Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Como Funciona?

É um evento que busca reunir pessoas que tem interesse em criar mecanismos para facilitar o acesso a informações públicas sobre mobilidade Urbana/Copa do Mundo em Salvador - Bahia.

Não apenas para desenvolvedores de software, mas também com designers, jornalistas, estatisticos, artistas, professores e todas as outras linhas de conhecimento que possam agregar a ideia.

Apoiadores (1)

 Voltar a Fórum
Tela cheia

Dojo ou Não Dojo? Eis a Questão.

12 de Novembro de 2012, 0:00 , por Software Livre Brasil - 33 comentários | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 183 vezes

Nem no primeiro encontro e nem no segundo encontro trabalhamos na perspectiva de CoddingDojo. Fizemos uma variação de pair-programing, vamos chama-la de group-programming, onde todos participam comentando ativamente sobre como a funcionalidade deve ser implementada e em detalhes da escrita do código, enquanto um só lidera o trabalho e digita.

Esse modelo nos deixou confortáveis, nos pareceu bastante produtiva (prioridade 0) e ainda foi instrutiva (prioridade 1).

Devemos continuar buscando o modelo Dojo? Existem outras variações que poderiam ser interessantes para o encontro?


Tags deste artigo: coddingdojo

33 comentários

Enviar um comentário
  • Evento12.2013 minorValessio Brito
    16 de Novembro de 2012, 12:03

    Um dojo-group-programming

    Gosto do jeito que as coisas estão acontecendo; Talvez, quem sabe, podemos experimentar formar pequenos grupos de duas ou três pessoas; presencialmente e ou a distância para alternar e ou atuar juntos no desenvolvimento da solução; só não sei como seria na prática isso; já que tivemos algumas dificuldades para trabalhar com Etherpad, SSH + Screen e ou Gobby.


  • 5dd79055abeedb6239aee6eddffc888b?only path=false&size=50&d=wavatarCaio Tiago Oliveira
    24 de Novembro de 2012, 14:54

     

    Sendo uma das prioridades o aprendizado e que todos colaborem, creio que estilo Dojo é interessante sim, mesmo que seja menos produtivo.


  • Dsc00474 minornany
    24 de Novembro de 2012, 17:54

     

    Eu me pergunto se o fato de ter subgrupos não influenciaria negativamente na dinâmica. No dojo todos participariam, integrando tb os mais novos.


Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.