Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

 Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

Inclusão Digital: Participação na 9ª Oficina de Inclusão Digital em Brasília

23 de Junho de 2010, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 1057 vezes

Algumas informações sobre a minha participação na 9ª oficina de inclusão digital aqui em Brasília. de 22 a 24 de Junho de 2010

Os temas centrais desta oficina, é dado destaque ao plano nacional de banda larga,  O projeto de apoio as comunidades  telecentrosbr,  capacitação continuada para  monitores dos telecentros, e avaliação de 10 anos de políticas de inclusão digital no Brasil.

Na plenária sobre Plano nacional de Banda larga, foi apresentado o novo presidente da estatal telebrás, Rogério Santana, que vai gerir o processo de implantação do plano, começando por 100 municipios brasileiros no plano piloto e liberando as estruturas de fibras óticas já instaladas em várias partes do brasil em poder da estatal.
O preço máximo estabelecido para acesso deve ser entre R$ 15 e 35,00 para conexão entre 256 e 1mb.
O presidente da telebrás, garante que onde empresas privadas não quiserem instalar e disponibilizar a rede dentro destes preços, por razões econômicas locais, a estatal deverá atuar com subsídios governamentais para fazer chegar a conexão a todos.
Outra novidade é que pequenos provedores poderão comprar a conexão e disponibilizar para o município ou região, seguindo os critérios definidos no plano.
O município poderá também ser um provedor , disponibilizando aos cidadãos locais a conexão.   Está sendo estudada uma proposta de financiamento do BNDES para municipios e pequenas empresas que queiram oferecer estes serviços a população local.
Outra ação dentro do próprio plano está sendo lançada hoje, que é o Forum Brasil Conectado, envolvendo orgãos governamentais, associações de municipios, e empresas e associações empresariais da área de telecomunicações para discutir a implantação do plano.

O programa de apoio as comunidades telecentros.br estará disponibilizando os equipamentos e estruturas as entidades e orgãos que já operam telecentros a partir de Julho de 2010 e que foram contemplando no edital de apoio ao projeto.
Guarulhos foi contemplado com 14 telecentros através da secretaria do trabalho, que receberá computadores novos, conexão, móveis e 01 monitor para cada unidade, beneficiando estas já existentes.
Também será iniciado a capacitação para jovens monitores para estes telecentros através da oscip coletivo digital que venceu o edital como organização responsável pela capacitação destes monitores na região de São Paulo. incluindo Guarulhos.

Na avaliação dos 10 anos de políticas públicas de inclusão digital, foram apontados pontos positivos nas ações, como a organização de telecentros comunitários em Capão Redondo em SP. de onde gerou a politica municipal de inclusão digital no governo da prefeita Marta Suplici-PT, e que foi um caso de sucesso de política elogiado pela ONU e organizações internacionais. principalmente por incluir no programa de inclusão digital o projeto de governo eletrônico para disponibilizar os serviços públicos aos cidadãos das comunidades através das redes comunitárias.
Foram dados exemplos de inclusão digital na Cidade de Porto Alegre e a grande rede comunitária e cidadã que se formou através desta iniciativa. 
Como aproveitamnto destas ações e programas, o governo federal lançou através de diversos ministérios programas semelhantes levando telecentros a praticamente todos os municípios brasileiros.
Hoje há estrutura e apoio para que todos os municipios tenham seu plano de inclusão digital inspirado nestas iniciativas que deram certo.

Em todos os debates e discussões em torno da 9ª oficina estamos  preparando coletivamente a  " Carta de Brasilia" um documento de propostas e reinvindicações discutidas durante todo o evento para melhorar as politicas existentes a avançar para um modelo de politica pública mais amplo e abrangente.

Discute-se formas de institucionalização das politicas para que não sejam descontinuadas em outros governos que vierem.
Incluindo projetos de telecentros e pontos de cultura com o programa de cultura digital.

Foi informado que há editais abertos para implantações de Bibliotecas digitais pelo ministério das comunicações.

Participaram até agora das plenárias e debates, além de representantes de praticamente todos os estados brasileiros, as seguintes autoridades e personalidades:
Paulo Teixeira - Deputado Federal - PT -SP.
Rogério Santana - Presidente da Telebrás.
Cezar Alvarez - Assessor especial do presidente Lula e coordenador nacional de inclusão Digital.
Rodrigo Assunção - Presidente da DataPrev.
Representantes do Banco do Brasil, Serpro, ministério do Planejamento, entre outros.

Jesulino Alves.

MSL Guarulhos.


Tags deste artigo: mslguarulhos guarulhos inclusão digital jesulino software livre.

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.