Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

PSL Brasil

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Notícias

27 de Maio de 2014, 23:22 , por Paulo Santana - | 2 pessoas seguindo este artigo.

Livro livre em português sobre Python disponível para download

3 de Junho de 2009, 0:00, por Desconhecido

Já está disponível para download o livro "Python Para Desenvolvedores". A iniciativa é inédita, pois trata-se do primeiro livro livre em português sobre a linguagem de programação. A publicação é distribuída sob uma licença Creative Commons, que ajuda garantir o direito autoral, ao mesmo tempo que permite copiar, distribuir, exibir e criar obras derivadas, democratizando o acesso ao conhecimento. Já está disponível para download o livro "Python Para Desenvolvedores". A iniciativa é inédita, pois trata-se do primeiro livro livre em português sobre a linguagem de programação. A publicação é distribuída sob uma licença Creative Commons, que ajuda garantir o direito autoral, ao mesmo tempo que permite copiar, distribuir, exibir e criar obras derivadas, democratizando o acesso ao conhecimento.



Bahia sedia congresso internacional de software livre nesta semana

3 de Junho de 2009, 0:00, por Desconhecido

Acontece esta semana, entre os dias 28 e 29 de maio, em Salvador, o Free Software Bahia 2009. O Congresso Internacional de Software Livre tem por objetivo incentivar o uso do software livre nas rotinas de trabalho e na administração de serviços em TI nos mais diversos setores. Baseado na experiência do Free Software Rio 2008, a programação do encontro está dividida em painéis e palestras, cada um com foco em determinado aspecto relevante, sempre a partir de experiências já existentes.



Crimes na Web: Sobram críticas ao projeto de Lei

3 de Junho de 2009, 0:00, por Desconhecido

A tentativa de tipificar crimes cometidos pela Internet através do projeto de lei 84/99, foi o centro das discussões na audiência conjunta da Câmara e do Senado sobre o futuro da Internet, realizada nesta terça-feira,02/06. E não faltaram críticas à proposta, já aprovada pelos senadores e, neste momento, aguardando o relatório da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara. O principal alerta feito pelos especialistas foi referente a definição de regras está no caráter global da rede mundial. "A internet é universal. Não há como fechar as fronteiras do país, tanto nas benesses, quanto nos crimes. As soluções têm que ser globais", observou o coordenador do Comitê Gestor da Internet (CGI), Augusto César Gadelha Vieira. "Na rede só funciona o quê for global", emendou o diretor-presidente do Núcleo de Informação do Ponto Br (NIC.br), Demi Getschko.



Prorrogada consulta pública sobre projeto que fortalece centros de acesso à internet

3 de Junho de 2009, 0:00, por Desconhecido

A consulta pública na internet sobre o Projeto Nacional de Apoio a Telecentros foi prorrogada até o dia 10 de junho. A iniciativa pretende ajudar na implantação de dois a três mil novos telecentros e fortalecer de cinco a dez mil unidades já existentes no país. Segundo a responsável pela coordenação do projeto no Ministério do Planejamento, Cristina Mori, a ampliação do prazo visa permitir maior participação da sociedade e das iniciativas de inclusão digital no projeto.



"A internet é aberta e nenhuma Lei vai mudar isso", afirma Vint Cerf

3 de Junho de 2009, 0:00, por Desconhecido

A regulamentação da Internet, especialmente em matéria criminal, dominou a audiência pública realizada nesta terça-feira (02/06) sobre o futuro da rede mundial. E na defesa da colaboração dos provedores de internet com as investigações de ações consideradas danosas para o internauta, o diretor-presidente da Associação Brasileira de Provedores de Internet (Abranet), Eduardo Parajo, atacou as operadoras de telefonia. "Temos que lembrar que as operadoras de telecom têm prestado serviço de acesso à internet. E enquanto os provedores têm colaborado [com as investigações de crimes na rede], tomam a fama de quem não tem feito isso", reclamou Parajo, em resposta a uma provocação do deputado Julio Semeghini (PSDB-SP).



TV Digital: BNDES não será 'sponsor' do padrão brasileiro, mas apoiará exportações

3 de Junho de 2009, 0:00, por Desconhecido

O presidente do BNDES - Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social, Luciano Coutinho, disse que o banco possui linhas de financiamentos e está disposto a ajudar indústrias brasileiras exportarem equipamentos da área ou, até mesmo, montarem fábricas em países da América Latina, para incentivar o uso do padrão brasileiro SBTVD na região. "Se for necessário, vamos aportar recursos para incentivar a venda de produtos brasileiros e a produção também. Mas não seremos patrocinadores do padrão nacional. Não é nosso escopo", disse. Segundo Coutinho, que participou da cerimônia de abertura do ABINEE TEC, na capital paulista, nesta segunda feira, 01/06, o Banco tem recursos e interesse em ajudar as empresas brasileiras interessadas em atuar na área de TV Digital.



Governo mantém aceso o projeto de atrair uma indústria de semicondutores

3 de Junho de 2009, 0:00, por Desconhecido

"A janela de oportunidade" para o Brasil atrair uma indústria de semicondutores não está fechada. Esta foi a posição defendida pelo ministro do Desenvolvimento, Miguel Jorge, durante a sua participação, nesta segunda-feira, 01/06, na ABINEE Tec, evento, que serviu para o lançamento do estudo "A indústria elétrica eletrônica em 2020 - uma Estratégia de Desenvolvimento". No estudo, a Abinee concentra seus alvos na necessidade de consolidar, no médio e longo prazo, a indústria local e componentes. Para isso, sugere a criação do PADIC - Programa de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Indústria de Componentes, com isenção de imposto de renda pessoa jurídica, e redução a zero das alíquotas do iPI, PIS, PASEP, COFINS, inclusive para importação de insumos e maquinário. A contrapartida do setor seria o investimento de 2% do faturamento da empresa para Pesquisa e Desenvolvimento.



Governo admite negociar, mas quer celular com Ginga em 2010

3 de Junho de 2009, 0:00, por Desconhecido

Os fabricantes de celulares temem que a cota obrigatória de 5% de terminais produzidos no país com o middleware Ginga NCL embutido - medida que entra em vigor a partir de 1º de janeiro de 2010, em função da portaria interministerial 237, aprovada em 30 de dezembro do ano passado - possa vir a prejudicar o mercado. Eles já foram ao governo para afirmar que este percentual é elevado. No ano passado, segundo um executivo do setor que preferiu não se identificar, a quantidade de celulares com recepção de Tv Digital não passou de 0,1% do total vendido no país. O secretário da SEPIN, Augusto Gadelha, disse que o governo admite negociar, mas que mantém a estratégia de ter celular com Ginga no ano que vem.



Prodeb lança o Mangaba no Free Software Bahia 2009

3 de Junho de 2009, 0:00, por Desconhecido

O sistema operacional desenvolvido pela Prodeb, sob plataforma Linux, trará autonomia, rapidez e segurança para a gestão pública.



Fórum pretende tornar Ginga-Java reconhecido internacionalmente

3 de Junho de 2009, 0:00, por Desconhecido

Linguagem para software de interatividade na TV Digital desenvolvido no Brasil pode virar padrão para sistemas de outros países.



ODF Alliance alerta governos sobre o 'suporte' ODF do Office 2007 SP2

3 de Junho de 2009, 0:00, por Desconhecido

ODF Alliance alerta governos sobre o 'suporte' ODF do Office 2007 SP2 A ODF Alliance preparou um folheto informativo para os governos e outros interessados no qual explica como o Microsoft Office 2007 SP2 gerencia ODF. O informe fala de graves deficiências, elementos não tratados e a quebra de interoperabilidade baseada em padrões abertos que o mercado, sobretudo o Governo, demanda.



Governo lançará em junho edital para seleção de projetos de criação de novos telecentros

3 de Junho de 2009, 0:00, por Desconhecido

O governo federal planeja criar até 3 mil novos telecentros até o final deste ano e investir na melhoria de boa parte dos já existentes. Para isso, reservou cerca de R$ 120 milhões que serão distribuídos entre as propostas que forem selecionadas pelo Projeto Nacional de Apoio aos Telecentros, coordenado pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e em consulta pública desde o início do mês.



Lula é premiado por ações de inclusão digital e de combate à pornografia na internet

3 de Junho de 2009, 0:00, por Desconhecido

A premiação ocorreu no dia 18 de maio, data que marca no Brasil o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Em reconhecimento às políticas federais de inclusão digital e de combate à pornografia infantil na internet, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi agraciado pela União Internacional de Telecomunicações (UIT) com o Prêmio Mundial de Telecomunicações e Sociedade da Informação 2009. A UIT considerou relevantes para a escolha do presidente o fato de ele ter sancionado, em novembro do ano passado, a Lei 11.829, contra a exploração sexual de crianças na internet e a criação do serviço de denúncias contra a pornografia infantil implementado pela Secretaria Especial de Direitos Humanos.



Lei de downloads ilegais da França enfrenta ceticismo na Europa

3 de Junho de 2009, 0:00, por Desconhecido

O partido governista de Nicolas Sarkozy comemorou quando um dos seus principais projetos passou pelo Parlamento francês: a primeira lei, sem precedentes mundiais, que corta as conexões de internet das pessoas que, repetidamente, fazem downloads de músicas e filmes protegidos sob os direitos autorais. Entretanto, a vitória de Sarkozy na última semana não o torna uma liderança na batalha europeia contra a pirataria na internet. O governo francês precisou forçar a legislação mediante ao desafio de outras nações europeias, que são mais flexíveis quanto a direitos autorais em seus territórios, e que são franca oposição ao projeto de lei dentro do Parlamento Europeu.



Secretário participa da abertura de Fórum de TI da Dataprev

3 de Junho de 2009, 0:00, por Desconhecido

Implementar modelos de dados eficientes é um fator importante para a longevidade dos sistemas de informação. Essa foi a idéia defendida pelo secretário de Logística e Tecnologia da informação do Ministério do Planejamento, Rogério Santanna, a gestores, estudiosos e representantes de diversos órgãos públicos ligados a Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). O secretário participou nesta quinta-feira, dia 21 de maio, da abertura da 3ª edição do Fórum de TIC Dataprev, realizado no Ministério da Previdência Social, em Brasília, cujo tema abordou o uso de banco de dados. O objetivo do encontro foi compartilhar experiências no tema debatendo aspectos relacionados à segurança, disponibilidade, escalabilidade e desempenho.



Eventos de Software Livre no Brasil