Ir para o conteúdo
ou

Thin logo

Tela cheia Sugerir um artigo
 Feed RSS

Grupo de Usuários Debian da Bahia - GUD/BA

6 de Dezembro de 2009, 22:00 , por Desconhecido -

Seja bem vind@, se você é um debiano (um baiano que usa debian) faça parte de nossa comunidade!


Voltando a "blogar"

17 de Dezembro de 2014, 23:00, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Han Solo apontando uma arma para Chewbacca

Hoje enquanto conversava com uma amiga no telefone surgiu a seguinte pergunta:

“Por que a gente não posta mais em nossos blogues?”

Ao ouvir isso pensei:

“Humn… Hâmmmn… É porque… Bem… É que…..”

Nenhum argumento minimamente válido surgiu, ou seja, não há motivos, então aqui estou eu “blogando” novamente…

Eu tinha um blog na rede Software Livre Brasil que não via um post desde 2010, na verdade ainda tenho, ele funciona e continuará disponível, mas vou concentar os próximos posts aqui. Mas por que eu saí do Software Livre Brasil? Na verdade não saí, meu perfil continua lá, continarei usando a rede social, e talvez até replique os posts daqui por lá. O que aconteceu foi que a pergunta “Por que a gente não posta mais em nossos blogues?” deu o empurrãozinho que faltava para eu desenrolar as seguintes questões:

E assim aqui está mais um blog nesse mundão virtual, pretendo falar de tudo um pouco, coisas da minha vida pessoal, questões técnicas relacionadas ao trabalho, um pouco da minha experiência no meio acadêmico, música, esportes, livros, etc… Espero que seja útil para mais alguém além de mim mesmo.

Ahhh!!! Dani, obrigado pelo empurrãozinho!



Monitorando JBOSS com Zabbix

11 de Dezembro de 2014, 16:22, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

Monitorar um JBoss é muito mais do que verificar se as portas estão funcionando, ou se o serviço está em execução. Precisamos monitorar como está a performance do ambiente, e nesse ponto que o Zabbix com sua interface Java para consultas JMX entra “no jogo”.

jboss_logo[1]

Introdução

Este tutorial detalha o processo de monitoramento da interface JMX nativa do ZABBIX para monitorar o desempenho do servidor de aplicações JBoss.

Por padrão servidores de aplicações Java, como o JBoss, possibilita a monitoria através da utilização de recursos pela ferramenta JConsole, disponível no pacote JDK do Java, ou utilizar ferramentas de linha de comando como o Twiddle.

A utilização do JConsole é, até certo ponto, aceitável de utilizar, porém integrando este tipo de monitoramento com o ZABBIX, você poderá criar triggers e ações de acordo com os problemas que poderão surgir com seu servidor e/ou aplicativos e enviar alertas. Isso sem falar na ajuda dos gráficos, que facilita a analise do ambiente como um todo. No JConsole isso só é possível gravando os dados em um relatório, pois o monitoramento é feito sem armazenar os dados coletados, ou seja, fazer com o Zabbix é muito melhor.

Ambiente

O ambiente utilizado possui duas máquinas, ambas com a distribuição GNU/Linux Debian wheezy.

Uma das máquinas atua como servidor Zabbix, e nela foi instalada os seguintes pacotes:

  • zabbix server 2.4.2
  • zabbix-java-gateway 2.4.2
  • zabbix-agent 2.4.2
  • java 7

Na outra foi instalado o servidor de aplicações web:

  • Jboss 4.2.3
  • java 5.0_22
  • zabbix-agent 2.4.2

Instalação

Nessa documentação não entraremos no detalhe da instalação do servidor Zabbix padrão, vamos apenas detalhar o processo do Zabbix Java Gateway.

O Zabbix Java Gateway é um software escrito em Java e seu funcionamento é bem simples.

Java Gateway ZabbixQuando o servidor ZABBIX deseja obter o valor de um Item em um JBoss, ele faz a requisição ao Zabbix Java Gateway que fica responsável por interagir com a aplicação JBoss, através de uma API de gerenciamento JMX. Por esse motivo, só é possível fazer este tipo de monitoramento no modo passivo.

Para que o monitoramento JMX funcione, o serviço do Zabbix Java Gateway tem que estar em execução apenas no servidor Zabbix, ou seja, nada precisa ser instalado no servidor JBoss, além do zabbix-agent.

Para instalar o gateway java, execute o comando abaixo:

aptitude install zabbix-java-gateway

Execute o comando abaixo para verificar se o serviço está em execução:

systemctl status zabbix-java-gateway

Caso o serviço não esteja ativo, execute o seguinte comando:

systemctl start zabbix-java-gateway

O Zabbix Java Gateway estará escutando na porta 10052, sendo assim digite o comando abaixo para validar isso:

netstat -anp | grep 10052

O resultado deverá ser algo assim:

tcp 0 0 127.0.0.1:37732 127.0.0.1:10052 TIME_WAIT –
tcp6 0 0 :::10052 :::* LISTEN 4217/java

Configuração no servidor Zabbix

Acesse o arquivo /etc/zabbix/zabbix_server.conf e configure os seguintes parâmetros:

JavaGateway=127.0.0.1
JavaGatewayPort=10052
StartJavaPollers=5

Depois de gravar o arquivo, reinicie o serviço do ZABBIX server e java-gateway:

systemctl restart zabbix-server
systemctl restart zabbix-java-gateway

Configuração no servidor JBoss

Acesse o arquivo $PATH_JBOSS/bin/run.conf e acrescente as linhas abaixo no final do arquivo:

JAVA_OPTS=”$JAVA_OPTS -Dcom.sun.management.jmxremote”
JAVA_OPTS=”$JAVA_OPTS -Dcom.sun.management.jmxremote.port=12345″
JAVA_OPTS=”$JAVA_OPTS -Dcom.sun.management.jmxremote.ssl=false”
JAVA_OPTS=”$JAVA_OPTS -Dcom.sun.management.jmxremote.authenticate=false”

Reinicie o serviço do JBoss para que as mudanças tenham efeito.

Configuração via interface web

Abra a configuração do host que deseja fazer o monitoramento do JBoss e insira o IP do servidor e a porta 12345, que foi configurada no arquivo run.conf do JBoss, conforme podemos ver na imagem abaixo:

zabbixhostjmxinterfaceA partir do ZABBIX 2.0 já tem um template pronto com alguns exemplos úteis para utilização, inclusive com gráficos. No menu Configuração >> Templates, procure por Template JMX Generic.

Aplique o template em seu host e aumente o nível de analise do seu ambiente.

 

Autoria

Esse artigo foi criado por Madson Araujo, em seu trabalho como Bolsista de Monitoramento da UFBA, revisado e transformado em artigo de blog por mim.

Fonte

https://www.zabbix.com/documentation



New tablet UI for Firefox on Android

3 de Dezembro de 2014, 17:45, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

The new tablet UI for Firefox on Android is now available on Nightly and, soon, Aurora! Here’s a quick overview of the design goals, development process, and implementation.

Design & Goals

Our main goal with the new tablet UI was to simplify the interaction with tabs—read Yuan Wang’s blog post for more context on the design process.

In 36, we focused on getting a solid foundation in place with the core UI changes. It features a brand new tab strip that allows you to create, remove and switch tabs with a single tap, just like on Firefox on desktop.

The toolbar got revamped with a cleaner layout and simpler state changes.

Furthermore, the fullscreen tab panel—accessible from the toolbar—gives you a nice visual overview of your tabs and sets the stage for more advanced features around tab management in future releases.

Development process

At Mozilla, we traditionally work on big features in a separate branch to avoid disruptions in our 6-week development cycles. But that means we don’t get feedback until the feature lands in mozilla-central.

We took a slightly different approach in this project. It was a bit like replacing parts of an airplane while it’s flying.

We first worked on the necessary changes to allow the app to have parallel UI implementations in a separate branch. We then merged the new code to mozilla-central and did most of the UI development there.

This approach enabled us to get early feedback in Nightly before the UI was considered feature-complete.

Implementation

In order to develop the new UI directly in mozilla-central, we had to come up with a way to run either the old or the new tablet UIs in the same build.

We broke up our UI code behind interfaces with multiple concrete implementations for each target UI, used view factories to dynamically instantiate parts of the UI, prefixed overlapping resources, and more.

The new tab strip uses the latest stable release of TwoWayView which got a bunch of important bug fixes and couple of new features such as smooth scroll to position.


Besides improving Firefox’s UX on Android tablets, the new UI lays the groundwork for some cool new features. This is not a final release yet and we’ll be landing bug fixes until 36 is out next year. But you can try it now in our Nightly builds. Let us know what you think!



Joining Facebook

27 de Novembro de 2014, 7:24, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

I am really excited to announce that I’m joining Facebook in January! I’ll be bootstrapping Android UI efforts—frameworks and user-facing stuff—in the London office. There are still a lot of details to sort out but that’s the general plan.

Why Facebook? They have an amazing hacker-driven culture, they’re striving to do open source the right way, there’s a lot of space for experimentation, and they have massive reach in the Android space.

I’m really looking forward to learning a lot at Facebook. And there is so much to be done! I can’t wait to start :-)



Leaving Mozilla

26 de Novembro de 2014, 12:57, por Desconhecido - 0sem comentários ainda

I joined Mozilla 3 years, 4 months, and 6 days ago. Time flies!

I was very lucky to join the company a few months before the Firefox Mobile team decided to rewrite the product from scratch to make it more competitive on Android. And we made it: Firefox for Android is now one of the highest rated mobile browsers on Android!

This has been the best team I’ve ever worked with. The talent, energy, and trust within the Firefox for Android group are simply amazing.

I’ve thoroughly enjoyed my time here but an exciting opportunity outside Mozilla came up and decided to take it.

What’s next? That’s a topic for another post ;-)