Aller au contenu
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Mon réseau

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tux Chile

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

getaddrinfo: Name or service not known

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

 Retour à FREE SOFTWAR...
Plein écran

IPAJM dá exemplo e economiza R$ 120.000,00 com adoção de BrOffice.org

janvier 7, 2010 0:00 , par Software Livre Brasil - 0Pas de commentaire | No one following this article yet.
Viewed 1008 times

O Instituto de Previdência e Assistência do Estado do Espírito Santo (IPAJM) dá grande exemplo de como fazer mais gastando menos: com a adoção da suíte de escritório BrOffice.org, foram economizados até o momento em torno de R$ 120.000,00.

Está prevista, até o final de 2010, uma economia ainda maior com o andamento da política de uso de software livre pelo órgão. (O montante acima foi obtido a partir da estimativa de gasto que o órgão teria adquirindo licenças através da ATA DE REGISTRO DE PRECOS 026/2009 assinada entre a SEGER e a B2BR em 19/03/2009, onde cada cópia do Microsoft Office Professional Plus 2007 Sngl MVL custa R$ 1007,60 por máquina.)

Já estão em utilização no órgão 120 cópias do BrOffice, sob licença GNU, instaladas em máquinas novas adquiridas para modernização do órgão. De acordo com Gilberto Tulli, gestor de TI do IPAJM, a utilização tem sido natural, com poucas necessidades de suporte local por conta da troca dos aplicativos.

O BrOffice atende integralmente às necessidades do órgão, e sua compatibilidade com documentos produzidos pela suíte anterior, quando não é de 100%, é resolvida pelo pessoal local.

Tulli informou ainda que a economia deverá ser bem maior com a implantação de servidores Linux e com a utilização, que já vem sendo feita, de aplicativos de correio Thunderbird, em lugar do Exchange da Microsoft, e dos navegadores Mozilla Firefox, em lugar do Internet Explorer.

fonte: João Fernando-Gubro-ES

* fonte: BrOffice.org


Les tags de cet article : firefox espírito santo broffice odf linux

0Pas de commentaire

Poster un commentaire

Les champs sont obligatoires.

Si vous vous êtes déjà enregistré(e) comme utilisateur, vous pouvez vous connecter pour être reconnu(e) automatiquement.