Ir para o conteúdo
ou

Logo noosfero

ODF Alliance Award

Furusho

TDF Planet

redirection forbidden: http://planet.documentfoundation.org/atom.xml -> https://planet.documentfoundation.org/atom.xml

Linux Magazine

getaddrinfo: Name or service not known

BR.Linux.org

redirection forbidden: http://br-linux.org/feed -> https://br-linux.org/feed

Seja Livre!

redirection forbidden: http://sejalivre.org/feed/ -> https://sejalivre.org/feed/

Linux Feed

getaddrinfo: Name or service not known

Computerworld

getaddrinfo: Name or service not known

PC World

getaddrinfo: Name or service not known

IDG Now!

getaddrinfo: Name or service not known

Info

Invalid feed format.

Users SL Argentina

redirection forbidden: http://drupal.usla.org.ar/rss.xml -> https://cobalto.gnucleo.net/rss.xml

Tecno Libres - Cubas

redirection forbidden: http://gutl.jovenclub.cu/feed -> https://gutl.jovenclub.cu/feed

Software Libre Peru

Linux Venezuela

Invalid feed format.

GNU/Linux Paranguay

getaddrinfo: Name or service not known

Soft Libre Honduras

Invalid feed format.

 Voltar a FREE SOFTWAR...
Tela cheia

Extremadura abandonando o gnuLinEx

2 de Janeiro de 2012, 0:00 , por Software Livre Brasil - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 327 vezes

O LinEx ou gnuLinEx foi noticiado algumas vezes por aqui, ao redor de 2003, como uma distribuição baseada no Debian, com desktop GNOME, hoje usada especialmente nos computadores dos serviços educacionais e de saúde, cujo desenvolvimento e manutenção eram então patrocinados pelo governo da Extremadura, uma das regiões autônomas da Espanha.

Infelizmente, como já tivemos oportunidade de ver também do lado de cá do mundo, projetos de software adotados como bandeira de um governo às vezes passam por períodos difíceis quando não há reeleição, e é o que a notícia do LWN parece descrever: o centro de desenvolvimento será transferido à administração federal, os contratos dos desenvolvedores estão sendo descontinuados, e o desenvolvimento irá cessar.

Segundo o relato, entretanto, o fim do investimento em desenvolver sua própria distribuição não significa que a adoção de software de código aberto cessará por lá: a ideia é passar a usar uma distribuição já disponível, “em particular o Debian”. O Ubuntu também é mencionado. (via lwn.net – “Extremadura dropping Linex [LWN.net]”)


Fonte: http://br-linux.org/2012/extremadura-abandonando-o-gnulinex/

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.