Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

PSL Brasil

 Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

Jornal Zero Hora se equivoca em matéria sobre professor digital e liminar a favor da ASL e BrOffice

19 de Fevereiro de 2010, 0:00 , por Software Livre Brasil - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 5344 vezes

A matéria publicada hoje (19/02) pelo jornal Zero Hora sobre o Programa do Governo do Estado "Professor Digital" tem dois erros básicos fundamentais. O repórter ao explicar o que é o programa escreve que "os programas viriam com sistemas operacionais Windows e Linux (software livre) e com softwares Office e BrOffice (livre). Também viriam com softwares educacionais da Microsoft."

Pois foi justamente a ausência desta possibilidade no edital e na divulgação do programa que motivou a  ação judicial movida pela ASL e pela Comunidade BrOffice, que foi acatada com liminar favorável pela Justiça tendo em vista a Lei 8666/93 que institui as normas para licitações e contratos da Administração Pública.

Além deste equívoco, segundo Marcelo Branco através do Twiitter, o software educacional da MS é invenção da ZH. "O software é da brainhoney (se bem que roda em asp na versão online)".

Veja a divulgação do programa que está no site do Governo do Estado

Opções_para_widows__600_x_474_


Leia a matéria do jornal

Ongs defensoras de software livre impõem entrave ao Programa Professor Digital


Tags deste artigo: lei 8666 asl broffice professor educação

1818 comentários

  • 608f51b59bd9af1f7d922ae3473aed11?only path=false&size=50&d=404Fabio Silva(usuário não autenticado)
    19 de Fevereiro de 2010, 20:13

    Micros para professores.

    Boa noite, eu fiz o pedido e acredito que como eu maioria prefira o Windows em vez do Linux. Não tenho nada contra mas o problema é que não temos muitos programas para o Linux e o BROffice é muito lento.
    Mesmo que a liminar for decidida para a escolha é pura perda de tempo.
    Quando o estado faz algo pela educação alguem tem de ir contra.
    Nossa governadora não tinha feito de bom ainda pela educação e quando faz...


  • 10c711828473a7ab86296d8e33307541?only path=false&size=50&d=404Thiago Barbosa(usuário não autenticado)
    19 de Fevereiro de 2010, 20:29

    Professor

    Tenho vergonha em morar no mesmo país de vocês, pois vocês não passam de acéfalos, gordos, sujos que quando levantam a bunda da cadeira é apenas para fazer m*rda, como toda classe do magistério, agradeço a brilhante decisões tomadas por vocês seus fracassados com sonho de trabalhar na Microsoft e nunca conseguiram por falta de capacidade.


  • 55677acfd2841ff1c0cbf50819231b23?only path=false&size=50&d=404Paulo Dias(usuário não autenticado)
    20 de Fevereiro de 2010, 20:44

    Dúvidas

    Pela primeira vez a governadora faz algo de útil pelos professores e vem esses camaradas, que não sei de onde sairam, e complicam a nossa vida. Por favor deixa eu levar o notbook para casa e vão encher a paciência de outro.


  • 4d4a0bd333ead35c5494c494b6a217c4?only path=false&size=50&d=404Carlos(usuário não autenticado)
    20 de Fevereiro de 2010, 23:46

    Bonito vocês, hein

    Os professores reclamam dos políticos quando eles fazem coisas erradas, mas na hora que é pra ganhar alguma coisa não interessa o que está acontecendo.


  • 7039164bde593616513be266735fdcc1?only path=false&size=50&d=404Bruno(usuário não autenticado)
    22 de Fevereiro de 2010, 10:57

    Usuário Ubuntu 9.10 e Windows Vista

    Envergonho-me de ler textos tão agressivos vindos de quem lá sabe, pois não acredito que sejam de professores, de covardes com certeza. caros participantes, o único motivo pelo qual suas mensagens estão aqui, é o do direito a liberdade de expressão. Apenas este. Quanto ao conteúdo, lamento informar, é de extrema falta de conhecimento, como fora citado na matéria, existe uma LEI (lei 8666/93), espero que tenham o trabalho de ler.
    Abaixo o imediatismo egocêntrico.


  • 0ebfd23681888392ce7bd6ad4ebb4e9b?only path=false&size=50&d=404Matheus(usuário não autenticado)
    22 de Fevereiro de 2010, 19:19

    KKKKKKKKKKKKK

    Comentários de que não existe softwares equivalentes para linux, até hoje não encontrei nenhum que não tenha no linux, e se tiver, já ouviu falar de Wine.

    Correta a decisão, nunca pagaria pelo windows se tenho algo muito superior, nem que o windows fosse grátis, o linux é superior.

    Desculpe Paulo Dias, se pensamos muito além do pagar por qualquer porcaria, o linux está mudando o que é sistema operacional, se não fosse por ele o mundo não seria o que é, muitas coisas que você nem imagina usa linux, por exemplo, temos o melhor sistema de votação do mundo, com? Linux!
    Então, se você quer continuar sendo alienado pelo mundo, continue, vejo o linux igual ao anarquismo, é tão superior ao resto que é visto como um lixo, minha mãe ao ver uma bagunça fala "Que anarquia", não sabe o que está falando, ao meu ver ela está elogiando e muito aquilo, o único problema do anarquismo é não aceitar religião, de resto ele é perfeito, o linux o problema é que tem que ter no mínimo um pouco de inteligência para operar, de resto é perfeito.


  • 4438fce007839204979ca99490b025c9?only path=false&size=50&d=404Cléber Mateus Ribas(usuário não autenticado)
    23 de Fevereiro de 2010, 17:06

    Entendo, mas não concordo

    Entendo o que vocês estão querendo e aco que seria muito legal, se vocês fossem afetados diretamente. Creio que o que vocês tentaram era correto até sair o edital. No entanto, ao travar a liberação dos notebooks vocês só conseguiram fazer com que os professores ficassem com raiva do Linux, do BrOffice e da da ASL. A questão não é mais se o governo está certo ou não, mas que vocês não tem nada a ver diretamente com a questão. Provavelmente vocês tem seus notebooks e não estão em ai para quem não tem. Entendo que vocês querem incentivar o uso de software livre, mas prejudicar mais de 30000 professores que não veem a hora de ter seus notebooks entregues é errado. Desistam deste processo para não prejudicar ainda mais os professores estaduais - já tão prejudicados, diga-se de passagem. Incentivem o software livre de outras formas - como por exemplo, enviando cópias do linux e do broffice para os professores. Que tal um acordo com o governo do estado - vocês entregam cds de instalação do Linux e BrOffice conforme o numero de inscritos no programa. Isto nao prejudicaria nenhum professor e ainda seria mais simpatico aos mesmos - e isto é sempre melhor que a força. Pensem nisto: ninguém aceita conselhos de quem lhe prejudica. Ou seja, ninguém que se sente lesado por esta liminar irá querer usar algum software livre.
    Espero que entendam minha colocação


  • Eacfdea9d0ab86ecc0b3d7f28dc69685?only path=false&size=50&d=404José ancisco Nunes fernandezFr(usuário não autenticado)
    23 de Fevereiro de 2010, 22:28

    Um Paralelo

    No distrito federal foi eleito um governador que já possuia no seu passado escandalos na câmara, mas meesmo assim o povo de lá elegeu ele para governar o Estado. Embora parece que não tenha nada haveer uma coisa com a outra, eu creio que as pessoas querem mas na sua maioria nõa quer saber como e nem porque. se a justiça determinou, mesmo em liminar, que o feito seja bloqueado significa que há alguma coisa de errado. Mas parece que os professores, um percentual deles, acha que está tudo bem já que vão comprar notebooks baratinhos. me pergunto que tipo de aula ou ética que essas pessoas passam em sala de aula, que tipo de professor se vale de palavrões ou argumentos deselegantes contra aqueles que simplismente tem opinião diferente. Se for essa a mostra do nível do magistério gaúcho, talves explique porque somos tão poucos valorizados.


  • Af322645037db82e738c49f2de1ef736?only path=false&size=50&d=404alini(usuário não autenticado)
    24 de Fevereiro de 2010, 10:49

    Vão cuidar da vida de vocês

    Sabem porque o Bill Gates é bilionário? porque 95% da população mundial usa Windows. Se eu quisesse um notebook com Linux eu comprava uma máquina com Linux, mas acontece que Linux é uma droga e ninguém que conheço usa ou gosta deste software. Então suspendam essa liminar e parem de trancar a vida dos professores que querem apenas trabalhar.


  • 3313b7ce2ce94183c3bdd87c5f8f760b?only path=false&size=50&d=404Felipi Tiger(usuário não autenticado)
    25 de Fevereiro de 2010, 9:40

    Decepção com a Ong Software Livre Brasil

    Eu sou um dos professores estaduais do estado do Rio Grande do Sul, que está desesperadamente tentando adquirir um computador para utilizar nas aulas e Gostaria de manifestar respeitosamente minha INDIGNAÇÃO e DECEPÇÃO contra a Ong Software Livre Brasil.
    Até o ultimo mês eu era um admirador dessa organização, por que eu acho que ela lidava com questões justas, das quais serei eterno defensor, que são as de acesso dos meios tecnológicos de informação de forma justa para todos, porém estou decepcionado com a Ong.
    A ação movida contra o a venda casada do projeto Professor Digital, que consistia em Notebooks + softwares da Microsoft, é BURRA, SENSACIONALISTA e entendo-a como sendo pura politicagem e maneira de a ong chamar a atenção, pois eu acho que essa ong tem interesses a mais com essa ação, porém vou me abster de entrar em detalhes sobre isso.
    Já utilizei muitas vezes o software defendido por essa organização e apesar de ser simpatizante do mesmo, quero dizer que infelizmente ele sempre deixou a desejar quando precisei utilizá-lo para determinados objetivos. Infelizmente o Windows ainda é a melhor opção de sistema operacional, para utilizar em computadores e a Ong Software Livre Brasil acabou atrapalhando minha preparação para o inicio do ano letivo e por conseqüência prejudicando muitos alunos.
    Tenho certeza de que nenhum dos professores que se inscreveram no projeto, tem preferência por outro software que não o Windows e que os esforços da Ong Software Livre Brasil, são em vão e só atrapalharam, atrasando a única chance que muitos professores como eu tem de adquirir um computador nesse momento.
    Sinceramente acho que essa organização teria maneiras mais eficientes e menos infelizes de fazer sua divulgação dos softwares livres. Em toda minha vida dentro das escolas do Rio Grande do Sul, nunca vi ninguém ligado a Ong Software Livre, se dignar a ir até uma das escolas, ou enviar material de divulgação dos softwares livres e por isso sei que a maioria dos alunos nem ao menos sabem o que é um software livre.
    Agradeço à atenção, e espero que vocês tenham a mesma coragem, que tiveram ao entrar com uma ação que atrapalhou um bom projeto e publiquem meu comentário.
    Atenciosamente.
    Felipi Tiger


  • 41708006b8edb584c45f219c814a0aa9?only path=false&size=50&d=404Gabriela Ferreira(usuário não autenticado)
    25 de Fevereiro de 2010, 22:31

    $$

    Alguém que acha que esse programa do governo está facilitando a aquisição do equipamento já parou prá pensar que o equipamento sairia MUITO mais barato com programas livres?? E que se o problema fosse o Linux ou o BROficce(que eu acho ótimo) era só mandar formatar por um valor muito menor? Tem gente que tá mesmo à fim de dar dinheiro pro governo. Se vocês olharem no mercado, existem equipamentos semelhantes, por valores semelhantes. Essa história de "sem juros" é pura roubada prá disfarçar... ACORDEM! Esse programa não tá com nada! E outra coisa, quantos professores vão realmente adquirir os equipamentos para usar na sua formação? 90% dso que eu conheço iam pegar pros filhos que estão na faculdade. Ridículo!!!


  • 6ed8e21af2fe91c698e5eae178b29dfc?only path=false&size=50&d=404Edenilson (usuário não autenticado)
    27 de Fevereiro de 2010, 20:35

    Ridículo

    Ridículo é opinar de forma superficial e alienada! Todos que defendem o sistema Linux, neste site, estão operando com Windows e na maioria dos casos, pirata.
    Rídículo é pensar que alguem que faça uma escolha está errada só porque você não concorda.
    Nós, professores podemos usar o Linux, depois de adiquirido o produto, porém a demora neste processo vai me impedir de iniciar o ano com muitos vídeos, imagens e projetos que o produto iria possibilitar. A perda provocada é irreparavel para nossos alunos da rede pública.
    Como sugestão esta dita ong poderia nos financiar nas mesmas condições um computador com seu software.
    Existem várias lojas vendendo computadores já com Linux. Não seria uma venda casada. Será que temos que impedir? Foi feita alguma licitação quando criaram a urna eletrônica com Linux, pois apesar de ser livre a marca ganha muito dinheiro com outros serviços.


Eventos de Software Livre no Brasil