Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

PSL Brasil

 Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

Reino Unido: governo local irá aumentar a utilização de ferramentas de escritório em código aberto

17 de Agosto de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 2971 vezes

Uk-shopAs administrações públicas locais no Reino Unido irão cada vez mais recorrer a ferramentas de escritório em código aberto ao longo dos próximos dois anos, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Public Sector Forums, uma organização independente.

"Softwares para escritório em código aberto ganharam um pequeno, mas significativo apoio em alguns locais", afirma a organização  no seu relatório "Open or Closed? A Survey of Open Source Software in Local Government " (Aberto ou Fechado? Uma pesquisa sobre software de código aberto na administração local), que foi publicada na semana passada. Continua.

Segundo o relatório, 95 por cento dos entrevistados utilizam ferramentas da Microsoft, os outros 5 por cento usam alternativas de código aberto, como  OpenOffice ou a versão comercial do StarOffice da Sun Microsystems.

O relatório é baseado nas respostas de 168 entrevistados. O levantamento foi realizado em novembro e dezembro de 2008.

Grande parte dos entrevistados, 65 por cento, acreditam que as suas administrações locais deverão aumentar a utilização de código aberto. "No entanto, um terço ou são neutras ou discordam (7 por cento), sugerindo que há um contingente substancial no governo local, que ainda precisam ser conquistados."

A principal vantagem de abrir o código é o baixo custo do software, afirma a Public Sector Forums. “A redução dos custos surgiram como a principal razão pelo qual as autoridades locais haviam optado por soluções de código aberto. Três quartos dos entrevistados (75 por cento) citaram o menor custo como um dos fatores mais importantes na sua decisão de utilizar o código aberto”.

Os custos com licenciamento de software  representam, normalmente, entre 30 a 40 por cento dos orçamentos das autoridades locais com TI,  estimaram os entrevistados.

Outras vantagens do código aberto mencionadas pelo administradores dos municípios estão independência em relação aos fornecedores (47 por cento) e funcionalidade (40 por cento).

Os principais obstáculos à adoção do código aberto dizem respeito à cultura organizacional, como a aversão ao risco e a falta de entendimento de funcionários mais velhos, a resistência à mudança e objeções internas da gerência e demais usuários. "Cerca de dois terços (65 por cento) acredita que a percepção da gerência de que o código aberto é muito arriscado está impedindo que os municípios aumentem a utilização de código aberto."

"Quando lhes perguntaram o que poderia ajudar a aumentar a adoção de código aberto em seus municípios, no topo das respostas estava a necessidade de uma maior visibilidade de uma aplicação bem sucedida em todo o governo local, em especial de alta visibilidade, estudos de casos práticos de sucesso, a prova de conceitos e um maior conhecimento sobre "o que funciona". "

Public Sector Forums coincidiu  a publicação do relatório com o lançamento de um
novo website, UKGovOSS.or, destinado a incentivar a discussão sobre  código aberto e padrões abertos nas administrações públicas do Reino Unido.


Tradução: Daniela Costa
Fonte: OSOR.eu - Open Source Observatory and Repository


Tags deste artigo: reino unido código aberto pesquisa governo

Eventos de Software Livre no Brasil