Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Twitter @PartidoPirataBR

410 Gone

 Voltar a Comunidade P...
Tela cheia Sugerir um artigo

[Opinião] Cyber-monitoramento de dados de usuários da ID Estudantil

3 de Fevereiro de 2020, 21:52 , por PIRATAS - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 34 vezes

thread por Saulo Carneiro

o texto abaixo é um versão estática da thread desenvolvida por carneirinho poc.

Como havíamos abordado em um texto anterior, o governo Bolsonaro não conseguiu ter acesso à base anterior da carteirinha estudantil, que é a principal fonte de fundos da UNE, e resolveu criar uma carteirinha estudantil digital própria. As últimas informações disponíveis apontavam que a MP que permitiu o lançamento da ID Estudantil estava quase vencendo no Congresso.

1/ O governo federal, por meio do Ministério da Educação, criou em novembro de 2019 o programa ID Estudantil. Segundo o governo, a ideia é fornecer uma carteira de estudante gratuita.

https://educacao.uol.com.br/noticias/2019/11/25/id-estudantil-mec-lanca-app-da-carteirinha-digital.amp.htm

2/ Até aí, seria maravilhoso, não é mesmo?! Só que esse projeto é muito mais obscuro do que parece. O mais evidente é que ele tem como objetivo retirar a principal fonte de financiamento das organizações estudantis como @uneoficial@ubesoficial

.3/ A @slytherab explicou toda estratégia de desmonte e desmobilização nessa thread:

4/ Mas além do ataque ao movimento estudantil organizado, o projeto do ID Estudantil tem objetivos ainda + obscuros e fascistas. Primeiro de tudo, a coleta, armazenamento e compartilhamento de dados dos usuários do app. O aplicativo faz o reconhecimento durante o cadastro.

5/ Os dados de reconhecimento facial dos usuários podem ser utilizados durante manifestações contra o governo. Em Hong Kong, manifestantes derrubaram postes de reconhecimento facial para evitar prisões e perseguições.

6/ Na Bahia a tecnologia já vêm sendo utilizada pela polícia para prender foragidos da justiça.

7/ O app também solicita autorização do usuário para acessar sua localização, e nos termos de uso o governo deixa claro que pode usar e compartilhar essa informação.

8/ Todas essas informações podem ser utilizadas pelo Governo para reprimir manifestações de estudantes ou estabelecer processos de perseguição. Tudo com a permissão dos usuários e dentro da “lei”.

9/ Com o aplicativo ID Estudantil o Governo atual, além de matar dois coelhos com uma única caixa d’água, pode estar se adiantando a possíveis manifestações e revoltas. Que sempre tem como protagonistas estudantes. É preciso estar atentos aos novos mecanismos de vigilância e >>

10/ controle do atual governo. O que aparentemente parece ser um benefício para os estudantes, esconde uma tecnologia com possibilidade de alimentar a máquina de repressão do estado.

11/ O @saintspablo trouxe uma informação muito boa que deixei passar. O antigo presidente do INEP caiu por querer acessar dados sigilosos de estudantes durante o desenvolvimento desse projeto de ID Estudantil.

12/ Desde 2011 a polícia de SP tem um programa chamado “Olho de Águia” que filma manifestações e armazena em um banco de dados de dados secretos.

13/ Diversas cidades no país já estão usando o reconhecimento facial em eventos com muitas pessoas. São Paulo vai usar no carnaval:

14/ O @ocolunista fez uma matéria no ano passado sobre isso. “O estopim da saída de Vicenzi foi quando Abraham Weintraub pediu acesso a dados sigilosos de estudantes, solicitação que foi negada pelo procurador-chefe do órgão”.

15/ A @uneoficial também denunciou a tentativa de obter os dados dos estudantes no ano passado.

16/ Com a greve dos procuradores do INEP após as tentativas fracassadas de obter os dados, que são sigilosos e envolvem notas e matrículas de estudantes, parece que o governo viu no projeto da ID Estudantil a oportunidade perfeita para atacar a UNE e ter acesso a esses dados.


Fonte: https://partidopirata.org/cyber-id-estudantil/

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.