Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Minha rede

 Voltar a planetas
Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Planeta do Gnome Brasil

11 de Fevereiro de 2010, 0:00 , por Software Livre Brasil - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.

Flamarion Jorge: Fazendo o Gnome-Shell seu ambiente padrão no Debian

1 de Novembro de 2009, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Depois de um comentário do Kov neste blog me mostrando que o Gnome-Shell está no Debian a pouco tempo, através deste POST em seu blog, me lembrei que a grande maioria dos softwares, só não me arrisco dizer todos, que estão nos repositórios do Debian, possuem um manual ou um README.Debian.

E o que isso tem haver com tornar o Gnome-Shell o ambiente desktop padrão do GNOME?

Bom foi lendo o README.Debian que eu aprendi como se faz da maneira certa.

No post anterior a este, eu dei uma dica de como instalar e fazer com que o Gnome-Shell fosse executado no ato do login do GNOME, mas venhamos e convenhamos, era uma baita gambiarra.

Era uma gambiarra por que ele fazia o gnome-shell executar quando o lgoin fosse feito e não que este fosse configurado corretamente para ser o ambiente desktop padrão, assim como o metacity/gnome-pannel são configurados normalmente.

Mas voltando ao ssunto, eu aprendi lendo o README onde está muito claro como isso dever ser feito.

Segue o trecho e o caminho para encontra-lo no seu sistema assim que seu gnome-shell estiver instalado:

A propósito, é bem encorajador :)

flamarion@arvore:~$ less /usr/share/doc/gnome-shell/README.Debian

…..

3. If you have enough corage…

GNOME Shell installs a .desktop file which makes it possible to make
it the default for your session, replacing metacity/gnome-panel. To
make it the default all you need to do is set the following gconf key
to ‘gnome-shell’:

/desktop/gnome/session/required_components/windowmanager

Here’s the gconftool command, if you’re feeling lazy:

$ gconftool-2 -t string -s /desktop/gnome/session/required_components/windowmanager gnome-shell

Não precisa ter medo, isso funciona.

Então esqueçam a dica do .gnomerc que dei anteriormente e usem a forma correta.

Caso não tenha facilidade de fazer isso pela linha de comando você pode fazer a mesma mudança a partir do “Editor de Configurações” que fica no menu Aplicações->Sistema->Editor de Configurações, no seu Debian.

E ele tem esta cara:

gconf

Modifique a chave selecionada para gnome-shell e terá o mesmo efeito que a linha de comando sugerida pelo README.

Espero que tenha ajudado, e obrigado Kov pelo comentário que fez no post anterior e me fez ler um pouco mais a respeito e fazer a coisa da maneira correta.



Rodrigo Flores: Latinoware

30 de Outubro de 2009, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Semana passada fui no Latinoware e foi bastante interessante. Lá palestrei sobre nossa equipe de tradução do GNOME e tive algumas experiências interessantes:

  • Foi bacana rever alguns e conhecer boa parte do pessoal do GNOME Brasil. Espero vê-los mais vezes;
  • Também revi o Farid, que trabalha comigo no Archlinux Brasil, ficamos de conversar mais como acabei não podendo ir no último dia devido ao atraso do motorista que ia buscar a gente no Paraguay, não conversamos :-( ;
  • As palestras também foram legais: o Lício falou sobre o GNOME Love, eu falei sobre a equipe de tradução do GNOME para nosso idioma, o Binhara falou sobre o Mono, a Izabel e a Luciana falaram sobre o GNOME Women (eu infelizmente perdi essa palestra :-( ), o Vinicius Depizzol falou sobre a experiência do usuário no GNOME e para finalizar o Tiago falou sobre personalização do GNOME. Um ótimo conjunto de palestras :-) ;
  • Foi legal discutir coisas, tanto técnicas como não técnicas, com as outras pessoas do GNOME e de outros projetos como o Fedora. Aliás esses eventos acabam proporcionando trocas de experiências que contribuem em muito com os projetos de SL. Aliás isso é uma das coisas mais importantes de eventos como esses e tenho que ser bastante grato à Fundação GNOME por me patrocinar e ter a oportunidade de fazer coisas como essa, além de poder participar do evento e conhecer mais pessoas;
  • Depois de assistir uma palestra interessante sobre o Mono com o Binhara e depois de ouvir o Everaldo falar horas e horas disso, fiquei com vontade de aprender a programar nesse ambiente;
  • Conversei com o João Sebastião sobre como podemos fazer a adequação do GNOME para a nova ortografia. Para corrigir algumas coisas nas versões antigas ele fez um script que pode ser bastante útil para agilizar nosso trabalho. Próximos capítulos desta trama serão divulgados aqui neste blog em breve ;-) ;
  • Conheci o Paraguay, e embora este país tenha muitos produtos interessantes a venda ele tem a pior poluição visual que já vi;
  • Não consegui ver as cataratas, aliás faltou tempo para isso :-( ;
  • Minha palestra não teve um grande público, mas acho que deu para passar a mensagem da equipe. O pdf aparecerá em breve por aqui;
  • Foz do Iguaçu é uma cidade bastante esquisita: lá é úmido pra caramba, escurece bem tarde e isso me faz perder a noção do tempo;
  • Não gostei muito de comida Baiana. Tem muita cebola. E eu odeio cebola. Aliás, a coisa que menos comi lá foi comida paranaense;
  • A organização do Latinoware também deixou muito a desejar, já fui em eventos mais bem organizados e acho que o Latinoware também podia ser;
  • Agradeço a fundação GNOME por me patrocinar, ao Leonardo por me indicar para palestrar e a Izabel, que correu atrás de tudo por lá (aliás, depois que organizei junto com amigos a ida do pessoal da minha faculdade pro FISL, aprendi a agradecer as pessoas que fazem acontecer);

É isso aí :-) Que o próximo evento venha logo e que eu tenha a oportunidade de vê-los em breve.

 

Bruno Boaventura: Ela chegou! E eu sou papai!

27 de Outubro de 2009, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda



Mariana nasceu dia 20 de Outubro, às 17:26h. Desde então o pai dela não dorme bem à noite.



Jorge Pereira: Linus Torvalds apoia o Lançamento do Windows 7

23 de Outubro de 2009, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Linus Torvalds apoia o Lançamento do Windows 7

Em um conferência de Linux no Japão, a Microsoft coloca (de propósito ou não) um ponto de venda do Windows7 em frente ao local. Nosso amigo Linus Torvalds tira uma onda e vai lá “prestigiar” o lançamento.

Fonte da foto.




Vinicius Depizzol: Recent files Vs. Relevant files

19 de Outubro de 2009, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

This post could be called “Ideas for GNOME Activity Journal during Zeitgeist Hackfest” too. ;)

Every time I see a list of recent documents in some application, I never see what I am looking for. Checking the recent files on the Places menu of gnome-panel gives me nothing more than some links to pictures or text files I opened some time ago which are far from relevant for me right now. The same happens for similar lists in Gedit menu or other applications.

This very approach is initially being used as default for the new GNOME Activity Journal, which is the application who shows data from the Zeitgeist library. In general terms, the Activity Journal is a huge list of everything you did in your computer, ordered by time.

While having all this information is very useful, displaying it is nothing but tricky. Just listing tons of files sequentially won’t help anyone for finding the file you opened yesterday because the relevance “dimension” is missing.

If I just open some files and close them very quickly, than they shouldn’t be more relevant than the document I worked on for three hours. The photos I saw from my last travel shouldn’t occupy all the list of recent files, as I just spent some seconds in each of them.

Group similar activities can be interesting too. Facebook does that for news feeds and it works quite well. Seeing all the photos from my last travel is only one activity for me. Also, people open and close documents all the time. Make important documents easily accessible is more important than list the last closed one.



Og Maciel: Reunião da equipe de traduções do GNOME Brasil

18 de Outubro de 2009, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Na noite de outubro 16 de 2009 aconteceu a primeira reunião da equipe de traduções do GNOME Brasil já sobre a nova coordenação do Rodrigo Flores. Infelizmente perdi o início da reunião mas o Rodrigo fez um excelente trabalho em resumir os pontos discutidos e enviou para todos da lista de discussão. O que segue abaixo é o conteúdo deste e-mail, formatado por mim para (espero) melhor destacar os assuntos discutidos:

  1. Manter padrões:
    • Uma das coisas que as vezes falhamos é em manter os padrões. As vezes um tradutor menos experiente acaba colocando maiúsculas onde não deve e isso sai do padrão. O que podemos fazer é criar uma página no wiki com os padrões e ir discutindo eles aqui na lista. Nomes de aplicativos que podem confundir a gente coloca também coloca em tabela.

      Ex: | Eye of GNOME | Visualisador de Imagens do GNOME |

  2. Adequação a nova ortografia:
    • Inicialmente houve 3 alternativas (uma delas meio “inviável):
      • Revisar tudo manualmente (essa é a inviável)
      • Script que corrige palavras, pegando as que mais aparecem (isso deixaria só metade corrigido).
      • Rodar um corretor ortográfico (pareceu ser a mais viável).
    • Há corretores ortográficos já atualizados como o Aspell [1] e dicionários online com a nova ortografia [2]. O Vladimir também sugeriu um dicionário de papel da ABL com a nova ortografia [3].
    • Para quando faremos essa mudança ? Uma sugestão do John Wendell é termos tudo traduzido para o GNOME 3.0 (que pode ser lançado em 5 meses ou 11 meses) e anunciar isso como uma feature.
  3. Regra de crédito de autoria:
    • Decidimos que alguém só pode por seu nome no crédito de autoria se ele traduziu/arrumou o fuzzy de pelo menos 10 mensagens. Mas mesmo que se traduza menos que isso, o nome de quem traduziu vai pro Last Translator e pra mensagem de commit. Esse número pode ser discutido, mas o povo da reunião concordou com 10.
  4. String Freeze Break:
    • O John Wendell esclareceu para os presentes (inclusive para mim) o que era o String Freeze Break (e por que alguns módulos no String Freeze apareciam novas mensagens):
      • [22:36:19      ] rodrigoflores_, deixa eu explicar
      • [16 22:36:31] isso só acontece quando o programador *erra*
      • [16 22:36:56] mas por default as strings novas só aparecem *se* forem aprovadas
      • [16 22:37:17] a pessoa pede, se for aprovado, o cara faz o commit
    • Uma sugestão que ele deu, e que eu concordo é que todos assinem a i18n [4]. Lá vocês ficam sabendo o que foi aprovado e o que não foi e etc.
    • Precisamos também escrever algo no Wiki sobre isso. O Flamarion ficou encarregado disso :-) .
  5. Mudança nas “regras” de promoção:
    • Sugeri adicionarmos o item “Ter traduzido algo não trivial” na regra de promoção tradutor -> revisor. Um dos objetivos pretendidos disso é tentar fazer com que tradutores já em fase de serem promovidos traduzam mais coisas não triviais. A alteração não foi aceita, e os motivos disso foram que traduzir quantidade é diferente de traduzir com qualidade e que, revisores só devem aceitar se acharem que o cara é realmente para termos a confiança de que se o cara mandou pode subir pro repositório sem dor de cabeça. Como quase todo mundo na reunião topou, fica a mudança rejeitada.
  6. Tradução via Web:
    • Uma coisa que eu pedi que todos pensássemos sempre é em como melhorar nosso processo de tradução e nossas ferramentas e uma das coisas que vem aparecendo é a tradução online. O que eu quis salientar é que, IMHO, se isso existir, sou a favor que funcione como é no DL, onde o cara reserva, só ele mexe e depois disso ele marca como pronto. Uma coisa que me contaram (John) e que eu não sabia é que já existem planos para isso ser integrado no DL. Então me dei por satisfeito.
    • Uma coisa levantada nesse tópico (e em alguns pontos do resto da reunião) é que não temos muita documentação para iniciantes. Seria legal se tivéssemos Screencasts, e mais coisa no Wiki que ajude aos novos tradutores. Talvez uma seção “Comece Aqui” já fosse bom. O Flamarion sugeriu uma reunião na qual discutiríamos somente sobre o Wiki. Sou a favor disso e por mim já podemos marcar a data :-) .

Pontos extras (que eu esqueci de comentar)

  • Tradução incremental de documentações grandes:
    • Algumas documentações como o Anjuta são grandes e difíceis de serem traduzidas. Não seria bom se traduzissemos 50 ou 100 strings de cada vez e isso fosse revisado, submetido e a tradução continuasse, ao invés de se traduzir tudo e revisar tudo de uma vez? Isso deixaria o tradutor/revisor mais atencioso e podendo trabalhar aos poucos (isso obviamente pode ser feito por ele mesmo sozinho, mas acho que uma revisão externa sempre ajuda, além do que evitaria ter que corrigir erros recorrentes que estão na tradução inteira).
  • Revisão obrigatória para módulos grandes:
    • Alguns módulos grandes (anjuta e evolution) tem muitas mensagens e um erro ou outro pequeno sempre tem mais chance de aparecer independente do tradutor e da revisão que ele mesmo acaba fazendo (independente se ele é tradutor, revisor ou coordenador). O que eu proponho é que essa revisão seja obrigatória. Isso certamente vai atrasar um pouco o trabalho mas acho que vai melhorar bastante nosso processo.
  1. http://leonardof.org/2009/07/05/dicionario-para-aspell-agora-com-o-acordo-ortografico/pt/
  2. http://www.priberam.pt/DLPO/
  3. http://www.jacotei.com.br/dicionario-escolar-da-lingua-portuguesa-academia-brasileira-de-letras-letras-academia-brasileira-9788504011883.html?ordenarpor=3
  4. http://mail.gnome.org/mailman/listinfo/gnome-i18n
  5. http://mail.gnome.org/mailman/listinfo/gnome-pt_br-list

Se você tiver alguma dúvida, sugestão, bronca ou está interessado em ajudar com as traduções do GNOME (e não estou falando de traduzir para o Ubuntu ou qualquer outra distribuição), não use a seção de comentários deste blog, mas sim se cadastre na lista de discussão[5].



Rodrigo Flores: GNOME 2.28 no Archlinux

17 de Outubro de 2009, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Após algumas semanas do lançamento do GNOME, já é possível utilizar a versão mais nova desse ambiente de Desktop no Archlinux.

Você pode conferir as notas de lançamento neste link. Alguns módulos, como o GDM por exemplo, estão bastante modificados e um dos principais pontos fortes desta nova versão é que muitas dependências de bibliotecas foram removidas de vários módulos preparando terreno para a versão 3.0.

Além disso, vários aplicativos foram melhorados e há novas features adicionadas em muitos deles. Vale a pena conferir.

 

Og Maciel: Você se lembra da minha voz?

15 de Outubro de 2009, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Nossa, quanto tempo que não escrevia no meu blog em português!!! Muitas coisas aconteceram desde o meu último post, mas invés de descrever tudo aqui, convido a todos os interessados a dar uma “bizoiada” no meu blog em inglês!

Então, a vida está uma correria só e depois eu volto aqui prá falar mais detalhes sobre a correria toda. Só queria mesmo avisar a todos que o Planeta GNU/Linux Brasil ficou fora do ar por um tempo devido a problemas com o planetplanet, o programa responsável por gerar as notícias e agregar tudo na página web.  O problema foi com uns feeds que não estavam mais validando e o código do planetplanet “quebreva”!

Solução: joguei um WordPress mesmo com um plugin chamado FeedWordPress especializado em tornar o WordPress em um agregador de notícias. Tem até uma interface web para adicionar os feeds e tal!

Bem, atualizem o feed do Planeta e depois eu volto com mais notícias!



Jorge Pereira: The windows source code has been released!

6 de Outubro de 2009, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

The windows source code has been released!

Ops! praticamente três meses sem postar nenhuma novidade. Porém não tinha como deixar passar em branco este post… está semana estarei de volta as atividades e compartilhando as novidades!

Perceba que o código e bem tosco, porém divertido! o uso do return com o método void main() foi forçar a barra! :cool:




Licio Fonseca: Ubuntu na Info Exame de outubro? #fail

3 de Outubro de 2009, 0:00, por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda

Tenho que adimitir que a revista Info Exame sempre deu uma certa atenção ao Ubuntu, até mais que a outras distribuições. Mas ela é uma revista de informatica e é bem generica.
Na edição ela cometeu uma gafe(por ela podemos dizer o diagramador/ilustrador/ou seja lá que for que faz isso) que pode ser facilmente explicada mas o que não é uma boa justificativa a um erro desse nivel.
ubuntu fail
Confundir ubuntu com macos em um macbook é demais, não?



Tags deste artigo: gnome planet planeta