Hoje é o Dia do Orgulho Geek, e a data é tão geek que tem até direito à presença de trolls – que comparecem para abrilhantar a festa tentando iniciar um flame war comemorativo, afirmando que não existe um Dia do Orgulho Geek, e nesta data deve-se comemorar exclusivamente o Dia da Toalha, relacionado à obra de Douglas Adams (que boa parte dos geeks aprecia, mas não estou entre eles).

Gostar de Linux (ou ter algum tipo de afeição por qualquer sistema operacional) me parece um traço nitidamente geek (ou nerd), assim eu gostaria de cumprimentar todos os geeks da audiência e sugerir que não deixem a data passar em branco: joguem uma partida de War, revejam seu filme de ficção científica favorito (claro que é O Império Contra-Ataca), instalem o emulador de algum sistema obscuro, e celebrem este aspecto cultural que nos une.

Meu ato nerd comemorativo do dia será opinar que a declaração dos direitos dos nerds que consta no artigo sobre a data na Wikipedia em inglês é bem mais simpática à causa do que a que constava até ontem no artigo da wikipédia em português, e felizmente foi removida por alguém com bom senso.

E, se estiverem interessados, acho que ainda dá tempo de participar da promoção do #nerdDEZ no Twitter, “denunciando” seu amigo mais nerd e concorrendo a uns kits de prêmios nerds bem bacanas.