Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

pm@paulomarcos.com | msg: 74.9110 4596
Jornalismo no Rádio, TV e Internet

http://www.dotpod.com.ar/wp-content/uploads/2008/06/sonico-logo.jpg

 

 

http://static.wix.com/media/1ff96be45122890f6b04ceeaa7dbd2d3.wix_mp

PM no Twitter

404 Not Found

Este perfil não tem posição geográfica registrada.

Paulo Marcos

Paulo Marcos
Pintadas - Bahia - Brasil
 Voltar a Paulo Marcos...
Tela cheia

Agência Informativa Pulsar ))) Brasil - Panorama do dia 09 de novembro de 2009

9 de Novembro de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 933 vezes

Agência Informativa Pulsar ))) Brasil - Panorama do dia 09 de novembro de 2009

PARÁ – VIOLÊNCIA
Eldorado de Carajás: tragédia quase se repete
Denúncia publicada no site do MST dá conta de que a polícia do Pará por pouco não realizou uma chacina, de proporções iguais ou maiores, no mesmo local de Eldorado dos Carajás.
O fato ocorreu no dia 6 de novembro, quando cerca de mil trabalhadores sem-terra bloquearam a rodovia onde fica a “curva do S”. Foi lá que 19 camponeses foram mortos pela polícia paraense em 1996.

Pela manhã, a obstrução da rodovia ocorreu por algumas horas, e por iniciativa dos sem-terra a estrada foi reaberta.

O protesto por negociações com o governo estadual foi então interrompido. Foi quando chegou a polícia, sob o comando do delegado Raimundo Benassuly e do coronel Leitão.

Sem que a estrada estivesse interditada, os policiais sacaram armas e amaçaram atirar. Prenderam alguns trabalhadores sem motivo e entraram em confronto corporal com vários outros.

Mulheres fugiram com crianças para o mato e a situação ficou muito tensa. Segundo o MST, advogados da CPT e da defensoria pública do Pará conseguiram evitar que os policiais disparassem.

Há forte suspeita de que eles teriam planejado fazer uma nova chacina, principalmente por dois motivos: primeiro, porque não havia razão para truculência já que a rodovia estava livre; depois, porque os policiais tinham suas tarjas de identificação cobertas de preto. (pulsar)

 

AMAZÔNIA – DESMATAMENTO
No Pará 89% da madeira retirada da floresta é ilegal
Estudo da organização Imazon revelou que quase 90% de toda a madeira retirada do Pará é fruto de desmatamentos ilegais.
Até hoje, as estimativas eram de 50% de ilegalidade no total da exploração madeireira no estado.

Usando imagens de satélite feitas entre 2007 e 2008, o Imazon registrou que até as áreas onde a exploração está permitida encontram-se sob irregularidades.

Mas o número mais escandaloso é mesmo o que mostra que em 89% dos casos detectados de área desmatada não correponde aos locais autorizados pelo governo do Pará. (pulsar)

 

SÃO PAULO – EDUCAÇÃO
Prefeitura diminui vagas na educação básica
A prefeitura de São Paulo vem diminuindo as vagas para ingresso de crianças entre 4 e 6 anos na pré-escola.
De acordo com dados da própria gestão de Gilberto Kassab, 17 mil vagas foram cortadas. Isso significa menos 5% do total de matrículas de crianças na escolas públicas municipais em relação a 2007.

Dos 96 distritos em que é dividida a maior cidade do país, faltam vagas no ensino básico em 92. No próximo dia 11, mães organizadas no Movimento Mães Sem Creche vão fazer uma manifestação na porta da secretaria municipal de educação. (pulsar/anp)

 

VENEZUELA – COLÔMBIA
Hugo Chávez ameaça com guerra outra vez
Mais uma vez, o presidente da Venezuela trouxe a possibilidade de uma guerra na América do Sul em um de seus discursos, desta vez dirigido às forças armadas de seu país.
Hugo Chávez disse ao exército venezuelano que ele deve estar preparado para a “principal missão” desses dias: uma guerra contra a Colômbia devido às bases militares dos Estados Unidos que serão instaladas em solo colombiano.

A guerra de Hugo Chávez seria, indiretamente, contra os Estados Unidos, já que ele declarou que o governo dos EUA “não deve equivocar-se”.

Na defensiva, Chávez disse que montará milícias com cidadãos comuns, inclusive o que ele classificou como uma maioria estudantil revolucionária, caso alguma violação da soberania venezuelana aconteça oriunda destas bases militares.

Ele não especificou, entretanto, o que seria uma violação, e portanto deixou em aberto o que poderia dar pretexto para uma resposta militar de seu país. (pulsar)

 

HONDURAS – GOLPE
Resistência não vai reconhecer eleições em Honduras
A Frente de Resistência ao Golpe de Estado em Honduras declarou que desconhecerá o processo eleitoral e seus resultados, devido ao descumprimento do acordo político pelos golpistas.
O acordo previa que, na semana passada, o Congresso de Honduras escolhesse um novo presidente para conduzir o processo de transição sob as bases de um governo de unidade.

O único nome politicamente viável para esta escolha era o do presidente deposto, Manuel Zelaya. Se ele fosse restituído traria consigo o retorno da normalidade democrática ao país, conferindo alguma validade à eleição convocada por golpistas.

Mas como o Congresso sequer tratou do tema e os representantes de Zelaya consideraram o acordo fracassado, a Frente de Resistência vai continuar na oposição sistemática a qualquer governo. E provavelmente a crise em Honduras não terminará. (pulsar)

 

REPORTAGEM DE ÁUDIO – REFORMA URBANA
Cidades: plano diretor pode permitir mais qualidade de vida
Este é o primeiro programa da série Reforma Urbana – por cidades mais justas. Explicamos o que são os planos diretores, previstos na lei 10.257, o Estatuto da Cidade.

Áudios disponíveis:
Entenda porque é importante que as cidades construam planos diretores. - 5 min 9 seg. (2, 36 Mb)

Os planos devem ser adotados por municípios com mais de 20 mil habitantes, localizados em regiões metropolitanas.

O arquiteto e urbanista Kazuo Nakano fala sobre os avanços na implemantação dos planos diretores no estado de São Paulo. O professor Orlando dos Santos Junior, do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional, o IPURR, diz que as leis do Estatuto da Cidade não contemplam regiões brasileiras que estão fora do eixo sul-sudeste.

Saiba mais sobre esse tema ouvindo a reportagem. (pulsar)

 

REPORTAGEM EM ÁUDIO – TRANSGÊNICOS
Aprovação de transgênicos desobedece princípio do direito
O “Princípio da Precaução”, que é levado em conta no mundo todo tem sido esquecido no Brasil quando o assunto são os transgênicos. As liberações não obedecem a este princípio. Mas um projeto de lei municipal aponta alternativas.

Áudios disponíveis:
Entenda o que é o princípio da precaução e conheça um projeto de lei que atende a esse princípio quando o assunto é transgênicos e as dúvidas sobre a saúde. - 4 min 58 seg. (2,27 MB)

Nesta reportagem entenda este princípio e porque a cidade de Fortaleza, no Ceará, está próxima de respeitá-lo, na contramão do que vem impondo o governo federal. Nesta cidade um projeto de lei municipal deve garantir que, por precaução, as crianças não comam transgênicos nas escolas. E que os orgânicos, mais saudáveis por não terem venenos, sejam privilegiados.

Saiba mais neste último número da série produzida em uma parceria da Agência Pulsar com a ASPTA. (pulsar)

 

Agência Informativa Pulsar Brasil


www.brasil.agenciapulsar.org
brasil@agenciapulsar.org


Tags deste artigo: pulsar brasil informativo boletim noticias

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.