Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

 Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

Censo tenta determinar de onde vem as contribuições para o Gnome

29 de Julho de 2010 , por Desconhecido -
Visualizado 1178 vezes

O desenvolvedor do GNOME, Dave Neary, publicou os destaques de seu trabalho para determinar de onde vem as contribuições para o GNOME. Este "Censo" é uma combinação de mineração de dados e pesquisas que dá uma ideia da atividade do GNOME e o perfil de um contribuidor para o GNOME. O objetivo foi responder três perguntas em particular: Como se parece a comunidade de desenvolvedores? Que empresas estão investindo no GNOME e como? Como se parece o ecossistema comercial em torno do projeto GNOME?

Há algumas revelações genuinamente esclarecedoras a partir do censo. Por exemplo, ainda que o GNOME seja um projeto "voluntário" e 70% dos desenvolvedores se identifiquem como voluntários, 70% dos commits são feitos por desenvolvedores pagos. Voluntários independentes ainda representam o bloco maior de desenvolvedores, mas como o funcionário da Red Hat, Greg DeKoenigsberg, faz questão de apontar, os desenvolvedores da Red Hat são responsáveis por 16% do código contribuído, a maior contribuição comercial e muito maior que a Canonical (com 1%). Muitos dos principais desenvolvedores comerciais são de empresas de consultoria que dependem do GNOME.

O censo faz uma interessante análise sobre a contribuição aos módulos individuais, vendo quais são primariamente mantidos por voluntários, quais recebem colaborações de empresas competidoras, quais são em sua maioria mantidos por uma entidade comercial.

Confira os gráficos e detalhes: http://blogs.gnome.org/bolsh/2010/07/28/gnome-census/
Fonte: http://www.osnews.com/story/23615/GNOME_Census


Tags deste artigo: gnome censo software livre canonical