, a distro vem com o Gnome 3.12). Felizmente, é possível instalar a versão mais recente, graças ao repositório PPA GNOME3 Staging.

Conheça melhor o GNOME 3.14

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar o GNOME 3.14 no Ubuntu GNOME 14.10

AVISO:
Vale lembrar que a atualização para o Gnome 3.14 é recomendada apenas para o Ubuntu Gnome. Fazer isso em um sistema com o ambiente Unity pode resultar em alguns bugs que desestabilizam o ambiente de trabalho desenvolvido pela Canonical. Mas se você insistir em fazer isso, por favor leia bem a saída que aparece abaixo do comando “dist-upgrade”, antes de confirmar a instalação. Assim você evitará que pacotes importante sejam removidos. Se o comando “dist-upgrade” tentar remover páginas importantes, anular a instalação e remover o PPA, não continue o processo.

Ciente de tudo isso (e dos riscos), para instalar o GNOME 3.14 no Ubuntu GNOME 14.10, faça o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo apt-add-repository ppa:gnome3-team/gnome3-staging

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get dist-upgrade

Passo 5. Para instalar todos os aplicativos do GNOME 3 (GNOME Clocks, Maps, Music, Bijiben, Polari, etc) que não são instalados por padrão, bem como as extensões do GNOME Shell padrão e GNOME Tweak Tool (que tenho certeza que você vai precisar mais tarde), use o seguinte comando:

sudo apt-get install bijiben polari gnome-clocks gnome-weather gnome-maps gnome-music gnome-photos gnome-documents gnome-contacts epiphany-browser gnome-sushi gnome-boxes gnome-shell-extensions gnome-tweak-tool

Após a instalação, reinicie o seu sistema (um logout/login pode ser o suficiente, mas para evitar problemas, uma reinicialização é bem mais segura).

Como remover o GNOME 3.14 no Ubuntu GNOME 14.10 e voltar para o Gnome padrão

Na prática, é possível fazer esse procedimento e instalar o GNOME 3.14 em sistemas com o Unity, mas isso pode fazer ele parar de funcionar e as instruções são mais complicadas, especialmente se você quiser reverter as alterações. De qualquer forma, se você encontrar problemas ou você simplesmente não gostar do GNOME 3.14, você pode reverter as alterações e voltar ao padrão do Ubuntu 14.04, para isso, faça o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se não estiver no seu sistema, instale o ppa-purge com o comando a seguir:

sudo apt-get install ppa-purge  

Passo 3. Purge e os repositórios com os comandos abaixo:

sudo ppa-purge ppa:gnome3-team/gnome3-staging

Passo 4. E uma vez que o PPA foi purgado, reinicie o seu sistema usando a opção padrão do ambinete ou através do comando.

sudo reboot

Via lffl linux freedom

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service - if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Como instalar o App Grid 0.199 no Ubuntu 14.10

28 de Outubro de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Foi lançada recentemente a versão 0.199 do App Grid, o programa que é uma alternativa à Central de programas no Ubuntu. Se quiser experimentar essa versão, veja aqui como instalar o programa.
app-grid-main-view
App Grid é um projeto de código aberto que tem como objetivo levar para o Ubuntu e derivados, um centro de software completo, moderno e leve. A ideia do projeto é fornecer uma alternativa viável para a Central de programas do Ubuntu, proporcionando uma solução mais rápida e leve, com uma interface gráfica moderna e, especialmente, com uma experiência de usuário muito simples e intuitiva.

Há poucos dias saiu a nova versão do App Grid: 0.199. Essa é uma grande atualização que traz consigo o suporte para Ubuntu o 14.10 Utopic Unicorn e os derivados deste. Além de correções de erros, essa versão melhora a gestão da base de dados, reduzindo o tamanho dela em 33%. Tudo isto resulta em um ligeiro aumento nas buscas, como também melhora a indexação de aplicações (de acordo com o desenvolvedor, fica 25% mais rápido).

Com App Grid 0.199 foram removidos a opção para listar os aplicativos ou os resultados por nome, também foi adicionado o apt-key, que permite que você insira as chaves de autenticação correta de várias PPA.

Conheça melhor o App Grid

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.
Todas as novidades do App Grid 0.199 podem ser encontradas no changelog, disponível nesta página.

Como instalar o App Grid no Ubuntu e seus derivados

Para instalar o App Grid no Ubuntu e ainda poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository -y ppa:appgrid/stable

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install appgrid -y

Pronto! Agora, quando quiser iniciar o programa, digitando appgrid no Dash (ou em terminal, seguido da tecla TAB)

Via lffl linux freedom

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service - if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Como atualizar para o Rhythmbox 3.1 no Ubuntu 14.04/14.10

28 de Outubro de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Rhythmbox chegou a versão 3.1. Entretanto, nesse momento o Ubuntu 14.04 e 14.10 ainda fornece a versão 3.0.x. Para resolver isso, veja aqui como instalar o Rhythmbox 3.1 no Ubuntu 14.04/14.10.
rhythmbox
Rhythmbox é o player padrão de música para Ubuntu Unity e Gnome. A versão 3.1 vem com várias correções de bugs, é compatível com GTK 3.14+, e agora inclui um arquivo AppData. Vale a pena atualizar o programa, principalmente se você tiver atualizado para o Gnome 3.14 ou já encontrou algum erro durante a execução da atual versão.

Rhythmbox é um software livre liberado sob a licença GPL (General Public License), projetado para funcionar bem sob o GNOME usando a estrutura de mídia GStreamer. Originalmente inspirado pelo iTunes da Apple, a versão atual suporta também Rádio Internet, integração com iPod, gravação de áudio CD, reprodução de áudio CD, compartilhamento de música e Podcasts. Ele é um muito fácil de usar para fazer a reprodução de músicas e suporta uma ampla gama de formatos de áudio (incluindo mp3 e ogg).

Conheça melhor o Rhythmbox

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar o Rhythmbox 3.1 no Ubuntu e seus derivados

Para instalar o Rhythmbox 3.1 no Ubuntu e ainda poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository -y ppa:fossfreedom/rhythmbox

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install rhythmbox

Pronto! Agora, quando quiser iniciar o programa, digitando rhythmbox no Dash (ou em terminal, seguido da tecla TAB).

Via UbuntuHandbook

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service - if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Como atualizar para o Rhythmbox 3.1 no Ubuntu 14.04/14.10

28 de Outubro de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Rhythmbox chegou a versão 3.1. Entretanto, nesse momento o Ubuntu 14.04 e 14.10 ainda fornece a versão 3.0.x. Para resolver isso, veja aqui como instalar o Rhythmbox 3.1 no Ubuntu 14.04/14.10.
rhythmbox
Rhythmbox é o player padrão de música para Ubuntu Unity e Gnome. A versão 3.1 vem com várias correções de bugs, é compatível com GTK 3.14+, e agora inclui um arquivo AppData. Vale a pena atualizar o programa, principalmente se você tiver atualizado para o Gnome 3.14 ou já encontrou algum erro durante a execução da atual versão.

Rhythmbox é um software livre liberado sob a licença GPL (General Public License), projetado para funcionar bem sob o GNOME usando a estrutura de mídia GStreamer. Originalmente inspirado pelo iTunes da Apple, a versão atual suporta também Rádio Internet, integração com iPod, gravação de áudio CD, reprodução de áudio CD, compartilhamento de música e Podcasts. Ele é um muito fácil de usar para fazer a reprodução de músicas e suporta uma ampla gama de formatos de áudio (incluindo mp3 e ogg).

Conheça melhor o Rhythmbox

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar o Rhythmbox 3.1 no Ubuntu e seus derivados

Para instalar o Rhythmbox 3.1 no Ubuntu e ainda poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository -y ppa:fossfreedom/rhythmbox

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install rhythmbox

Pronto! Agora, quando quiser iniciar o programa, digitando rhythmbox no Dash (ou em terminal, seguido da tecla TAB).

Via UbuntuHandbook

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service - if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Lançado Audacious 3.5.2: instale-o no Ubuntu 14.04/14.10

27 de Outubro de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Audacious, o reprodutor de áudio padrão do Lubuntu, acaba de chegar a versão 3.5.2, trazendo traduções atualizadas e algumas correções de bugs.
audacious-gtk-interface
Audacious é um player de áudio de código aberto, um descendente do XMMS com foco no baixo consumo de recursos, na alta qualidade de áudio e no suporte para uma ampla gama de formatos de áudio. Ele contém reprodução contínua embutida e suporta plugins e peles do Winamp 2.

Com o programa você pode arrastar e soltar pastas e arquivos de músicas individuais, procurar artistas e álbuns em toda a sua biblioteca de músicas, criar e editar suas próprias listas de reprodução personalizadas, ouvir um CD ou fazer streaming de música a partir da Internet, ajustar o som com o equalizador gráfico ou experimentar os efeitos LADSPA. Aproveite a interface GTK com temática moderna ou mude as coisas com peles do Winamp clássico. Para torná-lo mais completo, você pode usar os plugins incluídos no Audacious para buscar letras de suas músicas, para definir um alarme na parte da manhã, e muito mais.

audacious-winamp-skin

Conheça melhor o Audacious

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar o Audacious no Ubuntu e seus derivados

Para instalar o Audacious no Ubuntu e ainda poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository -y ppa:nilarimogard/webupd8

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install audacious audacious-plugins

Pronto! Agora, quando quiser iniciar o programa, digitando audacious no Dash (ou em terminal, seguido da tecla TAB)

Via UbuntuHandbook

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service - if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Como instalar o Minecraft no Linux

27 de Outubro de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Se você está procurando uma maneira fácil de instalar o Minecraft no Linux, veja a seguir como fazer isso.
instalar o minecraft no linux
Instalar o Minecraft no Linux já foi complicado e atualmente está bem mais simples. Mas antes de fazer isso, saiba que para obter uma melhor experiência de jogo, você deve primeiro instalar os drivers da sua placa de vídeo, observando o seguinte:

  • Para placas Intel, a melhor opção será usar os drivers open source padrão;
  • Para NVIDIA ou AMD, é melhor usar um driver de vídeo proprietário, ou seja, abra o utilitário de drivers adicionais do Unity, selecione o driver da NVIDIA ou AMD a partir da lista e instale-o.

Observado tudo isso, instalar o Minecraft no Linux se torna bem mais fácil e menos problemático. Tudo o que precisa fazer é instalar o Java, baixar e executar um arquivo executável .jar a partir do site oficial do jogo.

Conheça melhor o Minecraft

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar o Minecraft no linux

Para instalar o Minecraft no Linux e ainda, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Para instalar o Oracle Java, veja este post ou apenas execute os comandos abaixo, na mesma sequencia. Para outras distribuições, siga o seguinte procedimento:

sudo apt-add-repository ppa:webupd8team/java
sudo apt-get update
sudo apt-get install oracle-java8-installer

Passo 3. Uma vez que o Java Runtime já está instalado, baixe o arquivo do Minecraft com o comando:

wget https://s3.amazonaws.com/Minecraft.Download/launcher/Minecraft.jar

Passo 4. Crie uma pasta para o arquivo;

sudo mkdir /opt/minecraft

Passo 4. Copie o arquivo para a pasta;

sudo cp Minecraft.jar /opt/minecraft/

Passo 6. Agora crie um lançador para o programa, executando um editor de texto com o comando:

sudo gedit /usr/share/applications/minecraft.desktop

Passo 7. Copie o conteúdo abaixo e cole ele no arquivo aberto. Em seguida, salve e feche o arquivo;

[Desktop Entry]
Version=1.0
Type=Application
Terminal=false
Name=minecraft
Exec=java -jar /opt/minecraft/Minecraft.jar
Icon=
Categories=Application

Pronto! Agora, quando quiser iniciar o programa, digite em terminal minecraft (seguido da tecla TAB), ou no caso do Ubuntu com Unity, no Dash. Se o ambiente gráfico suportar, copia o arquivo .desktop criado para a sua área de trabalho usando um gerenciador de arquivos.

Via UbuntuHandbook

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service - if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Como instalar o emulador de terminal Cool-Retro-Term no Ubuntu 14.10

27 de Outubro de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Já falei do emulador de terminal Cool-Retro-Term aqui no Blog, mas dessa vez, mostrarei como instalar ele usando um repositório.
emulador de terminal
Cool-Retro-Term é um emulador de terminal livre, que imita o visual e a sensação das antigas telas de tubo catódico. Se você está cansado de seu terminal atual, o programa é uma boa opção por ser um emulador de terminal personalizável e razoavelmente leve. Ele usa o engine Konsole que é poderoso e maduro, ele requer apenas a Qt 5.2 ou superior para funcionar. Se você usa o terminal com frequência (ou é fã dele), com esse aplicativo, você irá deixá-lo com um visual mais retrô.
emulador de terminal
O programa vem com modelos pré-configurados para que você possa usá-los com apenas um clique, os perfis incluem: Âmbar, Verde, Scanlines, Pixelado, Apple ][, Vintage, IBM Dos, IBM 3287, e Verde Transparente. Além desses, você pode criar seu próprio perfil e usá-lo, definindo a fonte, o dimensionamento e a largura da fonte.
emulador de terminal
As preferências do Cool-Retro-Term oferecem uma grande quantidade de personalização: você pode ajustar o brilho, contraste e opacidade.
emulador de terminal
Aplicar efeitos interessantes para terminais.
emulador de terminal
Você também pode controlar o FPS, a qualidade de textura, a qualidade das scanlines e qualidade do bloom.
emulador de terminal9

Conheça melhor o emulador de terminal Cool-Retro-Term

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar o emulador de terminal Cool-Retro-Term via repositório no Ubuntu 14.10e seus derivados

Para instalar o emulador de terminal Cool-Retro-Term via repositório no Ubuntu 14.10, e ainda poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository ppa:noobslab/apps

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install cool-retro-term

Uma vez instalado, inicie o programa digitando no Dash:col
Pronto! Agora, quando quiser iniciar o programa, digitando col no Dash (ou em terminal, seguido da tecla TAB)

Via NoobsLab

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service - if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.



Previsão do tempo: Como instalar o My Weather Indicator no Ubuntu 14.10

27 de Outubro de 2014, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Ter a previsão do tempo sempre a vista é importante, por isso, para que você tenha ela no seu desktop, veja aqui como instalar o Weather Indicator no Ubuntu 14.10
Previsão do tempo
My Weather Indicator é um applet Unity indicator desenvolvido pela equipe atareao. Ele exibe informações do tempo, previsão, evolução e previsão dos locais selecionados no painel do Ubuntu. Ele também suporta widget de desktop e serviços meteorológicos online como Yahoo, Open Weather Map, wunderground.com, World Weather.

Conheça melhor o aplicativo de previsão do tempo My Weather Indicator

Para saber mais sobre esse programa, clique nesse link.

Como instalar o aplicativo de previsão do tempo My Weather Indicator no Ubuntu 14.10 e seus derivados

Para instalar o My Weather Indicator no Ubuntu 14.10, e ainda poder receber automaticamente as futuras atualizações dele, você deve fazer o seguinte:
Passo 1. Abra um terminal (no Unity use as teclas CTRL + ALT + T);
Passo 2. Se ainda não tiver, adicione o repositório do programa com este comando:

sudo add-apt-repository ppa:atareao/atareao 

Passo 3. Atualize o APT com o comando:

sudo apt-get update

Passo 4. Agora use o comando abaixo para instalar o programa;

sudo apt-get install my-weather-indicator

Se você não quiser adicionar o repositório PPA, pegue o instalador .deb diretamente na página do programa no Launchpad e instale-o manualmente.
Uma vez instalado, inicie o programa digitando no Dash:my, ou em terminal, seguido da tecla TAB.

Na primeira vez que você executar o indicador, a janela de Preferências será aberta. Nela você poderá definir a sua localização, um segundo local, se o programa deverá exibir ou não o widget, a pele (skin) do widget, os serviços meteorológicos, as unidades de medida, a auto inicialização, a frequência de atualização, e muito mais.

my-weather-indicator-settings
Via ubuntuhandbook

Não está aparecendo algo?

Este post é melhor visualizado acessando direto da fonte. Para isso, clique nesse link.


O que está sendo falado no blog hoje


This entry passed through the Full-Text RSS service - if this is your content and you're reading it on someone else's site, please read the FAQ at fivefilters.org/content-only/faq.php#publishers.