Ir para o conteúdo
ou

Software livre Brasil

Prefeitura de Gavião
Governo Essa Terra é Nossa
Blogue Oficial
@gaviaoagoratem


Ouça o jingle
 Voltar a Blogue Ofici...
Tela cheia

Emenda que regulamenta pagamento de precatórios entra em vigor e beneficia estados e municípios

14 de Janeiro de 2010, 0:00 , por Software Livre Brasil - 44 comentários | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 4629 vezes
Presidente Lula participa de reunião com governadores da Amazônia Legal

Brasília, 12/01/10. Os Estados e municípios brasileiros começam 2010 com mais possibilidade de controle sobre suas finanças e maior capacidade de gerenciar o pagamento de seus precatórios - dívidas judiciais dos entes públicos.

Já foi publicada a Emenda Constitucional nº 62 de 2009, que estabelece destinação de 1% a 1,5% das receitas correntes das prefeituras ao pagamento dos débitos. Para os Estados, a reserva varia de 1,5% a 2%. O texto prevê ainda que os valores das dívidas, estimadas hoje em R$ 100 bilhões, serão atualizados de acordo com as regras da caderneta de poupança. A emenda pode ser conferida na íntegra clicando aqui http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Emendas/Emc/emc62.htm.

Entre os benefícios garantidos pela aprovação desta matéria, está a garantia do pagamento dos débitos de precatórios, trazendo segurança jurídica para os credores, mas sem comprometer a solvência de estados e municípios que prestam serviços públicos essenciais à população. Segundo o texto aprovado, 50% dos recursos dos precatórios devem ser pagos pelo regime tradicional, respeitando-se a ordem cronológica. A outra metade da dívida poderá ser quitada por meio de leilões, onde o credor que conceder o maior desconto sobre o total da dívida, terá seu crédito quitado primeiro. Neste caso, os pagamentos serão feitos por ordem crescente de débito, independente da ordem cornológica. A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) montou um guia sobre como as prefeituras devem agir para aproveitar às novas regras. Elas também valem para os estados, respeitadas as diferenças entre os percentuais sobre as respectivas receitas correntes líquidas (RCL). Confira o passo-a-passo:

1. A PARTIR DA PUBLICAÇÃO EMENDA:

1.1 Editar lei regulamentando a entrega de créditos em precatórios para compra de imóveis públicos do respectivo ente federado. (art. 100, § 11) 1.2 Editar lei regulamentando acordo direto com credores, podendo prever criação e forma de funcionamento de câmara de conciliação. (art. 97, § 8º, III)

2. A PARTIR DA ENTRADA EM VIGOR DO REGIME ESPECIAL (QUE PODERÁ SER EM ATÉ NOVENTA DIAS APÓS A PROMULGAÇÃO DA EMENDA)

2.1 Para fins de pagamento de precatórios pelo regime especial de que trata a PEC, o Chefe do Poder Executivo deverá optar: a) depósito em conta especial administrada pelos Tribunais de Justiça de valor calculado percentualmente sobre as respectivas receitas correntes líquidas (RCL),sendo que para os municípios os percentuais mínimos serão de: 1% para as regiões Norte, Nordeste e Centro Oeste, ou das regiões Sul e Sudeste cujo estoque de precatórios corresponder até 35% da RCL e 1,5% para regiões Sul e Sudeste, cujo estoque de precatórios corresponder a mais de 35% da RCL ou b) depósito em conta especial administrada pelos Tribunais de Justiça do saldo total de precatórios devidos pelo prazo de até quinze anos. (art. 97, § 1º) 2.2 O município deverá optar, por ato do Poder Executivo, qual será destinação dos recursos depositados em conta especial que não forem pagos pela ordem cronológica: a) leilão de deságio; b) ordem crescente de valor; c) acordo direto com os credores. (art. 97, § 8º)

3. ATÉ 180 DIAS APÓS PUBLICAÇÃO DA EMENDA: Editar lei definindo obrigação de pequeno valor, estando o valor mínimo a ser estabelecido vinculado ao valor do maior benefício do regime geral de previdência social, que atualmente está definido em R$ 3.218,90.

* Caso o Município não edite a citada lei, a obrigação de pequeno valor restará definida em trinta salários mínimos.(art. 97, § 12)

 

 

Subchefia de Assuntos Federativos
Secretaria de Relações Institucionais
Presidência da República

 

Fonte: Ricardo Stuckert/PR.

Tags deste artigo: brasil bahia gavião hoje municípios

44 comentários

Enviar um comentário
  • 04d4f9fddbba20282a7d74ca3a534218?only path=false&size=50&d=404marlene(usuário não autenticado)
    10 de Fevereiro de 2010, 19:49

    marlenecat@bol.com.br

    fvr me informar o seguinte: tenho precatório para receber e o prazo p/pagamento foi até dezembro de 2010.tenho possibilidade de receber antes deste prazo? como posso saber o andamento desse processo? Obrigado. Marlene catarina peruzzo


  • 50f5607ef45a198f718e37851f7d67fa?only path=false&size=50&d=404olivio de jesus (usuário não autenticado)
    23 de Março de 2010, 23:07

    processo trabalista contra a pref. de guarulhos

    tenho processo trabalista contra a prefeitura de guarulhos e a prestadora de servico resilar segurança.a resilar segurança faliu.a prefeitura e a resposavel pelo o contrato.para esse tipo de prestacao de servico os precatorios serve para pagar a divida.o processo ja faz 11anos.o cronograma a ser usado e pelo os processo mais antigo.tenho alguma esperança de receber ate este ano.


  • 0073b7901193c233a702da449c4744c5?only path=false&size=50&d=404thais (usuário não autenticado)
    4 de Agosto de 2010, 11:41

    precatotrio

    preciso mto saber sobre os precatorios da caixa beneficente,podem me ajudar????


  • 0073b7901193c233a702da449c4744c5?only path=false&size=50&d=404thais (usuário não autenticado)
    4 de Agosto de 2010, 11:42

    precatotrio

    preciso mto saber sobre os precatorios da caixa beneficente,podem me ajudar????


Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.