Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Tela cheia

O que é comunicação compartilhada?

15 de Abril de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - 1Um comentário | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 3753 vezes

A comunicação compartilhada é entendida como a "possibilidade de participar de um trabalho de cobertura livre e/ou jornalística de eventos de interesse social, através da troca de esforços e conteúdos entre meios e pessoas envolvidas com a comunicação não corporativa ou de mercado. Tem característica de resistência à lógica neoliberal de gestão controlada da comunicação ao contrapor a troca solidária às práticas competitivas de mercado e ao abordar temas de interesse jornalístico, social, cultural ou político sem o viés mercantilista utilizado pelos grandes meios".

Esse conceito tem sido construído e amadurecido por grupos, redes, coletivos, movimentos sociais, instituições e veículos desde a 1a. edição do Fórum Social Mundial, em Porto Alegre, em 2002.

Você também entende comunicação compartilhada desta maneira? Expresse a sua compreensão e comente a dos demais!


Tags deste artigo: pontos de cultura comunicação compartilhada cultura mídia livre comunicação

77 comentários

Enviar um comentário
  • Person minor(usuário removido)
    16 de Abril de 2009, 13:15

    Para além?

    Acho o máximo a iniciativa do FSM! Queria muito ter participado desse movimento.... Mas me pergunto se a expressão "comunicação compartilhada" não vai além do "trabalho de cobertura". Não seria toda e qualquer comunicação, para além da cobertura jornalística?

    Vamos conversando...
    Abraços da Jaci!


  • 6b22aa7803ca3a563ed45e3a621055c9?only path=false&size=50&d=404bruno (usuário não autenticado)
    8 de Maio de 2009, 7:49

    ...

    uau. domingo legal!


  • Person minor(usuário removido)
    11 de Maio de 2009, 8:30

    Muito legal

    Pessoal,

    achei muito rica a definição proposta pelo FSM e, como jornalista, acho fundamental o estímulo à livre expressão. Sobre o comentário de Jaci, acho que o adjetivo "Livre" depois de "cobertura" já dá esta idéia de abrangência.

    Um abraço,
    Ana Fernanda Souza / CRIA - Centro de Referência Integral de Adolescentes


  • Person minor(usuário removido)
    18 de Maio de 2009, 21:07

    Comentário sobre este conceito acabou virando artigo sobre Território Mental na Democracia Viva

    Querida Renata, queridos e queridas colegas, amigos e amigas diplô,
    a seu convite Renata entrei aqui e comecei a comentar o muito que que penso sobre o conceito comunicação compartilhada.
    Fui escrevendo, escrevendo até que encontrei o fio da meada do artigo que estava escrevendo a convite da Ana Bittencourt para a Revista Democracia Viva, do IBASE, que sai ainda este mês: minha proposta do conceito de Território Mental como nó górdio da democracia.
    Quero agradecer e convidar a todos que leiam meu artigo, de dez laudas, que sairá nas próximas semanas.
    Carinhosa-mente, Evandro
    Coordenador do NETCCON-Núcleo de Estudos Transdisciplinares de Comunicação e Consciência.ECO.UFRJ e do
    Curso JPPS-Jornalismo de Políticas Públicas Sociais, em convênio com a ANDI


  • Person minor(usuário removido)
    28 de Maio de 2009, 17:10

    enganjamento

    Rede 3setor no Twitter: twit​ter.​com/​3set​or

    AO VIVO E INTERATIVO

    Canal Saúde debate a descriminalização da maconha. Opine ao vivo, sexta (29), às 13h, na WEB

    Acesse www.​cana​lsau​de.f​iocr​uz.b​r ou envie perguntas para canal@fiocruz.br

    O Sala de Convidados, do Canal Saúde/Fiocruz, sexta-feira (29), às 13h, debate a descriminalização da maconha. De acordo com a ONU, no Brasil há mais de 3 milhões de usuários. Para a Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democracia, os danos causados não são maiores que os provocados pelo álcool ou tabaco, no entanto admitem que a droga pode prejudicar a saúde mental. Quais devem ser os parâmetros para debater a descriminalização da maconha no Brasil?

    O público poderá esclarecer dúvidas ao vivo pela WEB , no chat, ou assistindo pela NBR e ligando 0800 701 8122. Se preferir, pode antecipar a pergunta pelo e-mail canal@fiocruz.br

    Convidados - para debater o tema com internautas e telespectadores, estarão no estúdio: o coordenador do Centro Brasileiro de Políticas de Drogas, Luiz Paulo Guanabara; a diretora da Associação Internacional de Redução de Danos, Mônica Gorgulho; e o coordenador geral da Aliança Redução de Danos Fátima Cavalcanti, na Bahia, Tarcísio Andrade.

    Maconha - No Brasil, desde 2006, quem é flagrado com drogas para uso pessoal não pode mais ser preso. Mas, o ato continua sendo criminoso tendo o usuário que cumprir penas alternativas. Em março, a Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democracia divulgou documento onde afirma que a política de proibição às drogas, baseada na repressão, falhou. Como alternativa, a comissão sugere, entre outras ações, a descriminalização da posse da maconha para consumo pessoal.
    Durante o programa, conheça um Centro de Atenção Psicossocial, referência no tratamento de dependentes químicos, onde a maconha é usada na estratégia de redução de danos para os prejuízos causados por outras drogas.

    Sala de Convidados - Na internet, acesse , clique na TV com a inscrição "ao vivo" e participe a partir do chat associado à transmissão. Se preferir, antecipe suas perguntas: canal@fiocruz.br. No caso da televisão, é necessária uma antena parabólica conectada ao aparelho. Para saber como sintonizar a NBR em sua cidade, acesse www.​radi​obra​s.go​v.br​/nbr​/cid​ades​n-br​_200​4.ht​m ou www.​radi​obra​s.go​v.br​/est​atic​o/tv​_nbr​_sin​toni​ze.h​tm. O Sala de Convidados é apresentado por Renato Farias.

    Assessoria de Comunicação - Canal Saúde/Fiocruz

    Marcelo de Castro Neves
    (21) 3194-7700 / 3194-7704 / 0800-701-8122 / ascom@fiocruz.br

    Canal Saúde/Fundação Oswaldo Cruz
    Levando educação em saúde e cidadania para todo o Brasil


  • 1bd544e4b32a83f37bb81f895c298c3d?only path=false&size=50&d=404Erik Sandro Alves de Oliveira(usuário não autenticado)
    10 de Junho de 2009, 20:31

    solidariedade compartilhada

    From: Cleise Campos
    Date: 2009/6/10
    Subject: [comculturarj] nota / air france vôo 447
    To: comculturarj@yahoogrupos.com.br

    Vivenciamos em tempos modernos,as catástrofes e acidentes que paralisam pelo seu impacto e profundo pesar.

    A COMCULTURA se solidariza com familiares e amigos dos passageiros e tripulação do Vôo 447 da Air France, que emociona o Brasil, a França e boa parte do mundo.

    A memória de cada uma das pessoas que faziam a travessia pelo Atlântico, dia 31 de maio,é patrimônio que permanece,e nela nos firmamos para dar prosseguimento a vida.

    Comissão Estadual dos Gestores Públicos de Cultura


  • Person minor(usuário removido)
    16 de Junho de 2009, 10:54

    RE: Textos relacionados no Diplô

    valews os textos Natália...


Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.