Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

 Voltar a Anotações co...
Tela cheia

ASL na Campus Party Brasil

6 de Fevereiro de 2012, 0:00 , por Desconhecido - 1Um comentário | 1 pessoa seguindo este artigo.
Visualizado 285 vezes

Vista aérea da arena

Foto: Paco Ragageles

Começou hoje a Campus Party Brasil, que completa cinco anos em território brasileiro. Com edições anuais na Colômbia, México e Equador, além de novas edições no Peru e EUA, o evento criado na Espanha em 1997 teve o Brasil como plataforma de experimentação de sua expansão global.

 

O evento é um acontecimento para geeks, nerds, hackers e afins do pais inteiro, e virou ponto de encontro das mais diversas comunidades em rede do país, que aproveitam a data compartilhar conhecimentos e produzir novidades presencialmente.

Sete mil campuseiros, em sua maioria jovens entre 18 e 30 anos, povoam a Campus. São amantes da tecnologia e da comunicação em rede, que vem de mala, cuia e computador até o Centro de Eventos Anhembi, em São Paulo, para acampar durante uma semana. As atrações? Uma conexão de internet com banda dedicada de 20Gb e a agenda de conteúdos, que conta com mais de 500 horas de palestras e oficinas em diversas áreas temáticas.

Até a noite do sábado, os campuseiros são livres para participar das atividades que escolherem, em qualquer área. Há campeonatos de games, debates sobre mídias sociais, oficinas de robótica, de programação, música, artes digitais. E, é claro, uma área especificamente voltada para o Software Livre.

Tantos e tão distintos temas são unidos através da internet e dos novos usos e possibilidades que esta proporciona em cada área.

Para saber mais, fique ligado na nossa cobertura durante a semana. Por aqui, pelo Identi.ca e Twitter, e pela Rádio SL.

Assista ao vivo programação selecionada do evento na Campus TV e confira a programação completa aqui.

 


Tags deste artigo: cpbr5 asl campus party radio sl

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.