Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

 Voltar a Blog do Joenio
Tela cheia

Desenvolvendo Noosfero usando containers LXC

5 de Março de 2016, 3:00 , por Joenio Costa - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 26 vezes

Noosfero LXC

Sou desenvolvedor do projeto Noosfero a algum tempo e desde meu primeiro commit em 2008 venho utilizando ambientes de desenvolvimento variados para isolar meu sistema real do sistema onde o Noosfero é executado, desde chroot e schroot, passando por VirtualBox e Vagrant, chegando mais recentemente ao Linux Containers (LXC), testei o Docker mas não gostei muito.

O que eu busco nestas soluções é o seguinte:

  1. Isolar instalação de dependencias de desenvolvimento do meu sistema real
  2. Fácil de criar, destruir e recriar ambientes de desenvolvimento
  3. Mapear código-fonte entre meu sistema real e o ambiente virtual

Isto quer dizer que para cada projeto tenho um ambiente “virtual” isolado, de forma que não é necessário instalar dependencias de desenvolvimento em meu sistema, ou que um ambiente “virtual” seja poluído com dependencias de outro projeto, ou seja, para cada projeto tenho um ambiente “virtual” isolado.

Nas aventuras com o LXC senti necessidade de algo para simplificar e automatizar um pouco as coisas, então comecei a escrever um pequeno shell script e lhe dei o nome de holodev.

holodev

O nome holodev é uma referência à tecnologia Holodeck do seriado Star Trek, nela é possível criar ambientes e cenários conhecidos com um alto nível de fidelidade e realidade a partir de um simples comando de voz. Basta dizer: “crie o estádio Fonte Nova antes de ser implodido em 2010 em algum jogo Bahia x Vitória” e o Holodeck cria toda a realidade, com objetos e personagens.

O holodev é então um Holodeck para desenvolvedores de software, onde ambientes virtuais são criados com o mínimo de esforço. Vejamos como criar um ambiente de desenvolvimento Noosfero usando holodev em um sistema Debian-like.

Adicione o seguinte repositório ao /etc/apt/sources.list:

deb http://debian.joenio.me unstable/

Baixe a chave do repositório e instale o pacote holodev:


# wget -O - http://debian.joenio.me/signing.asc | apt-key add -
# apt-get update
# apt-get install holodev

Supondo que você já tem o código-fonte do Noosfero, entre no seu diretório e execute o seguinte comando. (é preciso ter sudo)


~/src/noosfero$ holodev create --release jessie

Isto vai (1) criar um container chamado ‘noosfero-master’ usando Debian Jessie, (2) criar seu usuário dentro do container com o mesmo UID e (3) mapear o código-fonte do Noosfero dentro do container. O próximo passo é entrar no container e instalar as dependencias de desenvolvimento do Noosfero.


~/src/noosfero$ holodev attach

Dentro do container LXC ‘noosfero-master’ execute o seguinte:


~$ ./script/quick-start --force-install

O script quick-start irá instalar todas as dependencias necessárias além de executar um setup inicial deixando tudo pronto para o Noosfero ser executado.

Pronto! Você tem um container LXC redonto para rodar o Noosfero, executar os testes, abrir o console Rails, etc… Agora é só meter a mão na massa e começar a codar.

Não sabe o que fazer? Comece resolvendo algum bug. Se precisar de ajuda pergunte na lista de discussão da comunidade.


Fonte: http://joenio.me/desenvolvendo-noosfero-usando-containers-lxc

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.