Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

PSL Brasil

 Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

Cinco razões que fazem o Ubuntu 9.10 melhor que o Windows 7

5 de Novembro de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 10024 vezes

Mesmo reconhecendo que a Microsoft fez um bom trabalho com o Windows 7, que o novo sistema operacional está mais leve e é mais seguro que as versões anteriores já lançadas pela empresa, o que faz, então, um grande número de usuários continuar preferindo usar o Linux (sem contar os novos adeptos) e defender a plataforma open source com unhas e dentes?

Se os motivos listados abaixo lhe soam repetitivos, é porque eles continuam a ser os principais atrativos do sistema operacional Linux que a Microsoft ainda não conseguiu vencer.

Segurança

Está provado: o Windows 7 é, realmente, o Windows mais seguro já criado pela Microsoft. Mas é melhor do que o Vista? Sim, é. Mais rápido do que o Windows XP? Hum... não muito. Ele conta com toneladas de aplicativos para ele? Sim.

Mas o Windows 7 vai continuar enfrentando a infindável batalha dos malwares e ainda carrega muito de um modelo de segurança a era pré-internet? Sim, infelizmente a resposta é sim.

É possível manter um PC com Windows seguro, a partir de hábitos seguros e munidos das ferramentas adequadas. Isto é um pouco mais fácil para aqueles usuários com mais experiência em computadores e que não se deixam enganar facilmente pelos novos truques que os criminosos virtuais vem empregando.

O problema é que nem todo mundo tem esse conhecimento e mesmo os que têm não querem passar o tempo todo atentos a esse tipo de situação, não querem ter de se preocupar se serão hackeados enquanto fazem compras na web ou ter de pensar duas vezes antes de visitar um site ou clicar em um link que chegue pelo correio eletrônico.

No Linux, felizmente, esses problemas simplesmente não existem e os usuários podem usar seus computadores sem este tipo de preocupação.

Preço

Ok. Aqui vamos nós, uma vez mais, entrar na discussão sobre preço. Temos o novíssimo Ubuntu 9.10 funcionando perfeitamente em um PC da HP com processador Intel Pentium IV de 1,4 GHz e meros 512 MB de memória RAM, equipamento comprado em 2000. Seria impensável - e impossível - rodar qualquer versão decente do Windows 7 nesse equipamento.

Mas vamos deixar a questão do hardware de lado por um momento e pensar no preço do software. A versão mais barata do Windows 7 (Home Basic Full), no Brasil custa 329 reais - não existe a opção de atualização, embora a Microsoft possa lançá-la no início do próximo ano. Em contrapartida, o preço do Ubuntu 9.10 é... zero. Basta baixá-lo, instalar e começar a usar.

Atualização mais fácil

Para atualizar o Ubuntu no PC mencionado acima, foram necessários os seguintes passos: baixar o arquivo e queimá-lo em um CD; iniciar o PC a partir deste disco e instalar o Ubuntu 9.10 nele. O tempo total para realizar isso foi inferior a uma hora.

A instalação do Windows 7 a partir do XP é um processo muito mais complexo e, em nossos testes, consumiu cerca de oito horas. Uma forma de encurtar esse processo é contar com o auxílio de alguns programas extras com o Windows Easy Transfer e o PCmover, além do disco de instalação do sistema operacional propriamente dito.

Definitivamente, esse não é um processo simples, a não ser que você goste muito de lidar com tecnologia e decida fazer isso por sua conta e risco. Se realmente quer usar o Windows 7, o melhor a fazer é comprar um PC novo já com o sistema operacional instalado.

Compatibilidade de hardware

Ainda existe uma ilusão persistente de que o Linux suporta apenas um limitado conjunto de periféricos. Este é um conceito totalmente incorreto. O Ubuntu Linux é capaz de lidar com praticamente qualquer hardware disponível no mercado. Tudo bem que existem alguns itens específicos, em particular algumas placas gráficas e chipsets, para os quais será necessário baixar um driver adicional para poder obter o melhor desempenho gráfico possível.

Mas o que isso tem a ver com a comparação entre o Windows 7 e o Ubuntu? Muito. Ainda que a Microsoft tenha feito um trabalho muito melhor no quesito suporte a hardware com o novo Windows do que vimos no Vista, ainda existem alguns falhas de suporte com relação a alguns dispositivos bem comuns.

Por exemplo, o problema de sincronização do iPhone com o Windows 7 que parece resultado de um combinação entre a versão 64 bits do novo sistema operacional e algumas placas-mãe de alto desempenho que utilizam o chipset Intel P55 Express.

Ou que tal isso: as impressoras da HP ainda não possuem drivers compatíveis com o Windows 7. As informações mais recentes da consultoria IDC dão conta de que a HP detém 54% do mercado norte-americanos de impressoras. É inacreditável

Aplicativos

O senso comum sugere que o Windows tem a vantagem de possuir o maior número de aplicativos disponíveis do que a plataforma Linux. E de fato tem, é fato.

Mas quantos desses os usuários realmente precisam e utilizam? É claro que se o que o usuário realmente precisa são recursos que só existem, digamos, no Adobe Photoshop, então ele não tem qualquer motivo de pensar em usar o Ubuntu nem qualquer outra distribuição Linux. Nesse caso, a pergunta seria: então por que não escolher rodar o Snow Leopard em um Mac? Mas esta é outra discussão.

Entretanto, com exceção de jogos, nada parece apontar em favor do sistema operacional da Microsoft. O Ubuntu (e várias outras distribuições também) vem com uma suíte de aplicativos de produtividade gratuita que faz praticamente tudo que o Office da Microsoft é capaz de fazer.

Quer um cliente de e-mail? O Outlook Express não vem mais com o Windows 7 (embora se ainda seja possível baixá-lo do site da Microsoft). Já o Ubuntu oferece o Evolution, um dos melhores utilitários de e-mail já desenvolvidos.

Precisa fazer backup do seu PC? As duas plataformas oferecem isso, mas apenas o Ubuntu proporciona um serviço online, o Ubuntu One, com 2 GB de capacidade disponível (gratuito) e 50GB no serviço pago.

Caso necessite de uma ferramenta que não tenha vindo com a distribuição, basta visitar o Ubuntu Software Center, a “loja” do Ubuntu. As aspas estão aí porque tudo o que está lá é gratuito.

No caso do Windows, todo mundo conhece o caminho das pedras. Ou você compra o aplicativo que precisa (seja em uma loja física ou online) ou procura por algo que sirva no Download.com ou Tucows, por exemplo. Só não se esqueça de ter seu cartão de crédito em mão, afinal um bom software para Windows dificilmente será gratuito.

Não esperamos, mesmo, convencer fãs de carteirinha do Windows a trocar de plataforma. Nosso objetivo é acrescentar um pouco mais de lenha na discussão e colocar os usuários para pensar. Se puder, experimente o Ubuntu - e pode-se fazer isso mesmo sem mexer em nada na sua instalação Windows atual.

Quem sabe você não acabe descobrindo que esta distribuição (ou qualquer outra) do Linux é capaz de fazer tudo o que você precisa em um computador com muito menos problemas e sem precisar gastar nada.

Fonte: PC World


Tags deste artigo: linux

1616 comentários

  • A144d8468ca531efceac0bf06406ebab?only path=false&size=50&d=404Alberto(usuário não autenticado)
    6 de Novembro de 2009, 1:20

    Personalização

    Pra quem gosta de deixar tudo com a sua cara... nenhum Sistema Operacional é tão personalizável como o Linux (Ubuntu).


  • Dd1974ae63864701c8546b9ef23bac3e?only path=false&size=50&d=404Robson(usuário não autenticado)
    6 de Novembro de 2009, 17:08

    Compatibilidade

    Estou testando o 7 mas até agora só vi melhorias na parte de segurança e rede. No mais é um sistema bonito com vários aplicativos. Além do mais, as placas mais antigas, como a minha que é Intel, praticamente ele não consegue extrair o máximo do hardware. Ainda prefiro o Xp para jogos.


  • 6ce6f6aeca17f9cda727891c517f94a6?only path=false&size=50&d=404Caio(usuário não autenticado)
    17 de Novembro de 2009, 11:10

    Realemente parace ser melhor

    Eu testei o ubuntu 6. alguma coisa, era um pouco complicado e meu pai e meu irmao nao conseguiram utilizar, depois testei o 8.10, fiquei por algum tempo e voltei para o xp, aogra estou com o ubuntu 9.10 e o windows 7 para o restante da familia, mas logo vou comprar outro note e vai rodar só ele


  • Fcfb48f614132f23be9342fb2b3e55b3?only path=false&size=50&d=404Luiz Fernando(usuário não autenticado)
    26 de Novembro de 2009, 19:57

    A900

    Acabei de instalar o Ubuntu em um desknote a900. Pra quem não conhece, aquilo é pcchips com um processadorzinho de 700 mhz.
    Para sua finalidade está perfeito.
    Ler livros e artigos em pdf
    Trabalhos escolares
    Navegar na web
    etc

    Perto do meu 486 com 4 de ram é uma maravilha rs


  • Cdf8d4f9342733eee7139362f382c0f0?only path=false&size=50&d=404Flávio Giron(usuário não autenticado)
    5 de Dezembro de 2009, 16:22

    Questionamentos de Funcionalidades

    Alguns pontos fortes do Windows 7 devem ser citados:
    Estava a usar meu notebook com Windows 7, e acabou a bateria durante o trabalho, ao inicar o windows novamente ele perguntou se gostaria de restaurar a sessão, dei sim e todos os processos ficaram identicos como estavam antes, inclusive um filme que estava pausado. No Ubuntu existe isso? Pode existir. È simples? Talvez para o expert.
    Ao instalar alguns programas, foi necessaria a restauração do sistema e voltar como estava no dia anterior, foi feito e problema resolvido.Pergunto a vocês entendedores do Ubuntu. No Ubuntu existe isso? Pode existir. È simples? Talvez para o expert.
    A meu ponto de vista o Linux ainda não é para usuários finais. Apenas meu ponto de vista, discordem ou nao.

    Grato.


  • Cdf8d4f9342733eee7139362f382c0f0?only path=false&size=50&d=404Flávio Giron(usuário não autenticado)
    5 de Dezembro de 2009, 16:25

    Questionamentos de Funcionalidades

    Alguns pontos fortes do Windows 7 devem ser citados:
    Estava a usar meu notebook com Windows 7, e acabou a bateria durante o trabalho, ao inicar o windows novamente ele perguntou se gostaria de restaurar a sessão, dei sim e todos os processos ficaram identicos como estavam antes, inclusive um filme que estava pausado. No Ubuntu existe isso? Pode existir. È simples? Talvez para o expert.
    Ao instalar alguns programas, foi necessaria a restauração do sistema e voltar como estava no dia anterior, foi feito e problema resolvido.Pergunto a vocês entendedores do Ubuntu. No Ubuntu existe isso? Pode existir. È simples? Talvez para o expert.
    A meu ponto de vista o Linux ainda não é para usuários finais. Apenas meu ponto de vista, discordem ou nao.

    Grato.


  • D5ff625fad366b7be643ae3bf074eb04?only path=false&size=50&d=404Rodrigo(usuário não autenticado)
    8 de Dezembro de 2009, 23:44

    o que????

    Cara esse lance de voltar tudo como antes quando a bateria acaba se chama hibernar e existe a muito tempo acho que desde o xp no windows, no mac a muito tempo e linux tb e nao precisa ser expert p configurar isso no linux ou mac é só ir em gerenciamento de energia e especificar que quando a bateria estiver em modo critico o pc hibernar...mas isso já vem como default. Cara fala as coisas sem saber e te digo uma coisa, Linux nào é para usuarios idiotas que saem clicando sem ler ou naop entende o que le...o linux hj em dia ta muito facil tipo ubuntu e linux mint...minha esposa usa e acha melhor ate pq nem precisa ficar indo no superdownloads p procurar programinha besta e ainda shareware ou demo e depois ainda correr atras de crack...fala serio pense antes de fala asneira...esperimente antes, use e depois tire sua conclusao...poha ate mac é melhor que windows mil vezes...se vc nao sabe o a M$ copiou e copia ate hj as coisas do mac...ate esse lance de hibernar.
    abra a mente meu camarada..


  • D5ff625fad366b7be643ae3bf074eb04?only path=false&size=50&d=404rodrigo(usuário não autenticado)
    8 de Dezembro de 2009, 23:55

    complementando

    sobre que vc disse ¨Ao instalar alguns programas, foi necessaria a restauração do sistema e voltar como estava no dia anterior, foi feito e problema resolvido¨ no linux nem precisa disso mais tem...onde ja se viu!? vai instalar um programinha e da pau no sistema...auuahhuauha ae vc restaura 1 dia e o sistema volta, mas tb tudo que vc alterou ou instalou nesse dia tb se perde...uahauha tem que rir p nao chorar!!! Linux se um programa nao funcionar ou nao for instalado direito, coisa que nao tem como acontecer pelos repositorios a nao ser um programa compilado que possa esta faltando uma dependencia mas pelo synaptics se ta la o programa ele roda com certeza...esse programa nao afeta o sistema e continua a funcionar normalmente...é só apagar o programa e pronto
    eu so uso o windows p jogar...o resto so usa quem nao quer aprender de novo algo novo e melhor, que nao é dificil pelo contrario é mais facil, apenas um pouco diferente e mais lógico


  • 765a435e0597946703576d2a5dc1bc72?only path=false&size=50&d=404girinoboy(usuário não autenticado)
    12 de Janeiro de 2010, 15:43

    O q quebra as pernas do linux

    O q quebra as pernas msm são os jogos, cara eu adoro o Ubuntu, mas msm com o wine n da pra jogas todo os games, e alguns servidores tipo o garena n funcionam redondo, tenho certeza que se começarem a investir no jogos, n vai ter nem concorrencia.


  • Fc20bb9946cdac852026da9084ca4867?only path=false&size=50&d=404LAURENTINO DONIZETE BUENO(usuário não autenticado)
    16 de Janeiro de 2010, 15:50

    Só para Expert?

    Sou novato no linux. Antes de conhecer o Ubuntu, tb pensava assim!. Mas depois que atualizei para a versão 9.10, à medida que ia encontrando dificuldades, era só perguntar no "Dr.Google",que iam surgindo uma legião de ajuda, esclarecimentos, dicas, e tudo a custo zero! Tenho 46 anos e estou me saindo muito bem no Ubuntu! Só quem gosta de ficar à merce da MS e não "desenferruja" o cérebro é que continuará nas mãos deles. Comecei a estudar o guia foca e estou maravilhado com o linux! Alem disso, decidi deixar o windows que tenho instalado (dual boot) travar até não funcionar mais! Não aguento mais esta batalha contra virus por conta das "navegadas" de minha filha que infelizmente ainda faz parte do grupo de usuários que se contenta em clicar botões! Anti virus gratis não resolvem; os pagos tambem não conseguem acompanhar com vantagens a evolução dos invasores!


  • 92978754b11d71b6618ee7fda7f65389?only path=false&size=50&d=404eneias.(usuário não autenticado)
    9 de Fevereiro de 2010, 20:57

    Dominando

    Linux vai domina não tem vez para Windows ...


  • 2acaa76870de80d306fcc75ca7b468d3?only path=false&size=50&d=404Desconhecido01(usuário não autenticado)
    8 de Abril de 2010, 15:03

    Acho o Ubuntu bom, mas com essas melhorias...

    Acho realmente muito bom. Tenho dual boot com o Ubuntu 9.10 e o Windows 7, mas um dia desses estava pensando, e acho que o Linux vai terminar sendo um sistema pago. Olha: O Windows começou como o Linux hoje: tendo que usar muitas vezes o terminal para instalar programas, que no caso do Windows foi o DOS. O Windows à medida que passava o tempo foi substituindo o DOS por softwares gráficos, por exemplo, do Windows 98 até o 2000. Hoje o Linux faz os usuários instalarem softwares tanto na parte gráfica (Central de Programas do Ubuntu) como em Terminal, e eu aposto como daqui pra frente vai ficando pra trás o Terminal e usar cada vez mais a parte gráfica. E como eu sei que vai ficar pago? É só olhar o próprio texto dos 5 motivos, ele mesmo diz que no Ubuntu One tem que pagar pra usar 50GB, e não era pra tudo ser de graça??? Eu não estou querendo dizer que um dia vai ser obrigado a pagar ou não pra usar o sistema, mas estou dizendo que um dia você vai ter que pagar pra usar algumas partes deste sistema.

    Ficamos por aqui. Até mais!


Eventos de Software Livre no Brasil