Aller au contenu
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Mon réseau

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

Invalid feed format.

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

Plein écran
 RSS feed

FREE SOFTWARE FURUSHO, a maior Rede Social de Software Livre

mai 27, 2009 0:00 , par Software Livre Brasil - | 1 person following this article.
Licensed under CC (by)

Consultoria, Palestras e Cursos

Norma NBR ISO 26300 LinkedIn Facebook Orkut Flickr YouTube

ONU declara: a Internet é um Direito Humano!

eBook: Adotando ODF como Padrão Aberto de Documento
by César Taurion
eBook: Open Source - Evolução e Tendências
by César Taurion

Padrões Aberto e Livres x Declaração Universal dos Direitos Humanos
OASIS ODF for Office Applications (OpenDocument) TC
OpenDoc Society - ODF Plugfest - DFD Document Freedom Day
OpenDocument Format.org - OpenDocument Format.com.br

ISO/IEC 26300
ODF Open Document Format - Wikipedia

NBR ISO/IEC 26300
ODF Open Document Format - Wikipédia Português

Lei ODF 15.742/2007 - Paraná
Governo Federal - e-ping 4.0 adota o ODF 16/12/2008
Lei ODF 2.213/2010 - Novo Hamburgo - RS
Resolução ODF 1.026/2011 - Assembleia Legislativa - RS
Lei ODF 5.978/2011 - Rio de Janeiro
Lei ODF 14.009/2012 - Rio Grande do Sul
Projeto de Lei ODF 0054.4/2013 - Santa Catarina

Projeto de Lei ODF 3.070/2008 - Congresso Nacional

Argentina: Decreto 1800 ODF Misiones

Equador: NTE INEN-ISO/IEC 26300: 2009

Uruguai: Governo Recomenda ODF 2008

Venezuela: Governo Recomenda ODF 2009

Protocolo Brasília ODF 2008
Prefeitura N Hamburgo RS
Prefeitura Silva Jardim RJ
Prefeitura Nova Aurora PR
Signatários Protocolo Brasília ODF

ODF OpenDocument Format
ODF Alliance
ODF Alliance América Latina

ODF Alliance Award
III ODF Workshop

Lei Software Livre 14.058 PR

Lei Software Livre 12.866 SC

Lei Sist.Operacional 14.195 PR

The Document Foundation
The Document Fountadion blog
The Document Foundation Planet
The Document Fountadion Wiki

LibreOffice

LibreOffice Brasil

Veja fotos aqui

Dica: Montando um DVD de vídeo na unha, via terminal

janvier 28, 2010 0:00, par Software Livre Brasil

Concordo com o Julio: quando o usuário está acostumado com a linha de comando, ela às vezes supre suas necessidades bem melhor do que as alternativas com interface gráfica, especialmente nos campos de aplicação em que boa parte das interfaces gráficas são front-ends limitados para os mesmos utilitários que chamaríamos de maneira bem mais criativa (e complexa, e pouco amigável) se o acesso fosse direto.



Visocor – Sistema de acessibilidade visual para daltônicos no Linux

janvier 28, 2010 0:00, par Software Livre Brasil

Enviado por Rafael Lopes (rafaelolgΘgmail·com):



Operadora 3G canadense obrigando usuários do Android a fazer upgrade de firmware

janvier 28, 2010 0:00, par Software Livre Brasil

Brasileiro e acostumado desde o berço a ser refém de operadoras de telefonia, confesso que fiquei um pouco surpreso ao saber que no Canadá o serviço 3G é monopólio de uma única empresa privada, e que ela se sente à vontade para praticar este tipo de maldade em dois estágios com os seus clientes usuários de Android. Se onde há concorrência o serviço já assusta, imagine o que acontece onde ela não existe.



Treinamento Linux LPI via Internet

janvier 28, 2010 0:00, par Software Livre Brasil

Enviado por Agnaldo Silva (contatoΘtreinamentolinux·com):



VI Encontro de Programadores em São Paulo

janvier 28, 2010 0:00, par Software Livre Brasil

Enviado por Alberto Fabiano (albertoΘccppbrasil·org):



Belém: Cursos e promoções Virtualink

janvier 28, 2010 0:00, par Software Livre Brasil

Enviado por virtuallinux (publicidadeΘvirtuallink·com·br):



Hackers criam ferramenta de overclock para o Motorola DROID

janvier 28, 2010 0:00, par Software Livre Brasil

Overclock até em celulares, onde iremos parar?



Yahoo vai passar a ser a busca padrão no Firefox distribuído com o Ubuntu

janvier 28, 2010 0:00, par Software Livre Brasil

Não sou mais usuários do Firefox, mas mesmo assim o anúncio da Canonical de que vai mudar o mecanismo de busca default do Firefox que ela distribui me parece ser algo que vai desagradar os usuários – pois até mesmo uma parcela significativa dos que têm restrições ao comportamento do Google se sente confortável usando os seus serviços de busca, e aprecia o reforço de caixa que a configuração default do navegador dá à Mozilla.



Como instalar o Windows Live Messenger no Linux

janvier 28, 2010 0:00, par Software Livre Brasil

Há várias implementações em código aberto para conversar com quem usa o Messenger, mas há quem possa preferir o acesso ao produto em si. Para estes, o texto do Ricardo (usando o Wine, e “testado no Big Linux 5 beta, com repositórios do Ubuntu Karmic Koala”) pode ajudar.



Telecentros e bibliotecas públicas fazem sucesso no litoral paranaense

janvier 28, 2010 0:00, par Software Livre Brasil

O programa Telecentros Paranavegar continua sendo atração no litoral paranaense. No período de férias, turistas e moradores das praias de Guaraqueçaba, Morretes e Pontal do Paraná (Ipanema e Shangri-Lá), Antonina (Siri do Portinho) e Ilha do Mel (Nova Brasília e Encantadas) compartilham os computadores colocados à disposição da população pelo Governo do Estado desde 2003, usando Software Livre.

O telecentro do balneário de Ipanema, inaugurado em 2007 junto com a Biblioteca Cidadã, recebe em média 32 pessoas por dia. O acesso à internet é limitado a 30 minutos por dia, e enquanto esperam, os visitantes podem usufruir os 4,5 mil livros e revistas da biblioteca. O público que frequenta o telecentro varia: desde crianças até a terceira idade – muitos deles acessam o computador pela primeira vez.

Nos dias normais, fora de temporada, os visitantes precisam preencher um cadastro, mas na temporada é só chegar e agendar o horário. “As crianças são mais impacientes, então enquanto esperam a vez, eu ofereço um livro. Se eles não estão com vontade de ler, eu incentivo a desenhar jogos para depois jogarem com os amigos até que os computadores sejam liberados. Eles interagem, é um trabalho muito legal”, conta a monitora do telecentro de Ipanema, Iná Stival.

AJUDA - O monitor Marcelo Ribeiro aponta como principal vantagem do telecentro em relação a uma “lan house”, a ajuda que os monitores capacitados pela Celepar dão os usuários para acessarem a internet, principalmente para que não têm essa ferramente em casa ou no trabalho. “Também acompanhamos a navegação, principalmente das crianças e dos adolescentes, impedindo que eles entrem em páginas impróprias”.

Andrea Fernandes frequenta o telecentro de Ipanema há dois anos, pois costuma passar muito tempo na praia e precisa ver freqüentemente os e-mails. Ela faz questão de agendar para a família toda, que utiliza tanto o ponto de acesso à internet como a biblioteca. “Faço tudo o que preciso pela internet aqui. Venho sempre e sou muito bem atendida”, diz.

“Bruna, 14 anos, gosta mais dos livros e Felipe, 10, só que saber de usar a internet”, conta a mãe Cristina de Oliveira Socher, turista de Curitiba. Eles conheceram o projeto Telecentro Paranavegar por meio de outro projeto do Governo do Paraná, o da Biblioteca na Areia no verão de 2009 e são frequentadores deste então, principalmente nos dias de chuva.

A instalação dos telecentros é coordenada pela Secretaria para Assuntos Estratégicos em parceria com a Celepar. Além do mobiliário necessário, os prédios são equipados com computadores, aparelhos de televisão, vídeo e DVD. No espaço construído pelo Governo do Paraná há ainda um mini-auditório com 30 lugares, que é utilizado pela comunidade para a realização de reuniões, oficinas e capacitações.




Expresso Livre chega aos municípios de Sergipe

janvier 28, 2010 0:00, par Software Livre Brasil

Uma nova ferramenta de comunicação eletrônica, com mais funcionalidades e maior capacidade de interação chega aos municípios sergipanos: o Expresso Livre. Em software livre, a solução de comunicação interna entre os agentes públicos foi desenvolvida pela Companhia de Informática do Paraná (Celepar) e compartilhada com a Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis), do governo daquele Estado.
A Emgetis trabalha na migração das contas de antigos servidores de e-mail, para o Expresso. Até o momento os municípios de Brejo Grande, Lagarto, Japaratuba, Itaporanga D’Ajuda, Poço Redondo, Santo Amaro das Brotas e São Cristóvão já utilizam a nova ferramenta.

SEGURANÇA - Os novos usuários do software possuem a garantia de segurança da informação, com os atributos de confiabilidade, integridade e disponibilidade. O domínio padrão adotado será @nomedomunicípio.se.gov.br.

“Achei um ambiente mais fácil e amigável. Além disso, o Expresso facilita também a comunicação entre as prefeituras do estado, pois o Catálogo de Endereço contém os e-mails de todos os usuários dos municípios que também utilizam a ferramenta”, disse o gestor de Tecnologia da Informação (TI) de Santo Amaro, Eslei de Jesus Santos.

O gestor informou ainda que a prefeitura local já utiliza há um mês a ferramenta, e a diferença entre o servidor antigo é visível. “Com o outro e-mail só era possível enviar e receber mensagens. Com o Expresso a interação é maior, podemos até agendar compromissos”.

Entre as inovações que o Expresso Livre traz está a possibilidade de adição de novos templates e temas, bem como a sincronização da agenda e do catálogo com dispositivos móveis.

FONTE: Agência Sergipe de Notícias – www.agencia.se.gov.br



Revista eletrônica sobre gestão pública chega aos 5 mil acessos no primeiro mês

janvier 28, 2010 0:00, par Software Livre Brasil

Há pouco mais de um mês no ar, a “Saberes – Gestão Pública em Revista”, veículo na internet que traz conteúdo noticioso sobre questões relacionadas à administração pública, está perto de alcançar a marca dos 5 mil acessos. A revista eletrônica – o endereço é o www.revistasaberes.seap.pr.gov.br – é uma publicação da Escola de Governo do Paraná, que tem sua gerência executiva vinculada à Secretaria de Estado da Administração e da Previdência, e foi desenvolvida pela Celepar, em software livre.

“Saberes em Revista” complementa outro produto de compartilhamento de informação e conhecimento na área de gestão pública, da Escola de Governo: o repositório “Saberes em Gestão Pública” (www.saberes.seap.pr.gov.br). O repositório, no ar há pouco mais de um ano, já acumula 41 mil acessos e se tornou referência para instituições e pesquisadores na área de gestão pública. O modelo vem sendo frequentemente apresentado em seminários e congressos da área.

Repositório é um portal de temática específica, caracterizado por oferecer ao internauta material que pode ser baixado, impresso e utilizado como fonte em trabalhos e pesquisas. O “Saberes” contém artigos, livros, vídeos de palestras, revistas técnicas e material didático de cursos de capacitação de servidores. Há materiais não só do Governo do Paraná, como de outros estados, de organizações nacionais e internacionais.

A revista do “Saberes” complementa a função do repositório ao trazer informações numa linguagem mais jornalística. As notícias são apresentadas em seis editorias. Uma delas, a “Radar”, é atualizada diariamente – traz notícias sobre fatos e acontecimentos ligados ao cotidiano da administração pública, em qualquer esfera e qualquer poder (Executivo, Legislativo e Judiciário).

DEMAIS EDITORIAS - As outras cinco editorias serão, inicialmente, atualizadas a cada três meses. “Entrevista” traz uma conversa, no formato pergunta-resposta, com gestores públicos ou acadêmicos, pesquisadores e outros profissionais que lidam com o tema gestão pública. “Experiência Paraná” noticiará as ações locais em prol da modernização da gestão pública; “Pelo Brasil”, por sua vez, ações de fora da administração estadual. “Percepções e práticas” será constituída de artigos e “Eventos”, de agenda de seminários e congressos.

As fontes das matérias são as assessorias de imprensa dos órgãos do Governo do Paraná, a Agência Estadual de Notícias (www.agenciadenoticias.pr.gov.br) e outras agências públicas de notícias, como Agência Brasil (www.agenciabrasil.gov.br), Agência Senado (www.senado.gov.br), Agência Câmara (www.camara.gov.br) e do Judiciário (www.stj.gov.br e www.stf.gov.br), entre outras.

“Saberes – Gestão Pública em Revista” está também no Twitter: http://twitter.com/revistasaberes



Paraná amplia o controle na venda de agrotóxicos, usando Software Livre

janvier 28, 2010 0:00, par Software Livre Brasil

A Secretaria Estadual da Agri cultura (Seab) quer traçar um diagnóstico do uso de agrotóxicos no Paraná. Para isso, vai informatizar o repasse das receitas agronômicas ao Departamento de Fiscalização Agropecuária (Defis) e criar um banco de dados eletrônico sobre a comercialização de agroquímicos no estado.

“Queremos saber quem vendeu, quem comprou, quem prescreveu, qual produto, a quantidade, a finalidade e o local de aplicação”, explica Adriano Riesemberg, chefe da divisão de Fiscalização de Insumos e Serviços Agrícolas da Seab. As informações servirão de base para a elaboração de políticas públicas para o setor, incentivando, por exemplo, o uso racional desses insumos.

O Sistema de Prescrição e Uso de Agrotóxicos do Estado do Paraná (Siagro) vai interligar através de uma central informatizada os 3,4 mil pontos de vendas desses produtos no estado. Os comerciantes terão um prazo de 90 dias para se adequar ao novo sistema. “Nesse período, os fiscais da Seab irão visitar todos os pontos de venda, orientando os comerciantes”, diz Riesemberg.

Segundo ele, como o Siagro utiliza software livre desenvolvido pela Celepar, não haverá aumento de custo. “Para aderir, basta que o comerciante tenha um computador com acesso à internet. Para o produtor, não muda nada.”

Ele esclarece que o sistema atual já prevê o repasse das receitas ao Defis, mas em papel, o que dificulta o monitoramento e a fiscalização. De acordo com a Seab, são utilizados anualmente cerca de 80 mil toneladas de agroquímicos e emitidas cerca de 3 milhões de receitas no Paraná. “É muita coisa. Precisaríamos de um exército de servidores para analisar todos esses dados em papel. Com o Siagro, poderemos saber, em tempo real, a quantidade exata de agrotóxico que está sendo comercializada”, observa Riesemberg.

“O banco de dados eletrônico vai permitir a diminuição da burocracia, um processo mais simplificado, rápido e de qualidade”, considera o presidente do Conselho Regional de En ge nharia, Arquitetura e Agro no mia do Estado do Paraná (Crea-PR), Álvaro Cabrini Jr.

“Estamos buscando cada vez mais uma agricultura natural e orgânica, dando garantias ao consumidor de um produto saudável e de qualidade. E o Siagro é um passo importante para o monitoramento da produção de alimentos ainda com maior qualidade“, completa o secretário Valter Bianchini.



A solução de inventário de ativos em Rede KORUJA é lançada no Portal SPB

janvier 28, 2010 0:00, par Software Livre Brasil

No primeiro dia da Campus Party em São Paulo foi lançado no estande do Banco do Brasil o software Koruja, que realiza o inventário de ativos interligados em uma rede TCP/IP. O Koruja é a 35a solução que ingressa no Portal do Software Público e a terceira disponibilizada pelo Banco do Brasil.

O gerente de TI, Sérgio Henrique Pasqua, disse no lançamento do Koruja "que a intenção do Banco Brasil é criar uma comunidade de desenvolvimento que auxilie na evolução do Koruja e que os técnicos de tecnologia da informção possam utilizar uma solução que melhore a gestão dos ambientes de datacenter".

Na visão do coordenador do Portal, Corinto Meffe, que representou o Secretário Rogério Santanna na solenidade, o Koruja vai reforçar o acervo de soluções voltadas para os técnicos e gestores de tecnologia da informação. "Temos o CACIC, COCAR, Curupira, SAGUI, Kyapanel, SIGATI e a solução do Banco do Brasil se torna mais um opção técnica para melhorar a gestão de TI", reforçou Corinto.

Para Marcos Antônio Carvalho, analista sênior do Banco do Brasil e coordenador técnico da comunidade, "a solução tem o desafio de superar as dificuldades de gerenciar as configurações dos recursos tecnológicos em ambientes dispersos, complexos e heterogêneos?.

Na opinião de Marcos "o Koruja vai se tornar mais uma alternativa para os gestores dos recursos que estão pendurados em uma rede TCP/IP". "Tal alternativa se configura pelo aumento da complexidade e diversidade tecnológica dos parques computacionais", completa o coordenador.

Conhecendo a solução Koruja

O Koruja é um software desenvolvido com tecnologias abertas e livres, na linguagem TCL/Expect, tem baixo consumo de memória, faz o tratamento de strings e funciona em ambiente multiplataforma.

O software em sua versão inicial atende quatro premisssas: (i) não utiliza o modelo de agentes locais para coletar as informações; (ii) coleta as informações a partir de um único ponto; (iii) gera um repositório único para as informações gerenciais e (iv) opera em serviços TCP/IP.

Os ganhos surgem do aproveitamento da cultura wiki, da economia dos recursos tecnológicos para realizar o inventário e do foco nos recursos de acordo com a necessidade específica de cada um, sendo eles: estações de trabalho, switchs e routers.

Se você está cadastrado no Portal SPB basta acessar a solução direto no link abaixo:
http://www.softwarepublico.gov.br/ver-comunidade?community_id=18068594


Outras Notícias:

Portal do Software Público no Fórum Social Mundial
http://www.softwarepublico.gov.br/news-item87

Governo Federal prepara Instrução Normativa para o Software Público
http://www.softwarepublico.gov.br/news-item85



Vídeo: N900 “hackeado” roda dual boot de Maemo e Android

janvier 27, 2010 0:00, par Software Livre Brasil