Go to the content
or

12ª Oficina de Inclusão Digital e Participação Social

Patrocínio

Mídias Sociais

      

OID

Brazilo

Full screen Suggest an article
 RSS feed

Últimas novidades

decembro 7, 2009 0:00 , by Software Livre Brasil - | No one following this article yet.
Licensed under CC (by)

Cobertura exclusiva da Revista A Rede

novembro 28, 2012 0:00, by Software Livre Brasil

Especialista na pauta da Tecnologia para a Inclusão Social, a Revista A Rede não poderia ficar de fora da 11ª Oficina para Inclusão Digital e Participação Social.

A repórter Áurea Lopes, convidada especial, escreveu sobre a reunião que aconteceu ontem no Hotel Ritter, após as atividades agendadas, entre os ativistas da ID e o representante do governo federal Rogério Macedo.

Acompanhe a cobertura completa no Especial 11ª OID no site.

Telecentros.BR: governo e movimentos sociais pactuam retomada do diálogo


Áurea Lopes

A presença de um representante do Ministério das Comunicações, ontem, na abertura oficial da 11ª Oficina de Inclusão Digital e Participação Social, em Porto  Alegre (RS), foi uma surpresa para os organizadores. Depois de uma tradição de muitos anos, o ministério não apoiou o evento, este ano – que foi viabilizado por meio de outros parceiros -- e não havia confirmado presença no evento.

Esse foi um sintoma da falta de interlocução entre os movimentos sociais de inclusão digital e o governo, que é a principal queixa nos debates sobre políticas públicas da 11ª OID. No entanto, ao integrar a mesa de abertura da Oficina, Rogério Barbosa, diretor de Departamento de Articulação e Formação da Secretaria de Inclusão Digital (SID), garantiu que o Minicom está aberto à retomada do diálogo. Em especial, com os proponentes do programa Telecentros.BR – que enfrenta dificuldades e está com atraso nas entregas e instalações de equipamentos, além de ter desmontado, em decisão recente, a Rede Nacional de Formação.

Em reunião com ampla participação de ativistas e representantes de organizações sociais beneficiadas pelo programa federal, Barbosa afirmou que todos os esforços estão sendo feitos para “arrumar a casa”, fazendo as entregas e instalações de telecentros. “Porém, apesar de termos solicitados atualizações, muitos locais ainda não estão em condições para que a implantação se efetive, com problemas técnicos de diversas ordens”. Diante dessas dificuldades, Barbosa falou em “recolhimento” dos equipamentos entregues que não puderam ser instalados.

Os ativistas relataram ao representante da SID a trajetória de problemas que marcou o Telecentros.BR ao longo dos últimos dois anos, por conta de atrasos nas entregas e instalações. “Muitos locais que haviam se preparado para receber o telecentro há dois anos, e não receberam, hoje já não estão mais em condições. Nem por isso devolverão os equipamentos que não foram instalados por problemas do próprio Minicom. Temos de pensar em resolver as pendências e ampliar a inclusão; não em diminuí-lo”, disse Beatriz Tibiriçá, a Beá.

Ao final da reunião, o diretor da SID se comprometeu a levar as reivindicações à secretária de Inclusão Digital, Lygia Pupatto, e a apresentar, dentro de dez dias, um calendário de negociações para que se conclua a fase de implantação de infraestrutura do projeto e se passe a debater questões metodológicas e de formação.



Ônibus Hacker: uma turminha do barulho aprontando altas confusões na #CCMQ

novembro 28, 2012 0:00, by Software Livre Brasil

Olha só a programação do Ônibus Hacker hoje, lá na Casa de Cultura. Corre lá que já tá rolando! E avisa a galera: é grátis! E tem vaga!



Oficina discute mobilidade, inclusão digital e cidadania

novembro 28, 2012 0:00, by Software Livre Brasil

A oficina, realizada ontem na 11ª OID, coordenada por Cleyton Boson discutiu o uso de ferramentas tecnológicas que pontecializam a participação social. Os participantes, em grande maioria professores da rede pública e outros profissionais da educação, vindos de vários lugares do Brasil, durante a oficina compartilharam experiências sobre o uso das tecnologias na escola e levantaram uma série de críticas sobre como as políticas públicas de inclusão digital tem sido implementadas públicas e defendem um planejamento estrutural e pedagógico, reivindicam formação dos professores e profissionais do T.I para a manutenção dos equipamentos.

 

“Trabalho em uma escola da zona rural do Rio Grande do Sul, aqui não temos telefone público e não pega celular. Na escola temos vários computadores encaixotados e nenhuma estrutura para o uso”, desabafa uma professora da rede pública estadual. O palestrante Cleyton argumenta que estão disponíveis diversas ferramentas tecnológicas que permitem a participação social, contudo é preciso planejamento pedagógico e estrutural para que estas ferramentas possam ser utilizadas de modo efetivo”.

Durante a oficina o palestrante apresentou alguns aplicativos móveis e plataformas virtuais que permitem a participação social e o aprendizado em rede e deixou uma reflexão para os participantes: como podemos a partir da utilização das tecnologias de informação e comunicação, potencializar processos formativos de participação e mobilização social?

 

Por Rafaela Melo.



Painel discute a importância do Software Livre na Inclusão Digital

novembro 28, 2012 0:00, by Software Livre Brasil

O uso de softwares livres na Inclusão Digital não é apenas uma questão de custos, mas principalmente de como a sociedade se apropria do conhecimento. Esta foi a principal conclusão da mesa “Solidariedade, compartilhamento e Software Livre”, que contou com a participação do coordenador da Associação Software Livre.Org, Ricardo Fritsch; do coordenador Executivo do Gabinete Digital do Governo do RS, Fabrício Solagna; do diretor do Coletivo Digital, Wilken Sanches, e com a moderação do assessor do SERPRO, Deivi Kuhn.

Para o Coordenador da ASL.Org, Ricardo Fritsch, é importante inserir o software livre nas escolas e no centro da discussão sobre o compartilhamento de informações. Já para o Deivi Kuhn, a questão principal passa pela produção de conhecimento. “A luta do Software Livre é uma luta pelo conhecimento livre. Em uma sociedade em que não se tem acesso ao conhecimento, não se produz inovação”, afirma Kuhn.

O diretor do Coletivo Digital, Wilken Sanches, salientou que o patenteamento do conhecimento como uma mercadoria ameaça a liberdade de pesquisa e evolução da ciência. “Como você encontra o dono de um conhecimento? Vamos chegar a o ponto de ter um patenteamento tão restritivo que será impossível pesquisar sem estar vinculado a uma grande empresa”, critica. Sanches acrescenta que esta questão também é relativa aos softwares e que é importante pressionar o Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI), que vem demonstrando possibilidades de mudanças na legislação em favorecimento de empresários. “Temos que decidir se queremos o conhecimento como uma propriedade privada ou um patrimônio da sociedade”, acrescenta.

O Coordenador do Gabinete Digital do Governo do RS, Fabrício Solagna, ao comentar o uso do Software Livre na administração pública, salientou que é importante pensar a democracia do século 21 com as bases de uma cultura livre. Segundo ele, é necessário refletir sobre como abrir canais de colaboração e construção de políticas públicas que insiram o maior número possível de atores políticos possível. “Vamos tratar as pessoas como clientes de um mercado ou empoderar a sociedade através da tecnologia?”, questiona Solagna, que também citou uma série de ferramentas no mundo que usam a internet e o software livre para o fortalecimento da democracia participativa, como o próprio Gabinete Digital. O projeto possui seu código aberto, o que possibilita que a comunidade audite o código e garanta a credibilidade das votações.



Entrevistas ao vivo!

novembro 27, 2012 0:00, by Software Livre Brasil

A cobertura colaborativa conta com a participação do Buraco Cavernoso. Diretamente de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, para o jardim da #11OID, Márcio Bertoni e Rodrigo Cavalcanti trazem seu projeto da Web TV Na Laje. Se liga na transmissão das entrevistas ao vivo e guarde este link para as próximas.



This article's tags: inclusão digital participacão social software livre

Article not selected yet.