Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

PSL Brasil

 Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

Lançado Noosfero 0.23.0!

14 de Abril de 2010, 0:00 , por Software Livre Brasil - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 887 vezes

É com alegria que anunciamos o lançamento da versão 0.23.0 do seu mais querido software livre para redes sociais. :-)

Novas funcionalidades (para usuários)

Esta versão traz várias melhorias de usabilidade, o que torna a experiência inicial do usuário muito melhor.

  • Link visível para feeds RSS (#1475). Agora o Noosfero vai mostrar um ícone de feed RSS ao lado da descrição do blog. Este link vai ajudar usuários cujo browser não exibe ícones de feed na barra de endereço, como por exemplo usuários de plataformas embarcadas (smartphones) e de quiosques de internet usando tela cheia.
  • Melhorias na caixa de notificação (#1474). Alteramos o estilo padrão da caixa de notificação para que ela seja mais visível, e ao mesmo tempo continue sem atrapalhar.
  • Layout com largura fixa (#1449). O tema padrão agora tem largura fixa. Dessa forma é mais fácil antecipar como o Noosfero vai aparecer para os usuários indenpendente da sua resolução de tela. Nós encorajamos a todos que estejam fazendo temas a fazerem o mesmo.
  • Desbloqueio de empreendimentos (#1402). Quando um empreendimento é bloqueado após uma tentativa não sucedidade de ativação, o adminitrador do ambiente poderá agora desbloquear o empreendimento diretamente através da interface do sistema.
  • Registro em configurações multi-ambiente  (#1448). Com essa mudança, agora é possível ter usuários com mesmo login ou e-mail em ambientes diferentes no mesmo servidor.
  • Por último, mas não menos importante, agradecemos à Ynternet.org por financiar várias melhorias de usabilidade (#1404, #1407, #1403, #1408, #1405).

Melhorias de infra-estrutura

  • Otimização para os clientes (#1425). Temos conduzido estudos de desempenho do Noosfero, e uma das coisas em que decidimos trabalhar foi na otimização do HTML gerado pelo Noosfero. Reduzindo o úmero de arquivos externos referenciados pelo HTML (folhas de estilo e arquivos javascript), e adicionando configurações no servidor web que instruam os clientes a fazer cache local desses arquivos, conseguimos melhorar nossa nota de E para B na escala do YSlow.
  • Deixando Ruby-GetText em favor de fast_gettext na infra-estrutura de tradução (#1315). Nós temos lutado contra problemas na tradução que eram difíceis, ou mesmo impossíveis, de reproduzir localmente. Em sites de alto tráfego, parece que algumas instâncias de mongrel ficavam travadas num único idioma e os usuários eram surpreendidos por mensagens em idiomas diferentes daquele de sua preferência. Nossa hipótese é de que esse problema era causado pela falta de thread-safety(*) tanto no Rails 2.1 como no Ruby-GetText (pelo menos na versão no Debian estável). Nós então substituímos Ruby-Gettext com fast_gettext. Além de ser thread-safe(*), fast_gettext é bem mais rápida e consome menos memória do que Ruby-GetText. Nós ainda usamos a Ruby-GetText para a gestão das traduções, porém. Como nós nunca conseguimos produzir os problemas na tradução localmente, não podemos ter certeza de que isso vai resolver o problema. Mas nossa análise cuidadosa demonstrou analiticamente que o problema será de fato resolvido.
(*) NT: infelizmente não conseguimos uma boa tradução para thread-safety e thread-safe. O conceito está relacionado à capacidade de um software de atender requisições simultâneas sem que uma interfira na outra.

Sobre o projeto Noosfero

O Noosfero é uma plataforma web livre para redes sociais que possui as funcionalidades de Blog, e-Portfolios, RSS, discussão temática e agenda de eventos num mesmo sistema! O Noosfero utiliza a linguagem de programação Ruby com framework Rails e, portanto, suporta bancos de dados, PostgreSQL, MySQL, SQLite entre outros.

Mais informações sobre o projeto Noosfero podem ser encontradas no seu site oficial: noosfero.org. Informações sobre suporte comercial e serviços relacionados podem ser obtidas com a Colivre.


Fonte: Antonio Terceiro

Eventos de Software Livre no Brasil