Aller au contenu
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Mon réseau

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

Invalid feed format.

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

 Retour à FREE SOFTWAR...
Plein écran

Governo de São Paulo libera uso de redes sociais nas repartições

juillet 20, 2009 0:00 , par Software Livre Brasil - 0Pas de commentaire | No one following this article yet.
Viewed 1458 times

Objetivo é integrar a administração às novas ferramentas e oferecer mais informações aos cidadãos

O governo de São Paulo liberou, no fim de junho, o acesso de todos os servidores públicos a redes sociais como Orkut, Facebook e Twitter. Antes da permissão, cada órgão tinha uma regra própria. O objetivo da mudança é aumentar a participação do poder público nos espaços virtuais e assim melhorar a comunicação com os cidadãos.

A decisão foi tomada no dia 27 de junho pela Secretaria de Gestão Pública e amplia a política estadual de disseminação de informações pela internet. As secretarias de Comunicação, Agricultura e Abastecimento, Cultura e Meio Ambiente já estavam presentes em sites de relacionamento, mas agora a orientação é para que todas façam parte do universo virtual.

"As ferramentas sociais de comunicação usadas pelo governo paulista são um canal interativo de prestação de contas ao cidadão e de divulgação dos serviços a ele oferecidos. Permitir o uso livre das novas ferramentas da internet nos órgãos públicos vai proporcionar um ambiente mais eficiente e favorável de relacionamento com o cidadão", afirmou o secretário de Gestão Pública, Sidney Beraldo.

A liberação segue uma tendência de o governo estar mais presente na internet para se comunicar com os cidadãos. Em São Paulo, os órgãos públicos estão bastante adiantados nesse caminho. Desde abril, o governo paulista divulga suas ações no Twitter [canal de micronotícias, cujo limite é de 140 caracteres por mensagem] e divulga vídeos no Youtube, além de manter perfis no Orkut  e no Facebook e postar fotos no Flickr. Os endereços do governo de São Paulo são: Twitter (@governosp); Orkut, Facebook e Flickr.

De acordo com a Secretaria de Comunicação, responsável pela manutenção e atualização dos sites corporativos do governo, “o objetivo da iniciativa é prestar contas das ações de governo do Estado à sociedade e, por meio dessas ferramentas, manter o cidadão atualizado sobre as políticas públicas”. Em todos os canais, é possível fazer comentários.

Outro órgão que tira proveito das redes sociais para divulgar suas ações é a Secretaria do Meio Ambiente, que disponibiliza informações sobre seu trabalho via wap, tecnologia utilizada para veicular notícias em celulares. A Secretaria de Agricultura e Abastecimento e a Fundação CASA também possuem perfis no Twitter (agriculturasp e FundacaoCASA), por meio do qual liberam informações sobre eventos, feiras e medidas tomadas.

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), por sua vez, tem um podcast (notícias em áudio) semanal em seu site (www.sabesp.com.br) e divulga suas ações por meio do Youtube. Já a Secretaria de Saúde optou por divulgar campanhas e notícias por meio de um blog, o “Saúde em Ação” (http://www.saudeemacao.blogspot.com).

O Programa Emprega São Paulo, vinculado à Secretaria de Emprego e Relações do Trabalho (SERT), decidiu entrar em contato direto com quem está em busca de emprego. A iniciativa envia mensagens de texto para o celular de pessoas cadastradas na secretaria. Desde 1º de março, foram enviadas mais de 100 mil mensagens. A mesma tecnologia foi escolhida pelo Instituto do Coração (Incor) do Hospital das Clínicas para informar pacientes sobre suas consultas.

O governo de São Paulo afirma que a segurança dos sites está garantida para que não haja invasões e as informações transmitidas pelas redes sejam seguras e verdadeiras. A liberação de uso de redes sociais por servidores faz parte da Política de Gestão do Conhecimento e Inovação lançada em janeiro e que visa melhorar o serviço público no estado ao torná-lo mais dinâmico, interativo e inovador.

Data: 16 de julho de 2009
Autor: Marcelo Medeiros

* fonte: Guia das Cidades Digitais


Les tags de cet article : facebook orkut são paulo twitter cidades

0Pas de commentaire

Poster un commentaire

Les champs sont obligatoires.

Si vous vous êtes déjà enregistré(e) comme utilisateur, vous pouvez vous connecter pour être reconnu(e) automatiquement.