Ir para o conteúdo
    <li class="asset_articles"><a href="/search/assets?asset=articles"><span class="icon-menu-articles"></span><strong>Artigos</strong></a></li> <li class="asset_people"><a href="/search/assets?asset=people"><span class="icon-menu-people"></span><strong>Pessoas</strong></a></li> <li class="asset_enterprises"><a href="/search/assets?asset=enterprises"><span class="icon-menu-enterprise"></span><strong>Empreendimentos</strong></a></li> <li class="asset_communities"><a href="/search/assets?asset=communities"><span class="icon-menu-community"></span><strong>Comunidades</strong></a></li> <li class="asset_events"><a href="/search/assets?asset=events"><span class="icon-event"></span><strong>Eventos</strong></a></li>
ou

Thin logo

Patentes de Software, NÃO!

 Voltar a Diga não voc...
Tela cheia Sugerir um artigo

O que é isto?

19 de Março de 2012, 0:00 , por Desconhecido - 22 comentários | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1020 vezes

Uma das maiores lutas do movimento de software livre mundial, foi contra as patentes de software na Europa. Finalmente em 2005, a Europa rejeitou a possibilidade do software ser patenteado. Uma vitória do movimento. Patente de software é uma ameaça a inovação, ao software livre a a liberdade do conhecimento.

Agora no Brasil, só o que faltava, o  INPI abre uma consulta pública pela patente de software: http://www.inpi.gov.br/index.php/quem-somos/noticias/673-inpi-abre-consulta-publica-sobre-exame-de-patente-que-inclui-programa-de-computador.

Vejam o movimento contra as patentes na Europa: http://livredepatentes.gnulinux-portugal.org/

Qual é #INPI, pirou ou capitulou? http://www.nosoftwarepatents.com/pt/m/dangers/market.html

Vamos ativar o PSL-Brasil e mobilizar a comunidade software livre do Brasil contra essa possibilidade. Usar todos os canais de comunicação disponíveis, criar uma logo especifica para a campanha e procurar formalmente as autoridades brasileiras pedindo explicações.

 

Fonte: adaptado do e-mail de Marcelo Branco para a ASL.


1Um comentário

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.