Carsten Heitzler, mais conhecido na comunidade Linux como “Rasterman”, anunciou no site oficial do projeto Enlightenment que “uma das cinco maiores empresas de eletrônicos do mundo” está patrocinando ativamente o desenvolvimento do gerenciador de janelas, bem como de suas bibliotecas auxiliares (EFL – Enlightenment Foundation Libraries). (veja também: Enlightenment e sua parceria misteriosa)

Embora Rasterman não diga o nome da empresa, não demorou muito para ele ser descoberto. Analisando mudanças recentes no código-fonte do Enlightenment, o site Phoronix descobriu que tal empresa é a Samsung, que anunciou recentemente um “sistema operacional/interface gráfica” próprios para seus futuros smartphones, batizado de Bada, que tem como base o Linux.

A empresa coreana parece estar ativamente envolvida no desenvolvimento. O código-fonte do utilitário Editje, um editor que abre arquivos no padrão Edje, tem copyright da Samsung, e foi liberado sob a licença GPL v3. Aqui cabe um fato interessante: o código foi escrito sob encomenda da Samsung pela ProFUSION Embedded Systems, uma empresa brasileira com sede em Campinas. (via tecnologia.ig.com.br)

Saiba mais (phoronix.com).