Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

PSL Brasil

 Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

Concurso: crie a identidade visual do fisl13!

30 de Janeiro de 2012, 0:00 , por Software Livre Brasil - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 3158 vezes

Já pensou em ver o seu trabalho estampado em todos os materiais de comunicação do fisl, desde o site, passando pelos materiais gráficos e pela sinalização do evento? Assim como no ano passado, a criação da identidade visual da 13ª edição do Fórum Internacional Software Livre - fisl13, ficará a cargo da comunidade Software Livre. Designers e profissionais que trabalham com SL podem enviar suas propostas, que serão avaliadas e votadas pelos membros da Associação Software Livre.Org. O criador da proposta vencedora receberá uma inscrição para o fisl13 e prêmio no valor de R$ 2.500,00.

Ah! E não esqueça de enviar junto com a sua proposta um pequeno parágrafo explicando a sua ideia. Boa sorte!

 

Baixe o Regulamento e participe!

Regulamento:regulamento_concurso.pdf

Marca fisl - simbolo_fisl.svg.tar.gz

Fontes fisl - FISL-Fontes.tar.gz

 


Tags deste artigo: fisl fisl13 concurso identidade visual logo software livre

1111 comentários

  • 4989308803a99660047a9acdd34e6cc8?only path=false&size=50&d=404Raphael Aleixo(usuário não autenticado)
    31 de Janeiro de 2012, 13:44

    Questões sobre o regulamento.

    Oi, Thaís. E olá a todos aqui do portal.

    Me chamo Raphael Aleixo, trabalho com design faz um bom tempo. Ainda que não esteja diretamente envolvido com o Software Livre - infelizmente nessa área ainda é um pouco baixa a demanda profissional - sempre gostei de poder contribuir com essa causa de alguma forma.

    Quando vi a proposta do concurso, achei interessante e tive vontade de criar alguma coisa. Mas não concordo com o regulamento, e acho que vocês estão perdendo a chance de terem mais - e melhores - trabalhos por conta de como esse concurso está sendo levado.

    Acho injusto - e cruel - pedir que participantes enviem toda uma proposta inteira de identidade visual (trabalho que, feito corretamente, pode levar semanas), para só então haver uma votação. Existe uma linha - muitas vezes tênue - do que é crowdsourcing (a alma por trás do que é software livre e colaborativo) pro que é concorrência especulativa não remunerada. E aqui, infelizmente, vocês cruzaram essa linha.

    Esse tipo de ação é - infelizmente - muito comum. E não digo que seja algo necessariamente feito de má-fé, como acredito que não tenha sido pela parte de vocês. É normal pedirem desenhos, marcas, e coisas assim. Mas vocês não vão ver nunca sendo pedido para que todos enviem um software inteiro pronto, para alguém escolher um e jogar fora todos os outros. Como arte/design muitas vezes é entendido como algo subjetivo, esse tipo de coisa acontece mais. Mas é errado, e problemático para o próprio crescimento do design dentro do Software Livre.

    Se for do interesse de vocês mudarem esse ponto de vista, estou completamente ao dispor para conversar e sugerir mudanças no regulamento - e talvez em toda a forma do concurso - para aproximar do que seria realmente uma marca "construida por todos".

    Eu seria o primeiro a fazer - até de graça - alguma coisa para vocês. Eu tenho tempo para contribuir. Mas não tenho - e não acho que ninguém deveria ter - tempo para desperdiçar.

    Espero que entendam esse comentário como uma forma de agregar mais aos valores de vocês. Um grande abraço,


    • Daa32ba1d0c03b31262ab7dbf85ecd64?only path=false&size=50&d=404Ademis(usuário não autenticado)
      1 de Fevereiro de 2012, 1:12

      Perfeito sua colocação.

      Concordo totalmente. A essencia do software livre não é concurso e votação, é a colaboração na construção de algo ideal. Crowdsourcing.


  • 23f1cba2da88e0641c60f598a575d7f3?only path=false&size=50&d=404rob(usuário não autenticado)
    2 de Fevereiro de 2012, 10:06

    Infelizmente, verdade, Raphael

    É que fazer arte é uma coisa tão... tão... simples, não é? Qualquer um de posse de um corel (ou inkscape, no caso) pode fazer um logotipo, um projeto de identidade visual, criar uma marca!! É muito fácil criar uma forma (juntando umas iniciais), fazer uma combinação de cores (isso é coisa de criança, não é???) e voilà!

    Arte, Educação e Cultura, aqui no Brasil, ainda são encaradas como atividades menores, fato! -- vide as condições dos educadores, dos promotores culturais, dos artistas e músicos de um modo geral.

    Realmente participar de um concurso assim, que pede TUDO PRONTO... mmm, é realmente pra quem tem tempo a ser desperdiçado, não investido.

    Trabalho com software livre há muito tempo, inclusive fazendo arte e gostaria muito de contribuir, mas infelizmente não posso fazer tudo isso que pedem para, no fim, ter meu trabalho julgado, talvez, por uma maioria que nem sei se realmente sabe analisar aspectos de design e vote na base do "gosto deste", "não gosto deste". Uma pena. Porque há outras maneiras.

    Respeitosamente...


    • 4989308803a99660047a9acdd34e6cc8?only path=false&size=50&d=404Raphael Aleixo(usuário não autenticado)
      2 de Fevereiro de 2012, 11:17

      Falta de conhecimento e não de respeito

      Oi, Rob.

      Como disse no meu comentário inicial, não acredito que a forma do concurso tenha sido planejada por subjulgarem design e arte, ou por subestimarem a dificuldade de criar uma marca: inclusive o valor da compensação financeira pro projeto aprovado não é baixo, principalmente considerando que estão procurando designers dentro da própria comunidade.

      O que acontece, acredito, é só uma falta maior mesmo de proximidade com o que envolve um projeto de design, e sua especifidade: Diferente de um concurso para um software, que mesmo os que não ganharem poderão reutilizar e melhorar seu código e aplicação para oportunidades futuras, um projeto de identidade visual é (ou deveria ser) feito apenas para aquele fim. Ou seja, todas as outras opções se tornam inválidas e descartadas para sempre.

      Acho que essa discussão deve encaminhar para tentar explicar os motivos de porque encaramos esse concurso com olhares desconfiados, e não para julgar motivos.


  • 2867113489dc1171187d80ba84610a66?only path=false&size=50&d=404Érica Tamiris(usuário não autenticado)
    5 de Fevereiro de 2012, 15:56

    Meu ponto de vista

    Concordo bastante com o Raphael no aspecto da concorrência especulativa não remunerada, tanto que realmente gostava da proposta do concurso anterior, em que apenas pedia-se uma marca (uma marca que, como todo Designer sabe, deve ser flexível o suficiente para abranger todas as aplicações necessárias em um evento como o FISL). O que, na minha opinião, pecou no concurso anterior e que poderia ser feito neste é a premissa de que o próprio designer, depois de já vencedor, criaria as demais aplicações, atendendo as opiniões da organização da ASL e do público em geral, para, assim, realmente podermos enxergar um movimento de crowdsourcing...


  • 2867113489dc1171187d80ba84610a66?only path=false&size=50&d=404Erica Tamiris(usuário não autenticado)
    5 de Fevereiro de 2012, 16:16

    Apenas esclarecendo...

    Apenas para esclarecer... Na minha proposta, ano passado, quis fazer algo mais completo, com banner, camisetas... Acredito que fui a única a fazer isso. Mas foi uma tentativa de mostrar como a marca ficaria... e me convencer de que tinha criado uma marca flexível pro evento. Entendo que ter todo esse trabalho (que leva mesmo, semanas) e não ser escolhido, frustra. Ao mesmo tempo que foi um período em que realmente tive muito contato com software livre para criação, me possibilitou aprender mais sobre as ferramentas livres. Ou seja, teve um lado bom...
    No entanto, penso que no regulamento deste ano a criação de aplicações deveria estar à cargo do próprio designer decidir se apresenta algumas delas junto com a marca ou não... e a idéia do próprio designer criar todas as aplicações depois de vencedor também se aplicaria nesse caso...
    Até porque há o fator apresentação, uma proposta bem apresentada em um concurso é algo que todo designer gostaria de ter a oportunidade de fazer... sem ser de qualquer forma, explorado...


  • Effb0ea1213895a1112fadb1a4f36d2c?only path=false&size=50&d=404Fernando G. R.(usuário não autenticado)
    6 de Fevereiro de 2012, 17:03

    Opinião

    Raphael Aleixo está mais do que correto, meu nome é Fernando, trabalho também com design (entre outras coisas) e também teria tempo para contribuir e faria isso com todo prazer.


  • 71f8cd826bfb1e6e042fe53fe07b3d6b?only path=false&size=50&d=404Newton Alves (usuário não autenticado)
    6 de Fevereiro de 2012, 17:57

    Resposta

    Cadê o responsavel pelo concurso seria bom ele tomar uma posição para que ambas as partes entrem em acordo!


  • 23f1cba2da88e0641c60f598a575d7f3?only path=false&size=50&d=404rob(usuário não autenticado)
    6 de Fevereiro de 2012, 18:50

    discutir, sempre. Não eternamente, mas sempre

    Olá, Rafael. Olá a todos.

    Então, talvez eu tenha deixado transparecer nas minhas entrelinhas algo que realmente não pensei, mas se foi, deixa eu recolocar: quando eu digo (foi mais um desabafo) que a Arte não é valorizada, não disse propriamente DESTE concurso, deste caso, falei mais num genérico, em algo que tenho percebido nesses meus 20 e tantos anos de profissão; realmente não acredito que criaram este concurso para subjulgarem nada. No entanto, lendo seu segundo post, Rafael, vejo que você também compreende algo próximo a mim: "[...] que acontece, acredito, é só uma falta maior mesmo de proximidade com o que envolve um projeto de design, e sua especifidade". É isso. E é essa falta de proximidade com o universo do design que, talvez, tenha criado o regulamento e suas regras e, talvez, também, é o mesmo distanciamento que acabe escolhendo o “vencedor” (e sinceramente eu prefiro esse negócio de vencedor para esporte e menos pra arte).
    Fico imaginando aqui que se querem um projeto de design, e se querem, pensando num patamar de maior nobreza, que a comunidade participe, existem outras maneiras. Vejam só: aqui já somos cinco profissionais discutindo um regulamento quando poderíamos estar trocando layouts, aprendendo conceitos mutuamente, estudando gestalt!
    Creio que é muito bom levantar essas questões. Claro, de maneira alguma queremos diminuir a importância do evento e/ou do trabalho que quem queira participar e concorrer. Mas em época de crowdsourcing, acho que dá para pensar em algo um pouco mais... mais.. interessante. ;-)
    De novo, claro, muuuuui respeitosamente...


  • Avatarazul minorMariel
    5 de Março de 2012, 17:19

    Concurso prorrogado

    Pessoal, o concurso ainda está aberto! Mandem suas artes, as exigências mudaram tentando atender às sugestões da comunidade (vocês). soft​ware​livr​e.or​g/po​rtal​/com​unid​ade/​conc​urso​-de-​iden​tida​de-v​isua​l-do​-fis​l-13​-ter​a-no​vas-​regr​as


Eventos de Software Livre no Brasil