Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

Invalid feed format.

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

Make e Makefile

26 de Novembro de 2009, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 607 vezes

Enviado por Yoshio Iwamoto (geanΘstiod·com):

“Você que utiliza algum *nix da vida já deve ter passado pelo momento mágico de ter executado o comando make em algum código fonte, não?

O make (GNU make) é uma ferramenta que executa os comandos inclusos dentro de um arquivo. É normalmente utilizado na compilação e instalação de programas. Uma das vantagens do make é que ele identifica quais partes do programa devem ser recompiladas de acordo com as mudanças efetuadas desde a última compilação.

Dependendo do tamanho do programa pode-se economizar minutos ou horas entre as recompilações, pois não será necessário recompilar o programa inteiro. Leia mais aqui” [referência: blog.stiod.com]


Fonte: http://br-linux.org/2009/make-e-makefile/

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.